Clube da Luta

Nocautes e finalizações agitam Extreme Fighter 13 em Crateús; confira os resultados!

Uma das lutas valeu o cinturão dos pesos-galos. Foto: Bruno Balacó

A cidade de Crateús foi palco pela 2ª vez na história de um grande evento de MMA. Quatro após o Crateús Fight Night, o ginásio Deromi Melo recebeu com bom público neste sábado (14) a 13ª edição do Extreme Fighter. A noite contou com duelos envolvendo vários atletas da casa e também atrações vindas de Fortaleza, Sobral e Camocim.

Dos seis duelos, foram dois nocautes, duas finalizações e dois combates decididos por pontos. O destaque do evento foi a vitória do sobralense Rafael Kamikazi sobre o crateuense Rafael Curinga, em combate que valeu cinturão. Após um início empolgante na luta em pé, o duelo acabou indo para o solo. Rafael, então, mostrou que está com o jiu-jitsu em dia e aplicou uma guilhotina em Curinga, confirmando sua vitória após 3 minutos e 30 segudos de luta. Com o resultado, Kamikazi se mantém campes

Na luta principal da noite, Odali Filho ‘Gorilão’ e Jhonathan Negão mediram forças em duelo da categoria meio-pesado (até 93kg). O duelo se desenvolveu quase que inteiramente em pé, com os dois lutadores alternando bons momentos. Negão ainda conseguiu um knock-down, levando Odali ao chão. Ao fim de três, Jhonathan Negão foi declarado vencedor por decisão dividida, para a decepção do público, que torceu em sua maioria para o atleta crateuense.

Mas o público da casa fez a festa com um dos grandes nomes da arte-marcial na cidade. Em duelo de NO-GI (jiu-jitsu), Diego Espartano não deu chances para Juan Gadelha e venceu o combate por finalização, ao encaixar uma guilhotina com 1 minuto e meio de luta. No combate de abertura da noite, entre dois estreantes, Rodrigo Nepomuceno levou a melhor sobre Carlos Rato, com uma vitória contundente por nocaute técnico.

Confira os resultados do Extreme Fighter 13:
Jhonathan Negão venceu Odali Filho Gorilão por decisão unânime.
Rafael Kamizaki finalizou Marcelo Curinga com um mata-leão aos 3min30seg do 1º round
Jossione dos Santos venceu Bruno Tsunami por decisão dividida
Marcos Gigante venceu Fagner Androide por nocaute técnico com 3min36seg do 3º round.
Diego Espartano finalizou Juan Gadelha com uma guilhotina com 1min30seg (NO-GI).
Rodrigo Nepomuceno venceu Carlos Rato por nocaute técnico com 1min03seg do 1º round

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *