Fisioterapia & Saúde

Aprovação do projeto de lei do Ato Médico

1014 80

A Comissão de Educação e Cultura aprovou nesta quarta-feira (7) o projeto de lei do Ato Médico, que regulamenta e define as atividades privativas dos médicos. Os membros da comissão aprovaram o parecer do relator Lobbe Neto (PSDB-SP), que permite que a acupuntura seja uma atividade exercida por médicos e outros profissionais da saúde.

O parecer do tucano também determina que os procedimentos para realizar tatuagem podem ser exercidos por profissionais não médicos. Segundo o texto que chegou à comissão, e alterado pelo relator, tatuagens e a acupuntura deveriam ser exclusivos dos médicos.

De acordo com a Associação Brasileira de Acupuntura, cerca de 30 mil profissionais da saúde exercem atualmente a técnica no país. Desses, 20% (6 mil) são médicos.

Como o Congresso em Foco mostrou  a atividade da acupuntura restrita a médicos provocou polêmica na Casa. Profissionais de saúde como os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais destacaram que a acupuntura sempre foi realizada por diversos profissionais da área e que a categoria médica só expressou interesse por essa atividade nos últimos anos, quando a acupuntura passou a ter um mercado maior.

 

O relator da proposta retirou do texto outros pontos que têm causado divergências entre os profissionais de saúde. Lobbe Neto acrescentou o termo “médico” ao conceito de “diagnóstico nosológico” na tentativa de explicitar que esse tipo de diagnóstico não é exclusividade dos médicos.

 

Outra modificação se trata da retirada da “emissão dos diagnósticos anatomopatológicos e citopatológicos” do rol das atividades privativas de médico. O relator alterou ainda o inciso I do art. 5º, acrescentando a expressão “de” para deixar claro o que são considerados serviços médicos.

 

“A alteração pretende estabelecer que é privativo de médico ‘a direção  e chefia de serviços de médicos’, permitindo para as outras categorias da área de saúde não só a direção administrativa  de  serviços  de  saúde,  como  também  a  possibilidade  da  ação  efetiva  na  área técnica”, defende Lobbe Neto em seu parecer.

 

A proposta ainda precisa ser votada pela Comissão de Seguridade Social, Comissão de Constituição e Justiça e pelo plenário da Câmara. O projeto caminha em caráter de urgência. Neste momento, os membros da Comissão de Seguridade Social participam de audiência pública para debater o projeto do Ato Médico..

De acordo com o presidente do Conselho Federal de Biomedicina, Silvio Cecchi, a atual preocupação dos profissionais da saúde que não são médicos é a votação dessa proposta na Comissão de Seguridade Social e Família. O relator do Ato Médico nesse colegiado é o deputado Eleuses Paiva (DEM-SP), médico por formação. 

Para o primeiro secretário da Câmara, Rafael Guerra (PSDB-MG), o Ato Médico deve ser encaminhado o quante antes ao plenário. Segundo o tucano mineiro, que também é médico, o projeto não deve mais fazer concessões a outros profissionais da saúde.

Fonte: http://congressoemfoco.ig.com.br

80 Comentários

  • Ewertom disse:

    Uma vitóia! Porém, precisamos continuar a luta, pois esta foi apenas uma batalha, precisamos contudo vencer a GUERRA!

    Saudações!

  • Claudia Araujo disse:

    Já é muito empolgante, mas ainda não está concluso.
    Vamos ficar atentos e apelar para o bom senso de pessoas sérias e justas!

  • Concordo com os amigos acima.

  • Natan Brito disse:

    O ato médico é equívoco, fisioterapeutas são os principais responsáveis pela reabilitação fisico-funcional , enquantos os médicos não são aptos para o mesmo,cuidem eles de ações medicamentosas e cirurgicas onde eles gostam de ganhar dinheiro, FORA O ATO MÉDICO!!!!

  • Camila Silva disse:

    O Ato médico é um absurdo, os médicos querem dominar áreas que não entendem e não os pertencem!! Médico não é Fisioterapeuta para prescever o tratamento fisioterápico! Cada profissional deve realizar suas devidas funções, colocar em prática o que cada um estudou ao longo dos anos!!!
    ABAIXO O ATO MÉDICO!!!

  • HELEN disse:

    DIGA NÃO AO ATO MÉDICO.
    ISSO É UM DESRESPEITO PARA COM A POPULAÇÃO EM GERAL

  • VANDA SCOPEL disse:

    O Ato médico primeiramente parecia apenas a criação da Lei do exercício profissional do médico, que apesar da profissão ser antiga, eles não possuem.
    OCORRE QUE AO INVÉS DE CRIAREM POLÊMICA CRIANDO A TERMINOLOGIA ATO MÉDICO E FICAREM DISCUTINDO O QUE É EXERCÍCIO LEGAL DE UM OU OUTRO PROFISSIONAL….FICASSEM QUIETO E FIZESSEM A LEI DO EXERC´CIO PROFISSIONAL DO MÉDICO E ACABOU…SÓ QUE FICARAM CRIANDO POLÊMICA DESNECESSÁRIA…COLOCANDO O DEDO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL DOS OUTROS TANTOS PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE.

