Ancoradouro

Padre brasileiro relata a comovente história de seminarista ordenado padre no leito de morte

996 3

A pedido do ANCORADOURO o padre cearense Gervan Menezes  que mora nos Estados Unidos narrou a comovente história do seminarista William Carmona que foi ordenado diácono e padre no leito de morte. Um belo testemunho de amor a Cristo e à Igreja.

Padre Gervan Menezes impondo as mãos sobre o Diácono William.

Padre Gervan Menezes impondo as mãos sobre o Diácono William.

Dia 4 de setembro recebemos uma ligação de San Antonio, Texas, de alguns seminaristas afirmando o estado  grave de saúde do William. Mesmo estando longe de San Antonio ligamos para os formadores e depois de uma conversa vimos que o melhor seria levá-lo ao hospital para ser avaliado. Durante o último ano e mais especificamente durante o último semestre, o William havia perdido muito peso e estava visivelmente fraco e debilitado.

Entretanto, quando perguntávamos para ele o que estava acontecendo, a resposta sempre era que ele estava bem. A perca de peso parecia explicável, pois ele não estava se alimentando como antes e estava fazendo muito exercício.

Ao chegar ao hospital o William estava com todos os resultados de sangue alterados e

bastante desidratado. Então ele foi internado no hospital na UTI. Ao sabermos disso fomos na sexta feira para San Antoio, o Diácono Jim Mckinze e eu. Chegando em San Antonio e a situação do William não era nada boa.

Ao analisar os exames o Diácono, que tem experiência médica, pode perceber que o

Pe. William Carmona

Pe. William Carmona

William estava em fase terminal por conta do câncer. Agora, a dúvida era o que fazer, quais procedimentos seriam adotados? O William estava com água nos pulmões e com algum tipo de hemorragia, que até  então não se sabia onde era.

Depois de uma endoscopia soubemos  que a hemorragia era no estômago e se devia ao tumor que estava crescendo. Soubemos também que a este ponto nada mais poderia ser feito no ponto de vista médico. Nesta mesma noite ligamos para os familiares do William e ele pode falar com suas irmãs e se despedir delas. Também, a pedido do William, ligamos para o chanceler da Diocese. William perguntava insistentemente se os seus documentos estavam prontos e que ele estava disposto a ser ordenado em qualquer dia em dezembro de acordo com a disponibilidade da diocese.

No Sábado pela manhãem conversa com o Diácono McKinze disse para o William que toda a sua documentação estava pronta, mesmo sem saber de que documentação ele estava falando. William disse: “Eu quero ser ordenado para servir o povo de Deus.” Ouvindo isso entramos em contato com o nosso bispo e foi decidido que o William seria ordenado na segunda feira. Depois de algum tempo nos demos conta que segunda feira, 8 de setembro, era a festa da Natividade de Nossa Senhora. Então começamos os preparativos para a ordenação. Informamos que o Bispo estaria vindo vê-lo Domingo, mas até então ele não sabia da ordenação.

Ordenação.

Ordenação.

Domingo de manhã, ao chegarmos ao hospital conversamos com o William e o Diácono McKinze disse a grande notícia. Primeiro, o Diácono disse que o bispo estava vindo visitá-lo. Isso foi motivo de grande emoção para todos no quarto. E depois que ele tinha uma pergunta para o William. “William, o nosso bispo está vindo te visitar, e que saber se ele tem a sua autorização para ter ordenar padre?” Com certeza neste momento o William não entendeu muito bem a pergunta e disse “O que?” Então dissemos: “Deus quer que você seja Padre! E o Bispo quer saber se ele tem a sua autorização para lhe ordenar?”Neste momento William disse um solene e forte “SIM”.

Começamos os preparativos para a sua ordenação. Comecei a perguntar quem ele queria que fizesse as leituras, quem ele queria servindo como Diácono etc. O William participou ativamente de todos os preparativos. No início da noite o bispo chegou e do aeroporto e foi direto ao hospital.

O William não conseguia esconder a sua alegria ao ver o Dom David. Muitas pessoas passaram pela UTI naquele dia e ele  estava extremamente cansado. Então resolvemos restringir as visitas para que o William estivesse bem para a ordenação na manhã seguinte. Depois de descansar e dormir um pouco William perguntava que horas eram e que horas seria a ordenação e quantas horas faltava para ele ser ordenado.

ordenacao2

A nossa preocupação era que ele estivesse bem e consciente de que seria ordenado. Na manhã de segunda feira chegamos ao hospital e ele ainda estava sem receber visitas. Começamos os preparativos para a ordenação. William estava com muita dor. O  Diácono começou a fazer as perguntas que respondemos na ordenação ao William, dentre elas: “Você promete respeito e obediência ao seu bispo e aos seus sucessores?” “Prometo” Para todas as perguntas o William respondeu sim.

