Ancoradouro

CNBB emite nota sobre matéria do Estadão acerca de encontro de líderes de TVs Católicas com o Presidente da República

121 7

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre a reportagem “Por verbas, TVs católicas oferecem a Bolsonaro apoio ao governo”, com a manchete na primeira página “Ala da Igreja Católica oferece a Bolsonaro apoio em troca de verba”, do jornal O ESTADO DE SÃO PAULO em 06.06.20, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal Pastoral
para a Comunicação, juntamente com a SIGNIS Brasil e a Rede Católica de Rádio (RCR), associações que reúnem as TVs de inspiração católica e as rádios católicas no Brasil, esclarecem que não organizaram e não tiveram qualquer envolvimento com a reunião entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, representantes de algumas
emissoras de TV de inspiração católica e alguns parlamentares, e nem ao menos foram informadas sobre tal encontro.

Informamos que as emissoras intituladas “de inspiração católica” possuem naturezas diferentes. Algumas são geridas por associações e organizações religiosas, outra por grupo empresarial particular, enquanto outras estão juridicamente vinculadas a dioceses no Brasil. Elas seguem seus próprios estatutos e princípios editoriais. Contudo, nenhuma delas e nenhum de seus membros representa a Igreja Católica, nem fala em seu nome e nem da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que tem feito todo o esforço, para que todas as emissoras assumam claramente as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil.

Recebemos com estranheza e indignação a notícia sobre a oferta de apoio ao governo por parte de emissoras de TV em troca de verbas e solução de problemas afeitos à comunicação. A Igreja Católica não faz barganhas. Ela estabelece relações institucionais com agentes públicos e os poderes constituídos pautada pelos valores do Evangelho e nos valores democráticos, republicanos, éticos e morais. Não aprovamos iniciativas como essa, que dificultam a unidade necessária à Igreja, no cumprimento de sua missão evangelizadora, “que é tornar o Reino de Deus presente
no mundo” (Papa Francisco, EG, 176), considerando todas as dimensões da vida humana e da Casa Comum. É urgente, sim, nestes tempos difíceis em que vivemos, agravados seriamente pela pandemia do novo coronavírus, que já retirou a vida de dezenas de milhares de pessoas e ainda tirará muito mais, que trabalhemos verdadeiramente em comunhão, sempre abertos ao diálogo.

Recomendado para você

7 Comentários

  • _Maria Alcilene disse:

    Gente eu queria saber só de quem foi a carta acima,
    Na parte aonde fala:
    “A pandemia tirou milhares de vida e vai tirar muitas mais nossa fiquei impressionada com a sua fé. mais….

  • VANDERLEI ESTALIANON disse:

    O Bispo gosta da Dilma e do Lula? O atual Governo não tem casos de corrupcao e sofre das mentiras da grande imprensa. Não precisa ter lado mas e preciso reconhecer o bem.

  • Maria disse:

    Com certeza foi maldade pura! Afinal é o presidente que temos, foi o povo que colocou lá, inclusive os católicos. Agora vem até a CNBB discursar erroneamente, mas se fosse o Presidente do PT, hahaha aí estaria tudo bem! Não são vocês que pedem diálogo, não ao discurso de ódio, agora destruir a imagem do Padre pode, muita ipocresia.

  • Maria do Carmo Ferreira Gomes Quaresma disse:

    Gostaria que fosse publicados os vídeos desta reunião. Isso de fazer barganhas é coisa de pessoas sem caráter e desonesto. Desde que vi a notícia peço a Deus que tire do meu coração a mágua que sinto pela decepção causada por edte padre que admiro muito.

  • Maria Constança Caetano disse:

    Que absurdo! Até quando a mentira será semeada na Igreja por conta da própria CNBB que deveria rechaçá-la? Só alguém completamente analfabeto ou muito mal intencionado poderia entender como “barganha” os pronunciamentos dos representantes das emissoras católicas na reunião com o presidente.
    No entanto, o mal foi semeado e deter a germinação é impossível.
    Mas Jesus Cristo virá separar o joio do trigo. Embora esses não acreditem, Ele virá em glória e majestade!

  • Sandra disse:

    Boa tarde, infelizmente
    nósCatólicos,a Igreja
    catolica,sofreu,sofre e sempre sofrerá coisas desse tipo. Pura maldade mesmo.
    Mas juntos seremos fortes e nada abalará a nossa fé.

  • Iracema Pinheiro da Silva disse:

    Lamentável o ser humano não respeitar e agir com maldade, em momentos tão difícil.
    Sabemos que o Padre Reginaldo Mazzot , sairá destas mentiras sä.
    Força padre Reginaldo Mazzot Deus está contigo. Iracema de Recife Pé.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − quatro =