    Atualmente tem-se claro que trata-se de RESERVA DE MERCADO…os médicos querem ser os poderosos, onipotentes que tudo sabem….meu Deus…eles bem sabem que a formação profissional da medicina não dá essa formação e conhecimento completo que eles dizem ter…
    PRA QUE PERDER TEMPO BRIGANDO DESNECESSÁRIAMENTE….FICAR AMARRADO AO PASSADO…OS TEMPOS SÃO OUTROS…EXISTEM MUITOS PROFISSIONAIS MUITO BEM FORMADOS E COMPETENTES PARA EXERCEREM CADA UM SUA PROFISSÃO..POR QUE OS MÉDICOS QUEREM DAR AS CARTAS…DIZER O QUE CADA UM PODER OU NÃO PODE FAZER..
    SÓ PELO PODER..PARA DIZER QUEM É QUE MANDA…ESTÃO SE SENTINDO ENFRAQUECIDOS POR CAUSAS DOS OUTROS PROFISSIONAIS..ESTÃO PERDENDO ESPAÇO…ESTÃO GANHANDO MENOS DINHEIRO..ESTÃO MENOS DESVALORIZADOS…O QUE SE SABE É QUE É UMA BRIGA DESNECESSÁRIA QUE CAUSA PREJUÍZO AOS PACIENTES..FATO QUE NÃO ESTÁ SENDO RELEVANTE…POIS O FOCO NÃO ESTÁ SENDO O PACIENTE…E SIM A GUERRA PELO PODER!!!
    É UMA PENA…É UMA VERGONHA!!!

  • leti disse:

    Concordo plenamente.. sow estudante de fisioterapia e como todos vejo o ato medico como um verdadeiro desrespeito a nossa profissão.. tirando de certa forma nossa autonomia (a qual foi conquistada com tanto sacrificio) .. somos aptos a fazer um diagnóstico cinesiologico funcional e determinar o tratamento de nossos pacientes sem intervenção de medico nenhum ..

    NÃO AO ATO MÉDICO

  • Tay disse:

    O problema é que os médicos querem ter o poder em suas mãos principalmente para prescrever dietas esquecendo que existe nutricionista formado para isto, esse é o problema prescrever o que eles nem sabem como funciona a “dietoterapia”, sem avaliar e sem determinar as necessidades nutricionais do paciente como se todos fossem iguais, para nós nutricionistas cada paciente merece a atenção única porque cada um é único.

  • Flavio Eduardo disse:

    Eu tenho quase certeza que a crise ta atingindo essa galerinha do estetoscópio no pescoço hehe, pq não tem lógica tamanha babaquisse.Outro dia aqui em Brasília teve um que num surto de sei lá oque, andou falando pelos cotovelos de fisioterapeuta, que so pq colocava um esteto no pescoço ja achava que era médico, que não tinha nem noção de exames, que teriam que agir somente sob supervisão médica,bla bla bla, resultado… teve que retratar por ordem judicial na mesma revista em que fez a merda com pedido de desculpa formal.
    NÃO SE ENGANEM,NOS SOMOS MUITOS E NÃO SOMOS FRACOS!!NOS RESPEITEM!!
    Por tanto caros colegas NÃO MÉDICOS, estejamos por dentro destas questões, lendo e nos informando principalmente sobre esse projeto dito de “lei”,e dos politicos que os regem pq 4 anos passam rapido e aí tome eleição, e tambem pq de fato pq a classe que nunca erra, os heróis da saude do povo querem mandar em tudo, ja estão aos poucos monopolizando os convênios.
    “QUE A POPULAÇÃO TAMBEM ACORDE!!!”

  • Nelson Meira Carneiro disse:

    Como acupunturista a 15 anos e com varios cursos correlatos com a TRADICIONAL MEDICINA CHINESA onde se insere a acupuntura protesto veementemente contra o ato médico por considera-lo uma atitude ditatorial e incompativel com o estado democrático de direito.
    A maioria dos médicos que exercem acupuntura usam-na em desacordo com as teorias de base da MTC>
    Muitos não sabem do que se trata por exemplo síndromes da MTC tais como :
    FLEUMA OBSCURECENDO A MENTE
    fLEUMA FOGO AFETANDO CORAÇÃO
    DEFICIÊNCIA DO QI DO ESTÔMAGO
    YAG HIPERATIVO DO FÍGADO
    AUSÊNCIA DE FIRMEZA DO QI DO RIM.

  • Rossílvia Santana disse:

    Realmente é uma vergonha a aprovação desse projeto d lei. Querem ser os donos da situação, quando o que se vê são pacientes que tiveram suas cirurgias trocadas, era p ser de um órgão e foi de outro q nada tinha haver…tudo passa e fica esquecido os erros dos “sabe-tudo”. É uma lástima que em pleno séc. XXI, estejamos à mercê de quem nos digam o que fazer e quando fazer com aquilo que ralamos anos a fio para aprendermos. Sou acadêmica do 6° período de Nutrição e digo NÃO AO ATO MÉDICO!!! Temos todos que nos mobilizarmos, vamos correr atrás dos nossos Direito…
    ê Brasil, sei não viu!

  • Christine Araújo disse:

    JÁ QUE ELES ESTÃO LUTANDO TANTO PELOS PROCEDIMENTOS INVASIVOS. DEVIAM ENTÃO PUNCIONAR VEIA DE PACIENTE NO PRONTO-SOCORROS BEM COMO COLHER EXAME DE SANGUE.
    JÁ NÃO CHEGA COBRAR CARO POR CADA CONSULTA OU PROCEDIMENTO, QUEREM TUDO PRA ELES…..

  • Raricário disse:

    FORA ATO MÉDICO………………

  • Mykel disse:

    Ridículo o Ato Medico, agora só falta dizer que a manicure da esquina não pode mas exercer a função porque usa uma alicate, e isso é invasivo que isso que aquilo, vão trabalhar direito e deixar os Acupunturistas trabalharem em paz.

  • Ítalo Lins Bezerra disse:

    É um retrocesso na saúde desse país. O médico não estudou fisioterapia para prescrever um TENS, um FES, muito menos sabe o que é um EPAP e pra que serve. Se acham deuses com esse orgulho todo, que ultimamente os chamados “médicos” não olham nem pro paciente e prescrevem o medicamento, muito menos não escutam o que o apciente tem pra dizer. A humildade é mais bela comparada ao orgulho. Sozinhos não chegaram a lugar nenhum. Cadê o espirito de equipe. Aliás, a sáude não é só composta por médicos, existem fisioterapeutas, psícólogos, enfermeiros, profissionais da saúde que juntos lutam por uma melhor assistência ao paciente. Com essa lei somos apenas bonecos marionetes dos médicos… Resumindo: Cada um mexe no que sabe, se mexer numa máquina desconhecida o resultado já se sabe, UM DESASTRE ACONTECERÁ!!!! DIGA NÃO A ESSA IDIOTICE CHAMADA ATO MÉDICO.

  • Ítalo Lins Bezerra disse:

    O ENGRAÇADO QUE “ELES” DIZEM QUE TÃO CORRENDO ATRÁS DOS DIREITOS “DELES”… AGORA NÃO CABEM A “ELES” TIRAREM O NOSSO DIREITO. Até os coitados dos tatuadores, que só tem isso como ganha pão, estão sendo prejudicados com essa maldita lei. Quero saber se os médicos agora vão fazer tatuagens ao invés de curar doenças. rsrsrsrsrs. parece piada isso. Parece não, essa lei é uma piada.

  • Danielle Nascco disse:

    O ATO médico é um deserspeito com todos os outros profissionais da saúde. Passerei 4 anos, mais o tempo de espicialização estudando para uma determinada area, então tenho plenas condições e conhecimentos de realizar tais procedimentos e assumir toda a RESPONSABILIDADE pelo mesmo.
    Penso que vcs médicos, estudantes e o conselho de medicina deveriam se preocupar com outras coisas que sejam realmete da competência de vcs. Vocês nem ao menos conseguem “dar conta” o que já lhes cabem imagine com mais “atribuições”.
    Está mais que explicito que o interesse é puramente financeiro (mesmo que nas entrelinhas) rs
    E a população se quer está informada sobre o assunto!
    Sou a favor de manifestações, mobilizações, protestos, vamos colocar a cara na rua, vamos nos unir colegas não médicos! O que não podemos é deixar um retrocesso desse acontecer. Não é possivel que uma profissão “passe por cima” de tantas outras!
    Sou estudante de BIOMEDICINA e eis aqui o meu protesto.
    NÃO AO ATO MÉDICO!

  • Danielle Nascco disse:

    O ATO médico é um desrespeito com as outras profissões da area da saúde.
    Passarei 4 anos (fora os anos de especializações) estudando para uma determinada área, então tenho plenas condições e conhecimento de realizar tais procedimentos e assumir toda a RESPONSABILIDADE pelos mesmos.
    Penso que vcs médicos, estudantes, e o conselho de medicina deveriam fazer mais pela saúde nacional, olha a vergonha da sáude pública, sei que é um problema do poder publico também, mas talvez se existisse mais compaixão e menos ganancia poderia ser diferente. Vocês nem se quer dão conta do que seria os seus deveres imagine com mais “atribuições”.
    Está explicito que o interesse é puramente financeito (mesmo que nas entrelinhas) rs
    E a população nem está informada!
    Sou a favor de manifestações, protestos, vamos colocar a cara na rua colegas não médicos, o que não podemos deixar é esse retrocesso acontecer.
    Não é possivel que uma profissão (importantissima) claro “passe por cima” de tantas outras (importantissimas) também!
    Sou estudante de BIOMEDICINA e eis aqui o meu protesto
    NÃO AO ATO MÉDICO!

  • CLAUDIA disse:

    Li a lei do ato médico e sou a favor dela. Ainda bem que foi aprovada. Quando eu quebrei minha perna um fisioterapeuta apressado falou que saberia se era caso de operar somente olhando meu raio x simplse de joelho.Voces é que invadem a area dos medicos. O que teria acontecido comigo se eu tivesse continuado com o fisioterapeuta sabichao e nao tivesse procurado o ortopedista.

    Claudia usuaria do serviço de saude

  • vv disse:

    O ser humano nunca deixará de ser soberbo? os médicos dizem q os outros profissionais são recalcados, estão querendo fazer o q não é de sua competência! como? todos estudam se especializam, dedicam-se para ouvir tal barbaridade, quem disse que todos os médicos sabem tudo? Como um urologista pode dizer a um dentista o q fazer e como proceder, um ginecologista dizer a um fisioterapeuta o mesmo e um otorrinolaringologista dizer ao nutricionista, o q se deve oferecer de dieta a um paciente no mínimo deveriam voltar às universidades para ESTUDAR, não ler sobre os assuntos relacionados às outras profissões, e se estão tão capacitados assim para dizerem aos outros profissionais o q devem ou não fazer, devem logo fazer o serviço completo, devem executar as suas prescrições, afinal para q outros profissionais se o médicos são AUTO SUFICIENTES.

