Discografia

Zélia Duncan e Zeca Baleiro se apresentam juntos em Fortaleza

Foto: Alexandre Moreira

Foto: Alexandre Moreira

Há mais de dez anos, Zélia Duncan e Zeca Baleiro estão se paquerando e vendo se as afinidades permitem que eles realizem algo juntos. Nesse tempo, já tiveram encontros rápidos, partilharam momentos íntimos e até assumiram o amor mútuo em público. O resultado mais claro desses anos trocando figurinhas musicais será conferido este fim de semana, quando os dois artistas trazem a Fortaleza a turnê onde dividem o palco, as histórias e os repertórios.

O show que reúne dois artistas revelados na ebulição de ideias dos anos 1990 acontece no Teatro RioMar, em duas sessões neste sábado. Sozinhos no palco com seus violões, Zélia e Zeca apresentam um repertório que passeia por canções emblemáticas da carreira de ambos, como Catedral e Telegrama. O show, dividido entre momentos solo e em dupla, também traz algumas escolhas aleatórias de artistas que eles admiram, como Accioly Neto, Tom Zé e as duplas Antônio Carlos & Jocafi e Luli & Lucina.

E, para solidificar essa admiração recíproca e confessa, eles apresentam as primeiras parcerias dessa década de amizade. A primeira é a balada Se um dia me quiseres, gravada por Zélia Duncan no álbum Pelo sabor do gesto (2009). Em seguida, eles fizeram Escandarado e Fox baiano. Esta última, uma parceria com o “novo baiano” Luiz Galvão, já virou single, ganhou as rádios e está à venda pelo ITunes. “Ele (Galvão) é meu parceiro em duas outras canções e me mandou uma letra bem no momento em que eu e a Zélia ensaiávamos pra estrear este show. Aí, mostrei pra ela, ela curtiu, deu o start e nasceu Fox baiano, nossa parceria a três”, lembra Baleiro por email.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=J6Usbz8dI70[/youtube]

O maranhense também adianta que esse encontro com Zélia Duncan deve, em breve, sair dos palcos e ganhar outras mídias. No entanto, ele, que é workaholic, precisa botar na praça outros projetos que já estão engatilhados – um DVD e um App para tablets com seu projeto infantil (Bichos esquisitos), o CD e DVD com o repertório de Zé Ramalho, um projeto inédito com Naná Vasconcelos e Paulo Lepetit e o programa do Canal Brasil Baile do baleiro.

Além do humor e da gentileza, é essa diversidade de atividades que impressiona Zélia Duncan quando o assunto é seu parceiro de palco. “Zeca tem sido, há um ano, uma revelação, um parceiro que me provoca e estimula. O parceiro que mais arranca de mim, até melodias. Ele me faz muito feliz como autora, me deu uma autoconfiança pra compor, como nunca antes”, elogia, por email, a amiga que até aceitou a sugestão de Baleiro de cantar o clássico cafajeste Mulheres, de Martinho da Vila. Quando perguntada sobre o porquê dessa escolha, ela desconversa. “Pergunta pra ele!! rsrsrs Porque ele que deu a ideia”.

Serviço
Zélia Duncan & Zeca Baleiro
Quando: sábado (21), às 19h30 e 22h
Onde: Teatro RioMar (Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)
Quanto: R$ 140. À venda pelo Ingresso Rápido e no local
Telefone: 3261.0665

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.