Ancoradouro

Descaracterização do Dia das Mães

285 3

familia gaySabe aquela expressão “filho de chocadeira” ? Pois é, é esta cultura que hoje querem construir. Vamos explicar melhor. Pelo Brasil há colégios que estão suplantando a comemoração do Dia das Mães. Alegativa: para não constranger às crianças que são criadas por dois “pais” do mesmo sexo.

Os mais apocalípticos dirão, o fim está próximo. Também acho, não sei se o fim do mundo, mas, o fim da moral e dos costumes baseados na cultura judaica-cristã. Só esquecem que ao destruir estas duas colunas a sociedade ruirá com elas.

Há escolas que implementaram o dia da família, no conceito novo da instituição que querem fazer descer goela abaixo. Como se todo ajuntamento  de pessoas pudesse receber esta alcunha.

Uma criança criada por um par homossexual de homens ou de mulheres sentirá sim a falta da referência do sexo oposto.

Na minha opinião ninguém é filho de chocadeira como querem institucionalizar. Todos nós, sem exceção, somos filhos de um pai e uma mãe.  Não precisa ser um cientista para saber disso.

E para maquiar a adoção de crianças por pares gays apresentam  o homossexual  como uma pessoa com capacidade mais elevada de amor. Não concordo com isso de forma alguma. É como se eles estivessem em nível superior e pudessem amar com pureza e desmedidamente.

Só sei que  já são vários os casos de violência a crianças adotadas por pares gays. Claro, pouquíssimos meios da grande mídia difundem isso. Não é interesse, afinal, existe uma agenda pró-LGBT a cumprir. E quem perde com isso? A família, na sua composição plena e tradicional.

 

Casal gay espanca e estupra filho adotado

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pBljKZP_HFY[/youtube]

 

Outro caso de criança violentada por um par gay

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wehy91rJ8Gg[/youtube]

Recomendado para você

3 Comentários

  • Juliana disse:

    Boa Tarde
    Em primeiro lugar gostaria de salientar o fato de que o dia das maes e’ uma data comercial e que nada tem a ver com moral ou bons costumes. Em segundo lugar, o casamento gay, bem como a familia criada apartir dele, nao destruirao os “pilares” da sociedade, pois a legalizacao deste tipo de uniao nao fara com que o mundo se torne gay, ainda existirao homens e mulheres heteros e com vontade de casar e construir familia. Em terceiro lugar, o autor do texto esta equivocado quanto a sua ideia de familia no Brasil quando utiliza o termo “chocadeira”. Todos sabemos que um numero cada vez maior de familias brasileiras e heteros sao constituidas sem as duas figuras referencias de pai e mae. A maioria das criancas e’ criada apenas pela mae, as vezes pela avo ou outros familiares que facam as vezes. Nao existem provas de que a crianca precise dos dois referencias, pois conheco muita gente criada apenas pelo pai ou pela mae e que se tornaram pessoas honestas e do bem.
    Assim como as criancas adotadas por casais hetero sabem que precisaram de um pai e uma mae biologica para existirem, assim e’ com as adotadas por casais homo, pois como o texto assim diz ” nao precisa ser um cientista para saber disso!!”
    Os casos de filhos abusados pelos pais existe no mundo todo, gays, heteros, gordos, magros, judeus, catolicos, etc… so acompanhar os noticiarios para saber disso!!!!
    Alias, esse autor deve viver em uma “chocadeira” para escrever esse monte de besteira em pleno seculo XXI!!!!
    Lendo coisas desse tipo fico decepcionada com o retrocesso da humanidade que da um passo para frente e dois para tras!

  • Bruno disse:

    Parabéns, Juliana.

    Fico feliz por saber que existe pessoas lúcidas como você. Lutemos por um mundo mais justo e igualitário.

    Gostaria de perguntar ao autor do texto se ele prefere que as crianças abandonadas continuem abandonas em orfanatos. Quero saber até onde vai o seu amor cristão…

  • sandro disse:

    Caro Bruno,responderei as perguntas:Crianças em orfanatos,são internas e não abandonadas,se assim fossem,estariam na rua e não em uma instituição,o mundo nunca será igualitário,se todos pensarem como você,pois “igualitário” quer dizer “sistema igualdade social” direitos iguais,então,o livre direito de pensamento, filosófico,religioso ou até mesmo social é para todos,não precisa “lutar”por isso,esse direito já é seu.Respondendo a você até onde vai o amor cristão,se fosses tu Cristão,saberia que Ele não tem limites,o lugar de crianças são com seus verdadeiros pais,mas caso não possa ser,digo prefiro que fiquem no orfanato a pô-los novamente em risco,em famílias sem estrutura,independente de orientação sexual.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 14 =