  • nei disse:

    Gostaria de saber se os medicos vao ter que estudar mais? ou se ele é especializado em: fisioterapia, bioquimica, psicologia, odontologia, enfermagem e outros. Acho que esses deputados que aprovaram essa lei absurda, precisam ter um pouco mais de respeito com os outros profissoes.ISSO É UM ABSURDO.

  • nei disse:

    MANDE ESSA LEI DO ATO MEDICO PROS QUINTO DOS INFERNO.

  • Lucia Pereira disse:

    No caso do profissional psicólogo o que fazemos para obter esse titulo,e estudar cinco anos na Universidade depois três anos de especialização ou residência e fora outros cursos que estamos sempre fazendo. Não e justo um outro profissional dizer o que podemos ou não fazer.Diagnostico psicológico somente um psicólogo poderá dar e não um medico que não tem em sua grade curricular aulas suficientes de psicologia.
    Acho que nos profissionais da área de saúde devemos incluir nossa indignação aos órgãos de comunicação jornais, rádios e TV, pois percebo que a população em geral não esta sabendo realmente o que significa esse Ato Medico.
    Saúde não e somente a ausência de doença e sim o equilíbrio biopsicossocial.
    Sera que estáo pensando que sabem de todas as areas?
    A categoria esta sentindo-se ameaçada.
    Maiores informações http://www.pol.org.br

  • PHYSIOTERAPY disse:

    RESPOSTA DE UM FISIOTERAPEUTA AO “ATO MÉDICO”
    ED. LOPES, ALBERT DE CASTRO – UNIUBE
    Caros senhores favoráveis ao “Ato Médico”, se o grande problema é
    “prescrever”, por favor, preciso que me prescrevam um tratamento fisioterapêutico para
    um paciente de 45 anos com uma tendinopatia crônica do tendão do músculo supraespinhoso,
    apresentando calcificação no tendão. Ele apresenta história ocupacional de
    trabalho com elevação dos membros superiores acima do nível da cabeça (é vendedor
    de loja de roupas).
    Como é ex-jogador de voleibol, desenvolveu lesão do nervo supra-escapular,
    que culminou numa atrofia do músculo infra-espinhoso. Devido a distúrbios hormonais,
    desenvolveu osteoporose. Na avaliação, apresentou restrição da mobilidade da cápsula
    posterior do ombro, fraqueza dos músculos rotadores internos do úmero (grau 3), além
    de fraqueza de serrátil anterior e trapézio fibras inferiores (graus 4 para os dois
    músculos). A articulação esterno-clavicular também tem sua mobilidade diminuída.
    O que devo fazer, Dr.? Como posso fazer para restaurar a mobilidade da
    articulação? O que é mais indicado: mobilização articular ou alongamento? No caso de
    ser mobilização, que grau devo utilizar? No caso de ser alongamento, é preferível o
    alongamento ser estático ou balístico? Ou seria melhor utilizar de contraçãorelaxamento?
    Qual o tempo adequado de manutenção do alongamento? Ou será que é
    tudo contra-indicado, devido à osteoporose?
    Com relação ao fortalecimento dos rotadores internos do úmero, qual exercício
    seria mais indicado para fortalecer o músculo sub-escapular, importante na estabilização
    dinâmica da articulação gleno-umeral? Devo usar thera-band, halteres, resistência
    manual ou simplesmente realizar exercícios ativos livres?
    Com relação ao serrátil anterior qual exercício seria mais indicado?
    Push-ups? Protração resistida? Exercícios ativos apenas, simulando atividades
    funcionais e procurando evitar movimentos escapulares anormais?
    Tudo isso? Nada disso? E se ele utilizar de compensações para a realização dos
    exercícios, como devo proceder?
    Com relação ao trapézio inferior, é melhor fazer o exercício contra ou a favor
    da gravidade? Devo ou não utilizar de movimentos ativo-assistidos?
    Qual o melhor exercício? Existe tal exercício?
    No caso da restrição da articulação esterno-clavicular, é necessário corrigir
    essa alteração de mobilidade? Se for, é possível corrigi-la? Como proceder. Tem contraindicações
    ou precauções?
    Não podemos nos esquecer de tratar também o tecido lesado (tendão do supraespinhoso).
    Ele apresenta dor moderada ao elevar o membro superior D acima de 90
    graus, que diminui a praticamente zero ao abaixar o braço. É necessária analgesia? Se
    for, que forma TENS? Qual a modulação (frequência, comprimento de onda, duração e
    intensidade)? Ou será que crioterapia é melhor? Em qual forma de aplicação? Por
    quanto tempo? Ou será que nenhuma analgesia é necessária?
    O que posso fazer para estimular o reparo do tendão? US (quantos MHz?
    Quantos W/cm2? Por quanto tempo? Onde aplicar?), Laser (qual a intensidade?
    duração? tem contra-indicações?), exercícios (excêntricos, concêntricos, isométricos,
    resistidos, livres? quantas séries e repetições? Qual o intervalo entre séries? Quantos
    RM? Devo fazer todos os dias ou não? É contra-indicado exercício?).
    Como posso fazer um exercício para supra-espinhoso?
    Por favor, repassem essa mensagem com urgência para todos os médicos com
    competência para me ajudar, pois estou com o paciente afastado do trabalho por
    invalidez e continuo aguardando a “prescrição médica da fisioterapia”, já que sem a
    “prescrição médica”, segundo o ato médico, não posso fazer nada $e nós todos os
    brasileiros, inclusive os médicos estamos pagando para ele não trabalhar. Não deixemos
    esse afastamento virar aposentadoria!
    Concluindo: Sim ao ato médico, desde que os médicos estudem na faculdade
    todo o conteúdo que outras 13 profissões da área de saúde têm em seu currículo.
    Ft. Marco Tulio Saldanha dos Anjos
    CREFITO-4 51246-F

  • mariaalmeida disse:

    COMO DIZEM OS MÉDICOS ” FARINHA POUCA, MEU PIRÃO PRIMEIRO”. EM SE TRATANDO DE RESERVA DE MERCADO, TEMOS MUITO A APRENDER COM OS MÉDICOS.

  • José Carlos Coelho disse:

    Por favor, mande-me a lista dos Deputados Federais que votaram a favor do Ato Médico .

  • Cleo disse:

    Absurdo absurdo

    Gostaria de saber se os medicos vao ter que estudar mais? ou se ele é especializado em: fisioterapia, bioquimica, psicologia, odontologia, enfermagem e outros. Acho que esses deputados que aprovaram essa lei absurda, precisam ter um pouco mais de respeito com os outros profissoes.ISSO É UM ABSURDO.

  • pedro disse:

    leia esse trecho referente ao ato medico e me tive uma duvida por favor:

    “Art. 4º – São atividades privativas do médico:
    I – Formulação do diagnóstico nosológico e respectiva prescrição terapêutica;
    § 2º Não são privativos dos médicos os diagnósticos psicológico, nutricional e socioambiental e as avaliações comportamental e das capacidades mental, sensorial e perceptocognitiva e psicomotora.”

    Minha duvida seria se um psicologo tambem é capaz de fazer um diagnostico (no caso psicologico), porque apenas o medico pode indicar a terapia desse diagnostico ? nao existe uma contradicao nessa lei ?

  • aryanna disse:

    não ao ato médico , eles não estão dando conta nem de realizar seus serviços, tem milhares de pessoas esperando na fila para cirugia, e morrendo antes da mesma acontecer, e as patologias que geram em recem nascidos na hora do parto , porque o medico demorou de fazer o parto ,como querem realizar os de outros profisionais ???. é melhor cada um fica na sua area realizando seus serviços trabalhando juntos por um bem comum é unico A vida .

  • Maira Estafocher disse:

    Sou completamente contra o ato médico, estou cursando fisioterapia mas pra que, apenas terei que fazer o que o medicos determinar!! Sendo que eles nao tem tal capacidade para isso, pois nao aprendem!!! Como que os deputados aprova uma lei dessa!! Ja que é assim vo sair fazendo qlq tipo de cirurgia e diagnosticos, pois eh isso que ta acontecendo com os medicos, para que ter curso de fisioterapia, nutrição, psicologia, etc. deixa tudo por conta deles entao, sendo assim nao tem o direito de falar que trabalha 48h seguidas!!!
    Uma coisa é ir atras dos direitos, outra de atrabalhar outras profissões!!

  • Mara disse:

    NÃO AO ATO MÉDICO,quem eles pensam que são?DEUS?cada um tem que cuidar da área p/qual estudou como um médico vai prescrever um tratamento fisioterapeutico,se não estudou p/isso?!este projeto é um desrespeito p/ com os outro profissionais da saúde

  • Paulo Ricardo Bobsin disse:

    Atenção:Médicos já possuem regulamentação.

    A corporação dos médicos falta com a verdade afirma que a profissão deles não está regulamentada!

    Os cursos de medicina são regulamentados.

    Eles possuem código de ética.

    PODEM VERIFICAR NO SITE DO CREMESP http://www.cremesp.org.br/?siteAcao=PesquisaLegislacao&dif=s#

    Qual é a legislação disponível neste SITE?

    É a legislação básica para o exercício da medicina, sancionadas pelos representantes dos órgãos competentes, e, publicadas em Diários Oficiais, das esferas: federal, estadual e municipal, inclusive, as Resoluções do CFM e CREMESP.

    Abaixo apenas uma pequena amostra das leis que já regulamentam sim a profissão de médico:

    Norma Órgão Número Data Ementa Situação
    DECRETO PRES. REP. 99678 08-11-1990
    Aprova a estrutura regimental do Ministério da Educação e dá outras providências.

    DECRETO PRES. REP. 91364 21-06-1985
    Altera a redação do § 1º, do artigo 2º do Decreto 80.281/77, que dispõe sobre a constituição da Comissão Nacional de Residência Médica.

    DECRETO PRES. REP. 80281 05-09-1977
    Regulamenta a Residência Médica, cria a Comissão Nacional de Residência Médica e dá outras providências.

    DECRETO PRES. REP. 79094 05-01-1977
    Regulamenta a Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976, que submete a sistema de vigilância sanitária os medicamentos, insumos farmacêuticos, drogas, correlatos, cosméticos, produtos de higiene, saneamento e outros.

    DECRETO PRES. REP. 77052 19-01-1976
    Dispõe sobre a fiscalização sanitária das condições de exercício de profissões e ocupações técnicas e auxiliares, relacionadas diretamente com a saúde.

    DECRETO PRES. REP. 74170 10-06-1974
    Regulamenta a Lei 5.991, de 17 de dezembro de 1973, que dispõe sobre o controle sanitário do comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos.