Antes de sair da UTI para um auditório onde a ordenação aconteceu, o Diácono preguntou, William, nós  estamos indo para a sua ordenação, você tem certeza que quer ser ordenado Diácono e padre? E mais uma vez William respondeu “Sim, quero”.

A celebração da ordenação foi um momento bonito e solene. A celebração aconteceu da mesma maneira que aconteceria em nossa Catedral, com a exceção que ocorreu no hospital. William por efeito do remédio para dor estava sonolento durante a ordenação.

Entretanto, pude perceber que em alguns momentos durante a ordenação William chorou. Primeiro ele  foi ordenado Diácono. Pela imposição de mãos de nosso Bispo, e oração consecratória. Com a ajuda do  Diácono William recebeu a estola e a dalmática. Então Dom David entregou ao Diácono William o Livro dos Evangelhos. Logo após a ordenação diaconal começou a ordenação Sacerdotal.

Momento forte e emotivo para todos os presentes. Depois da imposição de mãos de Dom David, Bispo de Nashville, o arcebispo de San Antonio Dom Gustavo impôs as mãos na cabeça do Diácono William e o mesmo aconteceu com todos os sacerdotes presentes.

Depois um seminarista nos disse que os batimentos cardíacos do Diácono William estavam acelerados e eu pude perceber lágrimas saindo dos seus olhos. Ele sabia o que estava acontecendo. A graça da ordenação estava acontecendo. Depois da consagração  o agora Padre William foi vestido com a estola e a casula,  símbolos da sua ordenação sacerdotal. Agora Dom David entrega o cálice com o vinho e a patena com o pão para serem consagrados durante a Oração Eucarística.

Padre William continua recebendo visitas e pessoas mostram a ele  o quanto o amam. A saúde do Padre William está bastante delicada. Na terca feira resolvemos transferi-lo da UTI para outra unidade de saúde chamada aqui de Hospice. Onde o padre receberia um acompanhamento mais de perto em preparação para sua morte.

ordenacao3Na quarta feira resolvemos que o Diácono permaneceria em San Antonio e eu voltaria para Nashville e no fim de semana voltaria para estar com o Padre William e os seminarista de Nashville. Até este momento o Padre William não estava respondendo a estímulos, já não falava mais. Percebemos que o Padre William não tinha celebrado a sua primeira missa, então resolvemos que antes da minha partida para Nashville celebraríamos a sua primeira missa no Hospice. Padre William resolveu fazer um barulho como que dissesse: Isso o que eu quero. Então celebramos a primeira missa do Padre William. Estávamos juntos com o  Diácono Jim McKinze, alguns seminaristas, umas irmãs religiosas e eu. Um missa simples mais extremamente comovente. Na comunhão,  o Diácono colocou alguns gotas do Sangue de Cristo na língua do Padre William. Somente depois saberíamos que esse seria o seu Viático (última comunhão).

Despedi-me de todos e fui ao seminário para arrumar minha bagagem para ir para Nashville. Entretanto, alguns minutos antes de sair para o aeroporto as 14:30 Padre William deu seu último suspiro e foi encontrar-se face a face com Deus. Permaneci em San Antonio para ajudar nos preparativos para o velório e a missa de corpo presente. O velório aconteceu na sexta a noite com a Vigília pelos fieis defuntos e a missa de corpo presente foi no Sábado. O corpo de Padre William será enterrado em Colômbia nos próximos dias.

Pe. Gervan Menezes
Chaplain Fr. Ryan High School –  Cathedral of the Incarnation 

Recomendado para você

3 Comentários

  • Linda e comovente história!

  • Aldenize disse:

    O QUER mim comoveu foi: A resposta do padre “Eu quero ser padre para servir o povo de Deus.” Muito lindo, apesar de vivermos tempos em quer parece quer as pessoas são induzida a servi ão homem e suas convicções.

  • Pe. Amado disse:

    Um sacerdote onde ali estava presente a VERDADEIRA CARNE DE CRISTO, AS CHAGAS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, por isso sabiamente o Bispo vê ali o Mistério Pascal. Todas as funções do meu Sacerdócio em Nosso Senhor Jesus Cristo não as conhecestes na terra, mas da glória eterna rogo vossa intercessão pelos cálices que ainda devo beber. Ó Padre, roga a Deus por mim. Tornaste meu irmão na Ordem dos Presbíteros. Ajuda-me a tornar-me teu compatriota na Glória de Deus. Amém!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *