Clube da Luta

Entrevista: cearense Eduardo Cachorrão ganha chance para lutar no GP do Bellator

Cachorrão celebra a história vitoriosa no Bellator. Foto: Reprodução TV

Cachorrão já fez duas lutas no Bellator. Foto: Reprodução TV

O guerreiro cearense da Nova União, Carlos Eduardo Cachorrão, vai finalmente estrear no GP da organização no dia 6 de junho. Depois de fazer duas apresentações no evento, o peso-meio-pesado impressionou o presidente do Bellator, Bjorn Rebney, e ganhará a chance de disputar o torneio. O Blog Clube da Luta entrevistou o lutador que falou sobre a oportunidade, o último confronto e o próximo adversário.

Cachorrão lutou duas vezes no Bellator, nas quais conseguiu uma vitória e uma derrota. Ele venceu Wayman Carter em outubro de 2013 e perdeu para Rodney Wallace em abril de 2014. O resultado desse último confronto foi bastante contestado. O cearense dominou dois rounds e o Wallace um, mas os juízes do combate deram a vitória por decisão unânime para o norte-americano. Até o presidente da organização reconheceu a superioridade do cearense e enviou uma carta para o atleta, além de mandar o convite para participar do GP.

“Ele (Bjorn Rebney) mandou uma carta me parabenizando e um convite para estrear na primeira rodada do meio-pesado em Oklahoma, nos Estados Unidos. Isso mostra que estou fazendo um bom trabalho e representando o nosso Ceará”, contou Cachorrão.

O cearense vai enfrentar Kelly Anundson no torneio dos meio-pesados. No Bellator, para disputar o cinturão, o atleta deve vencer o GP. A estreia de Cachorrão ocorrerá em um grande evento, que terá como luta principal a disputa pelo título do peso-pena entre o campeão Pat Curran e o brasileiro Patrício Pitbull.

Confira a entrevista completa de Carlos Eduardo Cachorrão para o Blog Clube da Luta:

[youtube]http://youtu.be/yJSfM9xDUMM[/youtube]

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *