Blog do Vozão

Ceará 2×1 Crateús – Poderia ter sido fácil

98 5

Felipe Azevedo marcou novamente e agora é artilheiro do campeonato (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

Amigos Alvinegros, a vitória poderia ter sido menos complicada se não tivéssemos perdidos tantos gols no primeiro tempo, mas o importante é que a vitória veio, agora somos lideres isolados e de onze pontos atrás, passamos a dois na frente.

Falando do jogo, tivemos a faca e o queijo na mão para matar o jogo ainda no primeiro tempo, marcamos dois gols e poderíamos ter feito pelos menos mais dois não fossem as boas intervenções do goleiro adversário que acabou sendo um dos destaques da partida. No segundo tempo acabamos tomando um gol em logo no inicio, mas nada que preocupasse até que o tempo ia passando e o Vozão seguia perdendo oportunidades de gols, mas desta vez, graças a Deus, aquela máxima de quem não faz leva não funcionou.

A partida foi boa de ser ver, o Crateús valorizou demais nossa vitória. Destaco a boa estreia do volante Régis, que não foi surpresa pra mim e, pra variar, a péssima arbitragem, que prejudicou o bom espetáculo.

Contas acertadas com o Crateús, agora o foco é o Crato lá no Mirandão e a parada dura, mas eu sou mais o VOZÃO!

Confira os melhores momentos da partida:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TyFDUieCAmg&feature=g-all-u&context=G25d4376FAAAAAAAAIAA[/youtube]

Ficha técnica

Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 5/4/2012
Árbitro: Edson Galvão
Assistentes: Mardônio Ribeiro e João Lucas
Cartões amarelos: Mota (CE), Fernando Henrique (CE), Potiguar (CE), Bruno Recife (CR), Mael (CR), Gil Pernambucano (CR), Dino Souza (CR)
Cartão vermelho: Heleno (CE)
Gols: Felipe Azevedo, aos 21min, Mota, aos 41min do 1º tempo; Danielzinho, a 1min do 2º tempo

Ceará 2
Fernando Henrique; Apodi, Thiego, Potiguar e Márcio Careca; Heleno, Éverton (Régis), Eusébio e Reina; Mota (Romário) e Felipe Azevedo. Técnico: PC Gusmão

Crateús 1

Renato; Geovani, Bruno Recife, Gel, Mael (Danielzinho) e Gil Pernambucano, Dino Souza, Abel Marinho (Dieines), Paulinho; Alan Rocha (Diego) e Véi. Técnico: Maurílio Silva