Clube da Luta

Nesta sexta: cearense e potiguar representam o Nordeste no Bellator

Esq. para dir.: Carlos Eduardo Cachorrão, Guilherme Santos e Philipe Monstro

Esq. para dir.: Carlos Eduardo Cachorrão, Guilherme Santos e Philipe Monstro

O Nordeste será muito bem representado na noite desta sexta, 11, no Bellator, pelo cearense Carlos Eduardo Cachorrão e o potiguar Luiz Philipe Monstro. Os atletas meio-pesados (até 93 kg) vão enfrentar os norte-americanos Rodney Wallace e Travis Clark. Faltando poucas horas para os combates, o Blog Clube da Luta conversou com a dupla da equipe Nova União.

Com currículos impressionantes, Cachorrão e Monstro querem fazer a dobradinha de vitórias para a equipe Nova União. O cearense está sem perder desde 2008, com uma sequencia de nove vitórias, e conquistou o cinturão dos meio-pesados do Shooto, antes de entrar no Bellator. Já o potiguar está invicto na carreira com sete vitórias e se tornou campeão do Bitetti Combat, antes de ser contratado pela organização norte-americana.

Cachorrão fará sua segunda luta no Bellator. Na estreia, em outubro de 2013, ele finalizou Wayman Carter no primeiro round. O oponente para o duelo deste sábado será Rodney Wallace. O cearense espera soltar ainda mais seu jogo nesta nova apresentação.

“Fiz um treinamento mais focado na parte em pé, não esquecendo minhas raízes, o jiu-jitsu. Fiz um treino igual aos outros campings, porém, dei mais ênfase na trocação. Das outras vezes, eu senti que travava um pouco na parte em pé, não confiava na minha mão. O Dedé Pederneiras (líder da Nova União), Danilo Dragon (Dragon Fight) e Guilherme Santos (Nova União Ceará) perguntavam o motivo de eu não confiar. Dessa vez, vou ter mais calma, até mesmo por que, vai ser minha segunda luta no evento. Espero dar show, se for nocaute ou finalização, coloco nas mãos do ‘Papai do Céu’, que ele me abençoe para eu trazer mais uma vitória”, disse Cachorrão ao Blog Clube da Luta.

Monstro, treinado pelo mestre Jair Lourenço, da Kimura/Nova União, estreará no Bellator após atropelar sete adversários no circuito nacional de MMA. Atrás de voos mais altos na carreira, o potiguar faz sua primeira luta internacional contra Travis Clark e garante uma apresentação sem pressão. “Estou bem treinado, não tenho pressão nenhuma lutando internacionalmente, mesmo sendo minha estreia. Sei o que vou fazer, estou pronto para sair na porrada e trazer essa vitória para a Nova União”, disse Luiz Philipe.

GP do Bellator, experiência de lutarem no mesmo card e luta entre parceiros de treino

Para ser campeão de qualquer categoria do Bellator, o lutador da organização deve primeiro vencer o GP, que funciona com combates eliminatórios. O cearense e o potiguar vão fazer lutas casadas, portanto ainda não será dessa vez a estreia no GP. Porém, as duas feras estão na expectativa de chegar lá. “Meu objetivo é entrar no GP. Estou aqui para isso, para ser campeão”, afirma Monstro.

Sobre a experiência de fazer uma luta no mesmo card de um companheiro de equipe, Cachorrão revela que fortaleceu ainda mais a preparação para o combate. “Isso é sempre bom. Para as lutas, só viaja eu e o Guilherme. Então é bom, hoje ele (Philipe Monstro) está com a gente, com uma energia muito boa e luta na mesma categoria. “Eu faço a primeira luta e ele faz a segunda. Ele está correndo atrás do mesmo sonho que eu”, conta o “Big Dog”.

Sobre um possível duelo entre eles, já que são da mesma categoria, a dupla descarta qualquer hipótese. “Se fosse para lutar, eu não lutaria, ate mesmo por que isso não existe. A gente é parceiro de equipe. Por dinheiro nenhum lutaria com alguém da minha equipe”, diz Cachorrão. “Não quero lutar com ele. O Eduardo é meu parceiro de treino, meu amigo. E, amigo não luta contra amigo”, completa Monstro.

Confira o card completo do Bellator 116
Pechanga Resort & Casino, em Temecula, na Califórnia
11 de abril de 2014

CARD PRINCIPAL

Lavar Johnson (111,27 kg) vs Blagoy Ivanov (115,98 kg)

Nathan Coy (77,38 kg) vs Adam McDonough (77,52 kg)

Vladimir Matyushenko (93,21 kg) vs Joey Beltran (92,76 kg)

Mighty Mo (120,16 kg) vs Alexander Volkov (106,91 kg)

CARD PRELIMINAR

Joe Pacheco (84,32 kg) vs Brandon Halsey (84,28 kg)

Dave Vitkay (83,64 kg) vs Keith Berry (84,1 kg)

Josh Smith (70,22 kg) vs Poppies Martinez (70,35 kg)

Brandon Bender (66,13 kg) vs Mario Navarro (65,77 kg)

Joe Taimanglo (61,51 kg) vs Rob Emerson (61,69 kg)

Ron Keslar (77,47 kg) vs Karo Parisyan (77,43 kg)

Ricky Rainey (77,11 kg ) vs Andy Murad (81,15 kg)

Philipe Lins (93,03 kg) vs Travis Clark (93,03 kg)

Carlos Eduardo (92,99 kg ) vs Rodney Wallace (93,35 kg)

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + oito =