Ancoradouro

Bispo esclarece porque as Kalendas de Natal não podem ser adulteradas

1027 2

O bispo de Palmares, no Pernambuco, Dom Henrique Soares escreveu em suas redes sociais uma formação explicando porque as Kalendas de Natal não podem ser modificadas à revelia. O texto faz parte de um rito proclamado na noite de Natal, abolido no Vaticano II, e retomado no pontificado de são João Paulo II. Atualmente o rito é facultativo na celebração. 

Dom Henrique Soares

Dom Henrique Soares

“Não compete a nenhum pretenso liturgista ou teólogo alterar arbitrariamente os textos litúrgicos da Igreja. Nas celebrações litúrgicas os textos utilizados devem ser aprovados por quem de direito: a Sé Apostólica e, em certos casos, o Bispo diocesano. Liturgista, verdadeiro ou pretenso, não é moderador da Liturgia da Igreja! Um especialista em Liturgia que se arrogasse este direito mostraria que não compreendeu sua função na Igreja”, escreveu o bispo.

Dom Henrique faz referência às mudanças que uma editora católica fez no texto de um livreto de Liturgia Diária e repercutiu no meio católico trazendo muita confusão. “Infelizmente, o horizonte das adulterações das kalendas não é este , da singularidade absoluta de Cristo, mas sim o de um falso e deturpado pluralismo religioso que considera todas as religiões verdadeiras (e falsas) do mesmo modo”.

O bispo conhecido pela sobriedade explica que não escreve para gerar polêmica, mas para “formar o Povo de Deus na reta fé católica!”. “Às vezes, os comentários feitos por alguns caros Amigos extrapolam seja a lógica, seja a caridade em Cristo! Cuidado! Cuidemos! A verdade não se impõe no grito nem na grosseria, mas na firmeza suave e na caridade forte!”, finaliza o texto.

 

Recomendado para você

2 Comentários

  • dom Ceslau disse:

    Meu caro amigo dom Henroque. Parabenizo pelo seu artigo oibre Kalendas. E um absurdo fazer mudanças arbitrarias so para introduzir as novidades. Qual a finalidade? So para confundir o povo e so para alterar o que veio da tradiçao romana. Um ABRAÇO

  • Marco Antonio disse:

    Parabéns Dom Henrique por esclarecer de forma simples e objetiva o que está dando “pano pra manga” nos últimos dias. Agora, vamos parar com essas invenções litúrgicas, a verdade não pode ser relatividade ou ser subjetiva, ela se chama Jesus Cristo, e se encontra de forma plena na Igreja Católica Apostólica Romana!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 3 =