    DECRETO GOV. EST. S.PAULO 54327 12-05-2009
    Institui, na Secretaria da Saúde, o Programa de Residência Médica e dá providências correlatas.

    DECRETO GOV. EST. S.PAULO 50501 31-01-2006
    Fixa, para os órgãos e entidades que especifica, os limites máximos de plantões/mês das classes de Enfermeiro, Fisioterapeuta, Farmacêutico e Auxiliar de Enfermagem e dá pro-vidências correlatas.

    DECRETO PREF. MUN. S. PAULO 50478 10-03-2009
    Regulamenta o § 11 do artigo 1º da Lei nº 14.669, de 14 de janeiro de 2008, no que se refere à organização e estruturação da Autarquia Hospitalar Municipal, e revoga o Decreto nº 49.231, de 19 de fevereiro de 2008.

    DECRETO PREF. MUN. S. PAULO 49673 26-06-2008
    Regulamenta a Lei nº 14.721, de 15 de maio de 2008, que dispõe sobre a obrigatoriedade de fixação de quadro informativo com nome, registro e especialidade de profissional médico nos lugares que especifica.

    DECRETO PREF. MUN. S. PAULO 49671 25-06-2008
    Regulamenta a Lei nº 14.671, de 14 de janeiro de 2008, que cria o Programa Municipal de Reabilitação da Pessoa com Deficiência Física e Auditiva.

    DECRETO PREF. MUN. S. PAULO 49596 11-06-2008
    Regulamenta a Lei nº 14.682, de 30 de janeiro de 2008, que institui, no âmbito do Município de São Paulo, o Programa Qualidade de Vida com Medicinas Tradicionais e Práticas Integrativas em Saúde.

    DECRETO PRES. REP. 44045 19-07-1958
    Aprova o Regulamento do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Medicina a que se refere a Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957.

    DECRETO GOV. EST. S.PAULO 43127 26-05-1998
    Altera dispositivo do Decreto nº 40.564, de 20 de dezembro de 1995.

    DECRETO GOV. EST. S.PAULO 42830 22-01-1998
    Fixa número de Plantões e de Plantões a Distância para as unidades de saúde que especifica e da providências correlatas.

  • Ruã disse:

    Fora ato medico!!!

  • Zana disse:

    Sou estudante de Fisioterapia e estou indiguinada diante desse fato.
    É inadimissível a aprovação do ato médico, um desrespeito muito grande para com os outros profissionais. Interessante é que sempre é mostrado nos jornais casos de extrema incompetência e descaso médico com a vida humana. Então eu sugiro que os médicos ao invés de querer ser dono de tudo e de todos eles deveriam por a mão na conciência e cumprir o que é função deles direito e deixar que os outros cumpram a sua.
    Um dia me disseram que quando a pessoa estuda pra ser médico ela pensa que é Deus, quando se forma ele tem a certeza que é Deus, enquanto não morrer alguém importante o suficiente nas mãos deles, eles não caem na real!
    E caso este absurdo venha a ser aprovado, é simples deixemos de realizar o nosso trabalho e vamos ver se eles trabalham sozinhos!
    E quanto aos que votaram a favor desse equívoco, eu deixo o meu sentimento de revolta!

    NÃO AO ATO MÉDICO!

  • cristiano /tattoo disse:

    Eles acham que são os donos da verdade, eles não sabem tudo na medicina, cada um tem a sua especialidade na medicina, mas como diz um ditado muito verdadeiro:>>NINGUEM SABE TANTO QUE SABE TUDO, DO QUE ALGUÉM QUE SABE TÃO POUCO QUE NÃO SABE NADA ,cada proficional tem sua importancia naquilo que sabe fazer,por mais simples que seja, eu sou tatuador a 10 anos, e dai,não tenho o direito de dizer que outro que faça a menos tempo, para que não faça, sou bom no que faço, o medico é bom naquilo que ele faz,e as vzs nem tanto,quem nunca ouviu falar de alguem morrer por erro medico? mas ja penso se eu trocasse de profissão com ele? eu me daria mal, mas ele tbm naõ saberia tatuar, por mais que estão alegando o processo invasivo da pele subcutânea feita na tatuagem ou piercing, mas eu sei a arte do desenho e precisei aprender a tatuar e descobrir as tecnicas,e sou muito procurado pelo meu desempenho,estamos em um pais livre e todos temos o direito de trabalhar naquilo que gostamos e sabemos fazer, espaço no mundo tem de sobra pra todos,MAS NÃO VENHAM DIZR QUE ESTÃO VIZANDO O BM ESTAR DO SER HUMANO QUE É MENTIRA,OUTRO DIA FUI EM UM MEDICO PARTICULAR P/ NÃO FICAR EM FILA DO SUS, E SIMPLESMENTE PEDI UM DESCONTO NA CONSULTA NO VALOR DE R$200.00,SÓ ME RESPONDERAM ASSIM, TU VEIO EM UM CONSULTORIO PARTICULAR, E O VALOR É ESTE MESMO A VISTA,SE EU ESTIVESSE PARA MORRER, ESTARIA MORTO, NEM 10 REAIS NÃO ME DERAM, ISSO É PREOCUPAÇÃO COM A SAUDE?O MELHOR DE TUDO É QUE PAGUEI OS 200 E FIQUEI SÓ 10 MINUTOS NA FRENTE DO CARA E NÃO TIVE MEU PROBLEMA RESOLVIDO.

  • vian disse:

    fora ao ato médico isso e rídiculo……
    médicos salvam vidas … ja fisioterapeutas fazem valer, apenas fiquem nos seus lugares e nos respeitem… não ao ato medico

  • Gauthier Abreu disse:

    Observo que a importância da prátca da Medicina Tradicional Chinesa, Indiana e até mesmo a parte das terapias com ervas, como praticada pelos indíos brasileiros, por exemplo (que vem sendo mapeada e catalogada por DOUTORES(AS) BIÓLOGAS) é reconhecida pela própria ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE !!!

    Quem são aqueles que não querem curvar-se a realidades tão fortes ? São protetores de privilégios de um sistema de saúde elitista e que não pensa no paciente como ser humano com direito a tratamentos mais sutís e preventivos.

    Ninguém quer fazer cirurgias ! Ninguém quer cortar, transplantar, etc., fazer estas coisas, praticar estes tratamentos de último recurso, necessários mas nunca únicos !

    Não à Lei do Ato Médico como está, cerceando outras terapias e práticas profissionais.

    Médicos, não queiram vocês dizer o que o mundo precisa, negando, por exemplo coisas como a acunputura, agora desejada como prática exclusiva apenas porque conquistou aceitação popular e mercado.

  • danielle Nascco disse:

    Burrice em verde e amarelo.
    Não ao ato falho, digo, médico!

  • nylton disse:

    um absurdo,nao acredito q essa lei um dia foi pensada em ser aprovada,nao devia nem ter começado com isso,quanto desprezo com tantas outras profissoes,que batalharam,que fizeram emprestimos para hj ter seu diploma na mao,que passaram 4 anos ou mais dedicados,focados em sua graduaçao,mais se essa lei for aprovada,para que esse tamanho esforço?

  • anderson disse:

    Para uma melhor eficacia na lutra contra o ato medico liguem para os senadores no 0800 061-2211 e digam para a atendente o numero do projeto de lei do ato medico junto ao a sua manifestacao contra ao projeto de lei.
    por favor liguem logo, pois o projeto esta previsto para ser aprovado antes de 15 de dezembro de 2009.

  • Ricardo disse:

    Pessoal votem contra na página abaixo.

    Não basta criticar, temos que nos unir e trabalharmos juntos engavetar de vez esse projeto absurdo de lei que quer condenar ao caos nosso já precário sistema de saúde.

    Você que não é profissional da saúde também será afetado, pagará mais por consultas inúteis a médicos, pagará mais pelo seu convênio médico, ficará mais tempo na fila do SUS aguardando consultas inúteis, vai tomar mais remédios inúteis que não agem no foco da doença e só faz você gastar dinheiro num ciclo vicioso de consultas e mais remédios. Só quem ganha com isso é a máfia dos laboratórios farmacológicos que em muitos casos enchem o bolso de médicos corruptos em troca da prescrição de seus remédios.

    Abram o olho!!!!!!!
    Esse caminho não tem volta!!!!!!!

    Médicos – cuidem apenas daquilo que vocês conquistaram com anos de favorecimentos,,, deixem o atendimento humanizado para quem sabe fazê-lo.

    População, votem contra o ato médico:

    http://www2.pol.org.br/main/mensagem_pl_ato_medico.cfm

  • rida disse:

    vejamos a indecência e o mal caratismo das afirmações neste ato médico. Onipotencia médica ocasiona duvidas em seu carater moral e profissional. Onde está a idoneidade ética, senhores??? Por que esta insegurança em dividir “espaço” com demais profissionais da área de saúde. Querem ser onipotentes mas há controversia com a lei do Criador: dividi e multiplicai-vos . Tem clientela pra todos!!!!Vcs hj, ao contrario da medicina de décadas passadas temem a divisão por unico e fatal capitalismo. É uma vergonha este egoísmo e o que dirá os agurmentos referentes aos outros profissionais, desrespeitando a humanidade.

  • Ismael Gasparotto disse:

    isso é uma falta de vergonha na cara… pois nao chega neste pais pessoas morrendo por falta de atendimento de profissionais da saúde. e agora querem limitar tudo aos medicos que hoje nao dão conta de seus pacientes imagine se isso for aprovado. se tornarão apenas carimbadores de receita…
    sou optometrista e nao concordo co isso
    ABAIXO AO ATO MEDICO…

  • anderson disse:

    Roberto Dávila(CFM) adimite falha no ato medico
    Roberto Dávila (Presidente do Conselho Federal de Medicina) praticamente adimitiu que o projeto de Lei referente ao ato medico ainda esta falho, que sua interpretacao ainda precisa ser melhorada mesmo tendo sido aprovado pela camera dos deputados . Veja so o que ele disse abaixo na entrevista dele no programa DIA a Dia da BAND :
    Entrevistadora” ”..essa lei precisa ser ajustada entao?!”
    Roberto Dávila” …exatemente, ela esta indo para o senado agora, estamos trabalhando com a palavra pulsao, mas nao pensamos nisso em absolutamente pensamos em pulsoes profundas…”( respondendo ao Presidente do SETAP-SP – Sindicato das Estúdios de Tatuagem e Body Piercing de São Paulo)
    Agora imagina ele dando entrevita para cada uma das profissoes da saude e dizendo o que eles ( medicos ) pensao (pensar e uma coisa, estar escrito na lei seria outra) a respeito das interpretacoes dessa lei.
    Talvez isso seja um bom comeco para percermos que nem sempre as pessoas tem argumentos referente algo que traz tanta contradicao quanto ao ato medico.
    Voce pode assitir a entrevista neste link:
    http://www.youtube.com/watch?v=EIlt1eTT5Do

  • CARLA MONALISA disse:

    O ATO MÉDICO É UM RETROCESSO, A IMPRESSAO QUE O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA QUER RETER TUDO SOMENTE PARA OS MÉDICOS, ELES QUEREM IMPLANTAR O MÉDICOCENTRISMO,OU SEJA, TUDO PARA ELES, SÓ E SOMENTE ELES O CENTRO DE TUDO.

