Clube da Luta

“Ceará” se inspira no Cachorro Louco, mas venceu no melhor estilo Minotauro

Um exemplo dentro e fora do octógono

No último sábado, o manauara Diego “Ceará” Brandão trouxe mais um título para o Brasil, se consagrando campeão do reality show The Ultimate Figther 14, o primeiro brasileiro a conseguir tal feito, garantindo um contrato como lutador do UFC na categoria Peso Pena. E vamos aos feitos, pois só ganhar o programa parece pouco para o jovem lutador de 24 anos.
Com uma passagem irretocável no programa de TV, ele fez três lutas e conseguiu três nocautes, todos no primeiro round! A agressividade do primeiro nocaute, ainda na fase eliminatória, deixou o chefe Dana White e os treinadores Michael Bisping e Jason Miller chocados! Acha pouco? Pois o campeão dos pesos-meio-pesados Jon Jones é seu parceiro de treinos e rasgou elogios ao “Ceará”.
Diego deu entrevistas afirmando ser fã do “Cachorro louco” Wanderlei Silva. Provou isso durante o programa e entrou para a grande final ao som de “Sandstorm”, a clássica música tema de Wanderlei. “Eu quero lutar como Wanderlei Silva. É por isso que estou no MMA. Da forma que ele luta, deixa todo mundo no Brasil com o coração na boca”, disse Diego ao site MMA Fighting. Mas o que vimos no sábado nos lembrou outro brasileiro que é mestre em deixar a torcida brasileira com taquicardia.
O adversário de Diego foi o norte americano Dennis Bermudez. Após um início bem equilibrado, Diego acertou um bom golpe de direita que desestabilizou Bermudez, mas o americano se recuperou rapidamente e, em seguida, aplicou um Knockdown e castigou o brasileiro com socos no ground and pound. Parecia ser o final da luta e do sonho do manauara, mas, incorporando outra lenda no MMA, o “Ceará” conseguiu encaixar uma justa chave de braço (armlock), vencendo a luta por finalização no primeiro round!
Diego “Ceará” Brandão entrou com o espírito do Wanderlei, mas venceu como Rodrigo “Minotauro” e ganhou além do contrato com o UFC, os prêmios de “melhor luta” e “melhor finalização” da noite! Um bom começo para mais esse jovem talento brasileiro no MMA que já sabe o que fazer com os prêmios conquistados.
“Vou poder comprar a casa da minha mãe em Manaus. Eu te amo mãe. Vou comprar sua casa quando chegar… Eu fiz uma promessa a mim mesmo quando entrei na casa. Agora eu quero gastar U$ 15,000 com as crianças do Brasil que têm câncer e nos hospitais. Eu quero visitar os hospitais. Eu vou fazer no Brasil um natal melhor pras crianças esse ano porque eu não tive um natal feliz desde que meu pai morreu”, disse após o combate, mostrando ser um exemplo a ser seguido dentro e fora do octógono.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − cinco =