Clube da Luta

ENTREVISTA: Pepey conta como foi a experiência de treinar com campeões do UFC nos Estados Unidos

885 1
Pepey na Kings MMA com Wanderlei Silva, Fabrício Werdum e Rafael Cordeiro. Foto: Arquivo Pessoal.

Pepey na Kings MMA com Wanderlei Silva, Fabrício Werdum e Rafael Cordeiro. Foto: Arquivo Pessoal.

Entre o final de agosto e o início de setembro, Godofredo Pepey partiu para os Estados Unidos para um período de intercâmbio na academia Kings MMA, liderada pelo mestre Rafael Cordeiro. Por lá, teve como companheiros de treino dois campeões do UFC: Rafael dos Anjos – detentor do cinturão dos pesos-leves – e Fabrício Werdum – dono do título dos pesos-pesados.

No tour pela Terra do Tio Sam, o atleta cearense passou ainda por Las Vegas e aprimorou o seu jogo de luta em pé e solo. Em entrevista exclusiva ao Blog Clube da Luta, Pepey – que vive grande e está embalado por três vitórias seguidas – contou como foi sua experiência em solo americano. Revelou ainda que recentemente sofreu uma lesão, contou como está se preparando para voltar a luta e garantiu mais um show em sua próxima luta. Confira o bate-papo:

Clube da Luta: Como surgiu a oportunidade de você treinar nos Estados Unidos?
Pepey: a oportunidade de treinar nos Estados Unidos surgiu com um intercâmbio que fiz com o mestre Rafael Cordeiro, que é mestre do André Dida, que eu meu head coach.
Então, surgiu dessa maneira. Algumas equipes já tinham me convidado para treinar o meu wrestling lá e a parte de preparação física. A parte de lutas mesmo, de MMA, de
muay thai e jiu-jitsu eu treinei na Kings MMA, lá em Huntington Beach, nos Estados Unidos, com o mestre Rafael Cordeiro. Foi muito bom eu passar essa temporada lá, de
muito aprendizado e de muita coisa positiva.

Pepey ladeado por Rafael dos Anjos, campeão dos pesos-leves do UFC. Foto:Divulgação

Pepey ladeado por Rafael dos Anjos, campeão dos pesos-leves do UFC. Foto:Divulgação

Clube da Luta: nesse intercâmbio, você acabou treinando com Rafael dos Anjos (campeão dos pesos-leves) e Fabrício Werdum (campeão dos pesos pesados), nomes de peso no UFC. Como foi essa experiência?
Pepey: É muito bom poder treinar com os campeões Rafael dos Anjos e Fabrício Werdum. Com o próprio mestre Rafael Cordeiro, que já fez nomes como Wanderlei Silva,
Anderson Silva, André Dida e Cris Cyborg. Muita gente boa mesmo. No tempo do Pride, do Murilo Ninja e do Shogun, eu assistia pela televisão e pelo computador e dizia:
“eu ainda quero treinar com esses campeões aí”. E hoje Deus me proporcionou isso de eu ter ido para os Estados Unidos treinar com eles. Foi uma experiência de outro
mundo treinar com os campeões mesmo, ver que dá para chegar lá com certeza. Dá para chegar onde eles estão. Dá para galgar o mesmo caminho deles, ou diferente, desde
que tenha o mesmo propósito, o mesmo resultado. Ver que eles não são de outro mundo também. São totalmente gente boa, carismáticos, que batalharam muito na vida e que
tiveram uma história de vida no MMA.

Clube da Luta: Como espera colocar em prática o que você aprendeu nesse intercâmbio que você fez nos Estados Unidos?
Pepey: Espero aproveitar de maneira muito boa. Aprendi muita manha, que eu já sabia, mas que faltava detalhe. Aprendi muita coisa de wrestling e de MMA. Manhas que
queira ou não queira não sabia. Aprendi e espero a usar na próxima luta e coisas que venham a ser a surpresa. A melhor tática que a gente tem a é a surpresas.
Aprendi, tô usando, tô praticando. No dia que casarem minha luta e no dia que der certo vou colocar em prática

Pepey curtindo a visita em Las Vegas. Foto: Arquivo Pessoal

Pepey curtindo a visita em Las Vegas. Foto: Arquivo Pessoal

Clube da Luta: quando veremos o Pepey lutar novamente no UFC?
Pepey: Não sei ainda quando vou voltar a lutar. Estou com uma pequena lesão. Tenho que cuidar dessa lesão, cuidar de mim. Passei um tempo treinando, mesmo em ‘off’,
liguei o ‘on’. Não descansei nenhum minuto. Tenho que cuidar logo dessa lesão. Quero voltar logo logo para todos os meus fãs que estão esperando há muito tempo.
Recentemente o UFC casou uma luta pra mim, mas infelizmente não vou poder cumprir essa tarefa agora. Seria uma honra eu esperar essa luta para depois. Agora vou ter
cuidar da minha lesão, melhorar, treinar em off e logo logo estarei de volta. Garanto a vocês que vou voltar com um show para todos os fãs de MMA.

Clube da Luta: Tem preferência por adversário em sua próxima luta?
Pepey: Preferência por adversário não tenho. Só espero que o UFC coloque alguém ranqueado para lutar comigo. Venho de três vitórias seguidas, de três bonificações da
noite, venho com uma evolução constante. Não menosprezando ninguém, mas eu queria lutar com quem viesse de várias vitórias, com um cara ranqueado. Minha quarta luta
vai ser uma explosão, tenho certeza disso, porque estou treinando muito e me dedicando muito.

Pepey tietando o campeão dos pesos-moscas Demetrious Johnson. Foto: Arquivo Pessoal

Pepey tietando o campeão dos pesos-moscas Demetrious Johnson. Foto: Arquivo Pessoal

Clube da Luta: onde você espera fazer sua próxima luta?
Pepey: Tanto faz. Pode ser aqui no Brasil, mas fãs de outros países também querem me ver lutar lá fora. Luto em qualquer canto. Fico amarradão em representar o Brasil
mundo á fora.

Clube da Luta: Quer deixar algum recado aos seus fãs e seguidores?
Pepey: Obrigado a todos. Só tenho a agradecer os meus fãs e que tem tá junto comnigo. Quem não gosta ainda do meu estilo de lutar, ainda vai gostar. Tenho certeza
disso. Hey…

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *