Fisioterapia & Saúde

Fisioterapeutas Imaturos ou Omissos?

317 3

foto IIAinda muito impressiona duas características no profissional fisioterapeuta uma a timidez de mostrar seu ponto de vista diante de assuntos polêmicos que afetam a sua rotina profissional, como muitos já discutidos nesse blog, o outro é pecar por omissão e não aproveitar espaços conquistados como esse para denunciar descasos, confrontar idéias e apresentar soluções. Mas vejo esse processo como uma imaturidade profissional, levando em consideração que temos apenas quarenta anos de existência profissional, entendo que fomos codificados reabilitadores, isso fica impregnado como profissionais executores de recursos, todos esses aspectos nos acompanham e nos tornam limitados no processo de transformação em cientistas e pensadores, o que nos deixa ainda mais triste é que na base da construção desse profissional tenha praticamente inexistido uma formação sociológica, filosófica e antropológica, para piorar essa construção o pouco que tínhamos nesse aspecto foi extinto pelos novos formatos das matrizes curriculares aprovadas pelo Ministério da Educação MEC, com intuito de salvação financeira por parte das instituições de ensino superior, chegando ao absurdo de eliminar disciplinas que estudam a psique humana como psicologia. fotoEm nosso entender é preciso manifestar o saber crítico para entender a complexidade do ser humano na busca de oferecer propostas de promoção de saúde individual e coletiva, bem como recuperar disfunções manifestadas seja do ponto de vista físico e psicológico. De que forma pode-se oferecer recursos com autonomia e cientificidade se nos posicionamos como seres embrionários? Mantemos atitudes de forma tal parecer estar no ambiente uterino sem a percepção da luz em nossa presença. Caros colegas acreditem na importância da ciência da Fisioterapia na capacidade que a mesma tem de transformar essa sociedade. Cronologicamente quarenta anos para um ser humano é ponto de partida da maturidade, mas para a ciência é apenas uma semente plantada em território inexplorado, temos certezas que novos dias virão e conquistaremos muitos outros espaços junto à sociedade, construiremos nossa academia literária, seremos requisitados nas grandes decisões sociais, seremos lembrados com cientistas e pensadores capazes de manifestar nossas ações e pensamentos na construção de uma sociedade mais humana e saudável.  

3 Comentários

  • Ewertom disse:

    Jorge,

    A questão vai muito mais além a omissão e a imaturidade… Creio que existam inúmeras razões e que todas elas estejam interligadas, culminando com uma verdadeira bola de neve.

    Creio que uma dia seremos sim reconhecidos, mas esse dia ficará longe se os próprios profissionais não começarem a tentar sanar essas debilidades.

    Saudações!

  • Rivaldo Novaes disse:

    Ewerton, normalmente alunos reproduzem o que falam ou o que fazem os seus professores. Alguns destes dão o mau exemplo, infelizmente, e não é só no nível superior, mas desde o ensino fundamental. O que é mais complicado no ensino universitário? O professor desestimulado e desestimulador, criando uma legião de reprodutores da falta de iniciativa e de sensibilidade para com o ser humano.

    Autonomia profissional significa RESPEITO AO SER HUMANO. Abraços.

  • Thalynne disse:

    Jorge, talvez esses profissionais não querem se comprometer certas coisas o que acaba dificultando a evolução da profissão fisioterapia.
    Acredito, também, ser uma das coisas fundamentais na formação do profissional fisioterapeuta disciplinas que estudam a psique humana, o que o levaria a ser um trabalhador mais capacitado e, talvez esteja a esse ponto o que poderia diferenciar o fisioterapeuta de outras profissões médicas. Portanto, essas disciplinas do oerído de formação de novos profissionais, nós, enquanto fisioterapeutas e estudantes de fisioterapia tedemos, cada vez mais, a cair no “degrau da escada” no que diz respeito às diversas áreas da saúde.
    Abraços

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *