Ancoradouro

Sinos das Igrejas rompem o silêncio em uma Itália desolada

Os sinos foram uns dos primeiros instrumentos de comunicação utilizados pela Igreja. Para pontuar as horas, chamadas para Missa, indicação de funerais ou chegada de nobres à cidade, eles badalavam e anunciavam.  O tempo passou e seus tinidos foram abafados pelo barulho do mundo moderno. Na pandemia de Coronavírus  que colocou a Itália em quarentena, o ressoar dos sinos voltou a ser ouvido, sempre no início das noites rompendo o silêncio desolador.

A infecção

O maior foco de infecção do Coronavírus na Itália acontece na Região Norte. Todo o país, com mais 70 milhões de habitantes entrou  em estado de quarentena.  Em Roma o número de infectados passa da casa dos 150. As aulas nas faculdades estão suspensas até depois da Páscoa. Todos os eventos também foram cancelados.

 

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 10 =