Clube da Luta

Atitude lamentável

1126 4

Anderson Silva e Sonnen durante a pesagem do UFC 117, quando o brasileiro venceu o norte-americano

Taí um exemplo do que as artes marciais não representam. Ou pelo menos não deveriam representar. Exceção à regra, o norte-americano Chael Sonnen mostrou mais uma vez sua completa falta de esportividade e respeito aos demais lutadores. Disparou uma série de insultos aos brasileiros em seu twitter (@sonnench) nos últimos dias. Chamou Anderson Silva de afeminado, ironizou Lyoto Machida e disse que o Brasil não é um país de elite no MMA.

Sonnen está treinando com Yushin Okami, que será o adversário de Anderson Silva na edição do Ultimate Fighting Championship (UFC) no Rio de Janeiro. O americano estaria no Brasil para acompanhar o japonês, que vai participar da coletiva de imprensa que anunciará o evento na próxima semana. Ao dizer que estava seguindo os passos de Anderson Silva no Brasil, escreveu nesta terça: “Comprei sapatilhas de balé, um time de has-beens (expressão que significa “ultrapassados”), até trouxe uma celebridade gorda sem talento como treinador”.

Antes, Sonnen havia chegado a postar um comentário ainda mais maldoso a respeito do Brasil. “Saudações de São Paulo! Já estou aprendendo a língua: dança de break das Paraolimpíadas se chama ‘capoiera’ (sic) e cocaína é chamada de lanche”, mas depois retirou de seu twitter.

No fim da semana passada, Sonnen implicou com Lyoto Machida, insinuando que ele era ‘namorada’ de Anderson Silva, e ainda menosprezou a importância do karatê no MMA. A série de insultos também incluiu os irmãos Minotauro e Minotouro e o ator Steven Seagal, que ajudou no treinamento de Anderson e Lyoto. Uma pena. Atitudes lamentáveis como essa só servem para fazer propaganda negativa e reforçar o preconceito de quem não conhece de fato as artes marciais.

P.S. Um detalhe para quem não costuma acompanhar as lutas do UFC. Na edição 117 do evento, em agosto do ano passado, Anderson Silva venceu o norte-americano Chael Sonnen. O brasileiro lutou com uma costela trincada, penou durante quatro rounds e, no quinto, acertou um triângulo no adversário, que perdeu por submissão. Na época, o norte-americano também havia disparado uma série de insultos aos brasileiros.

Recomendado para você