Ancoradouro

"Legalizar maconha não acabará com tráfico", afirma delegado da Polícia Federal

373 2

O delegado Nazareno Feitosa, da Polícia Fderal, falou à Agência Senado sobre os malefícios da maconha. “A maconha pode até parecer uma droga inocente, mas não o é, ela produz 10 vezes mais câncer que o tabaco. Falar que legalizar vai ajudar não é verdade”. 

nazareno feitoza

O delegado lembra que o uso e o porte já são liberados no país. “Argumentam que legalizando a maconha se acabaria com o tráfico, esquecem de dizer que para acabar com o tráfico se precisaria descriminalizar todas as drogas. Trata-se, portanto, de argumento falacioso”. 

Ao final de sua mensagem, Nazareno recordou que a maioria esmagadora de psiquiatras, psicólogos, pedagogos, educadores, cinetistas juídicos, criminologistas e pessoas da área da segurança pública sabem que a legalização da maconha não resolver o problema, pelo contrário, vai agravar a situação de dependência química.

Assista ao vídeo

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=dnbz23-SY-A[/youtube]

 

Recomendado para você

2 Comentários

  • Alguns argumentos contra a legalização da droga maconha: P/acabar c/o tráfico, seria necessário legalizar todas as drogas! OMS comprova: provoca dependência química e psíquica. Somos muito frágeis. Mal conseguimos fazer dieta. Potencializa a esquizofrenia. Atrofia centros cerebrais. Em alguns tipos de câncer, é até 10x mais cancerígena que o cigarro. Produz tolerância (cada vez precisa de doses + fortes)! Super-maconha, crackonha (crack + maconha). Diminui a potência sexual, fertilidade, provoca câncer de testículos, má-formação de bebês. A esmagadora maioria dos psiquiatras, médicos, psicólogos, terapeutas, pedagogos, criminologistas, especialistas em segurança pública, etc. são contrários. Drogas lícitas são prejudiciais? Pq legalizar mais uma q cria dependência e tolerância? O uso leva à dependência. Esta ao tráfico, desagregação familiar, criminalidade, prostituição, AIDS, violência, etc. Gera acidentes de carro e de trabalho.
    A SOLUÇÃO é combater as co-morbidades (doenças, transtornos), reforçar a segurança, e educação. Provoca alienação, perda dos vínculos: é porta de entrada de outras drogas. Prejudica a educação: diminui rendimento intelectual e esportivo. Aumento da oferta gera permissividade. Facilita o acesso às crianças. Destrói famílias. Veja o sofrimento das mães.
    Direitos Humanos? E o direito da coletividade à saúde e paz?
    Legal vira moral, bom, saudável. Governo não trata seus dependentes. Descriminalizar o uso e o porte: Já estão liberados. Querem legalizar o tráfico!
    Jovens s/conhecimento de causa nem consciência das responsabilidades, em plena onipotência e insubordinação juvenil, não podem se deixar usar como massa de manobras de interesses políticos e econômicos!
    Uso medicinal: Há remédios muito mais eficazes e sem os efeitos da droga. A legislação já permite, como a morfina, q só vale a pena em casos extremos. Remédio p/coração (q afete outros órgãos) não é p/ diversão, Senador Cristovam Buarque. . É para salvar vidas!
    Campanha anti-tabaco tem funcionado, pela restrição de lugares p/uso. Facilitar o acesso é potencializar. Educar facilitando o acesso não funciona. Já temos a legislação para uso terapêutico de substâncias psicoativas. Não precisamos de novas leis.
    Não deixe, Senador Cristovam Buarque, que a sua respeitabilidade e compromisso com a educação seja diminuída por um relatório a favor do aumento ao acesso das drogas.
    Compartilhe este e acesse: http://maconhanao.com.br

  • natannael disse:

    claro que não acabaria com o tráfico, mas diminuiria, com a maconha legal os usuários poderiam plantar e quase zerariam a procura desta por meio do trafico.As complicações na saúde não devem ser levadas em consideração para a legalização, existe o livre arbítrio e deve haver conscientização sobre o malefícios assim como há no caso do cigarro,como leis de proibição em lugares públicos, dentro de veículos etc. Não é o governo que deve exclusivamente ter compromisso com a educação dos jovens, os pais devem ensinar seus filhos a fazer a escolha certa. Ser usuário é uma escolha, e deve ser legal para diminuir o tráfico, quem cometer crimes sob efeito de drogas será responsabilizado assim como quem comete crimes sob efeito de álcool. Nunca ouvi falar que um assassino foi absolvido por estar bêbado.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =