Discografia

Soledad adianta disco de estreia com o lançamento de Portentosa

Soledad_foto_NicolasGondimQuando participou da segunda turma do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, cantora Soledad Brandão teve como tutor o paulistano Gui Amabis. O músico, compositor e produtor – reconhecido por trabalhos como Vagarosa (2009) e Caravana Sereia Bloom (2012), ambos da Céu, e do coletivo Sonantes (2008) – participou da reformulação do projeto As nuvens serão um colar de margaridas, que já vinha sendo apresentado pela artista cearense. Desse encontro, vieram mudanças no nome do projeto e da cantora, que agora atendem somente por Soledad.

Outro fruto da parceria de Soledad e Gui será apresentado nesta sexta-feira (24), no Mambembe. Trata-se do single Portentosa, que dá as primeiras pistas do que vai ser o disco de estreia da fortalezense que conta cinco anos de carreira na música. Com letra de Uirá dos Reis e melodia de Vitor Colares, a balada trata de amores e incertezas sob uma melodia costurada com guitarras, orquestrações etéreas e um vocal exalando sensualidade. Além de Portentosa, outras três canções foram finalizadas durante a estada de cinco dias do produtor em Fortaleza. No entanto, as outras três ficarão guardadas esperando o momento certo de chegarem ao público.

“Essa música nasceu do desejo deles (os compositores) de trabalhar comigo. Um dia, voltando de uma viagem, o Uirá disse que tinha uma surpresa. Eram poemas feitos para mim, que surgiram de conversas nossas sobre essa coisa chata que é amar”, brinca Soledad contando que as poesias foram enviadas para Vitor Colares, na época morando em São Paulo. Portentosa foi a primeira a ficar pronta e foi apresentada à intérprete por telefone. O resultado não agradou. “Ele começou a tocar pelo viva-voz e eu não gostei da melodia. Ouvindo pelo telefone, é difícil sentir. Mas, o Vitor veio fazer um show no Salão das Ilusões, tocou a música e eu chorei direto”, lembra.

A festa de lançamento de Portentosa também dá início à campanha de financiamento coletivo do disco de estreia de Soledad pelo Catarse. Além do site, as colaborações do público também serão recebidas amanhã, ao final do show, em valores entre R$ 5 e R$ 50. Quem doar acima de R$ 20 recebe um cartaz desenhado por Samuel Tomé, artista visual que será responsável pela capa do disco.

Ainda sem uma data prevista para lançamento, o álbum de Soledad deve reunir composições de nomes cearenses como Rodger Rogério, Gero Camilo, Daniel Groover e Danilo Guilherme. “Portentosa é a música que melhor representa o disco, tanto musical como poeticamente. Tem a lembrança da minha relação com os meninos. O disco vai caminhar por aí, mas, outras coisas vão numa pegada afrobeat, mais agitada. Ele representa a minha vida, as coisas que passam por ela”, explica a cantora.

Serviço
Festa Portentosa
Quando: sexta-feira (24), às 20h
Onde: Mambembe (Rua dos Tabajaras, 368 – Praia de Iracema)
Quanto: aberto ao público
Outras informações: 3048 6060

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.