Clube da Luta

Balanço 2013: Caio Monstro foi o único lutador cearense invicto no UFC

Caio conquistou venceu as duas lutas que disputou esse ano. Foto: UFC/Divulgação

Caio conquistou venceu as duas lutas que disputou esse ano. Foto: UFC/Divulgação

O ano de 2013 não terminou bem para os lutadores cearenses no UFC. Último ao entrar em ação na temporada, Diego Brandão acabou nocauteado por Dustin Poirier e perdeu
uma grande oportunidade de ingressar no TOP 10 dos pesos-penas. No balanço geral do ano, os atletas da terra subiram 13 vezes ao octógono mais famoso do mundo. Sete
deles saíram derrotados, enquanto seis voltaram pra casa celebrando a vitória.

Apenas um pode se gabar por fechar 2013 invicto, com 100% de aproveitamento: Caio ‘Monstro’ Magalhães. O lutador da Dragon Fight/Nova União somou duas vitórias em dois combates.

Em junho, o peso-médio lutou em Fortaleza e finalizou com o estilo o tcheco Karlos Vemola. Agora em dezembro, levou a melhor sobre o canadense Nick Ring por
decisão unânime, do UFC Austrália.

Brandão foi o último cearense a lutar e saiu derrotado. Foto: UFC/Divulgação

Brandão foi o último cearense a lutar e saiu derrotado. Foto: UFC/Divulgação

Apesar da derrota no sábado, Diego Brandão não teve o ano ruim. Antes, ele vinha de uma sequência de três vitórias, sendo duas delas conquistadas esse ano, diante dos
americanos Pablo Garza (por finalização) e Daniel Pineda (por decisão unânime).

Outro peso-pena, o quixadaense Rony Jason, começou o ano com triunfo, ao derrotar por
finalização o inglês Mike Wilkinson, mas se despediu de 2013 com um duro nocaute para o americano Jeremy Stephens, em 40 segundos de luta, no UFC Goiânia. Desfecho
praticamente idêntico ao do peso-leve Renee Forte. O atleta, natural de Fortaleza, acumulou o cartel de uma vitória e uma derrota no ano. Venceu Terry Etim na decisão
dos juízes e acabou nocauteado por John Makdessi.

Pepey sofreu um duro nocaute para Sam Sicilia em novembro. Foto: UFC/Divulgação

Pepey sofreu um duro nocaute para Sam Sicilia em novembro. Foto: UFC/Divulgação

Quem realmente teve um ano ruim no Ultimate foram os cearenses Godofredo Pepey e José Maria ‘Sem Chance’. Ambos, perderam as duas lutas que disputaram. Com o mesmo fim: nocaute técnico. Na ‘corda bamba’, a dupla vive a expectativa de ganhar mais uma chance em 2014.

Do elenco de sete lutadores com contrato com o UFC, o único que não subiu ao octógono foi Thiago Alves. Se recuperando de uma série de lesões, ‘Pitbull’ – como é conhecido – não luta desde março de 2012 e tem retorno agendado para
o início do próximo ano.

Veja o desempenho dos lutadores cearenses do UFC em 2013:

Caio Monstro (2 vitórias)
1) Venceu Karlos Vemola por finalização (08/06)
2) Venceu Nick Ring por decisão unânime dos juízes (08/06)

Diego Brandão (2 derrotas e 1 vitória)
1) Venceu Pablo Garza por decisão unânime dos juízes (08/04)
2) Venceu Daniel Pineda Decisão unânime dos juízes (17/08)
3) Perdeu para Dustin Porieer por nocaute técnico (28/12)

Rony Jason (1 vitória e 1 derrota)
1) Venceu Mike Wilkinson por finalização (08/06)
2) Perdeu para Jeremy Stephens por nocaute técnico (09/11)

Renee Forte (1 vitória e 1 derrota)
1) Venceu Terry Etim por decisão unânime (16/02)
2) Perdeu para John Makdessi por nocaute técnico (21/09)

Godofredo Pepey  (2 derrotas)
1) Perdeu para Felipe Arantes por nocaute técnico (08/06)
2) Perdeu para Sam Sicilia por nocaute técnico (09/11)

José Maria ‘Sem Chance’ (2 derrotas)
1) Perdeu para John Lineker por nocaute técnico (03/08)
2) Perdeu para Dustin Ortiz por nocaute técnico (09/11)

Thiago Pitbull (0)
Não lutou em 2013 (lesionado)

BALANÇO GERAL
Total de lutas: 13
Vitórias de cearenses: 6
Derrotas de cearenses: 7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.