  • CARLA MONALISA disse:

    LISTA DOS DEPUTADOS BAIANOS E SERGIPANOS QUE VOTARAM A FAVOR DO ATO MÉDICO.
    Pela Bahia, apenas a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) votou contra o PL 7703/016 O deputado Edson Duarte (PV) absteve o seu voto, enquanto Maurício Trindade (PR) fez uma obstrução.
    Do total, 26 deputados baianos votaram em favor do Ato Médico. São eles: Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), Edgar Mão Branca (PV), Emiliano José (PT), Fabio Souto (DEM), Félix Mendonça (DEM) Geraldo Simões (PT), Jairo Carneiro (PP), João Almeida (PSDB), João Carlos Bacelar (PR), Jorge Khoury (DEM), José Carlos Araújo (PR), José Rocha (PR), Joseph Bandeira (PT), Jutahy Júnior (PSDB), Lídice da Mata (PSB), Luis Alberto (PT), Luiz Bassuma (PT), Márcio Marinho (PR), Marcos Medrado (PDT), Mário Negromonte (PP), Paulo Magalhães (DEM), Roberto Brito (PP), Sérgio Barradas Carneiro (PT), Severiano Alves (PDT), Veloso (PMDB) e Zezéu Ribeiro (PT).
    Já a bancada sergipana votou em favor do Ato Médico por unanimidade. Albano Franco (PSDB), Eduardo Amorim (PSC), Jackson Barreto (PMDB), José Carlos Machado (DEM), Mendonça Prado (DEM) e Valadares Filho (PSB), foram os deputados federais que deram o sim em favor do PL 7703/06 e ratificaram o posicionamento contrário a autonomia dos profissionais não-médicos no âmbito da saúde.

  • Cleiciara disse:

    Não concordo !acho um absurdo! um desrespeito com algumas profissões…

  • jailson disse:

    me congratulo com vcs caros colegas profissionais da saude. onde já se viu tamanho absurdo a onde fica a garantia da constitição descrita no art 5º lutamos contra uma classe de elite e os que regem as leis a maioria são medicos. Sou bacharel em optometria e estou numa luta incansavel porem, pior do que a tristeza de não ter vencido é a vergonha de não ter lutado. vamos em frente unidos contra um ato absurdo ainda da tempo.

  • anderson disse:

    EM 2010 VOTEM NAO PARA QUEM VOTAR SIM NO ATO MEDICO!

  • anderson disse:

    !!!NOTICIA UREGENTE!!!!
    COMECOU
    ENQUETE SOBRE ATO MEDICO NA AGENCIA SENADO
    ENTREM E DE SEU VOTO CONTRA ATO MEDICO,
    SOMOS MILHOES. FACAM SUA PARTE

    NAO PERCAM TEMPO, MUITO IMPORTANTE VOTAREM!!!!

    http://www.senado.gov.br/agencia/default.aspx?mob=0

  • Stefanie hetfield disse:

    Medicos ja não fazem nada e ainda querem aprovar isso pra continuarem não fazendo nada…. RIDICULO…

  • Anderson disse:

    Video interessante sobre ato medico,
    Participação de Roberto d`Ávila (critica)
    Aprenda quem somos nessa luta contra o Ato medico!
    Saiba porque você não esta sozinho!

    http://www.youtube.com/watch?v=VjSTNe9_Oz8

  • Fernando disse:

    Sou a favor do ato medico, vcs falam que os medicos querem pegar o que não era deles, foi deles agora não mais.
    E os medicos tem muito mais conhecimento, falam que eles não podem atender todos,mas a medicina tem varias especializações, por exemplo falam que médicos não entendem nada do que uma fono faz sendo que tem o otorrino que cuida dessa area.
    Sou a favor de só os médicos receitarem tratamento com remedios.
    E os médicos devem ser os chefes de equipe, pois são eles que tem um conhecimento maior.
    Podem dizer que varios médicos ruins assim como existem muitos mais nas suas areas.
    E outra o ato médico foi aprovado, graças a Deus.

  • Fernando disse:

    Falam que os médicos querem dinheiro, vcs que estão com medo de perder dinheiro para os médicos.

  • Luís Henrique Freire de Carvalho disse:

    Olha pessoal, sou médico e sou a favor que cada um faça o que está habilitado a fazer, o que relamente deve formação para isso, inclusive acho a fisioterapia na minha area de atuação muito importante na reabilitação pélvica de pacientes ( sou médico urologista) e em diversas outras aréas médicas ( reabilitação respiratória em pós operatório e em UTIs, reabilitação motora em pacientes vítimas de trauma e com limitações diversas), mas me desculpem a franqueza…
    Da mesma forma que como médico urologista e cirurgião geral, eu não me envolvo em tratamento de pacientes por exemplo com fraturas, a não ser logicamente no atendimento inicial em emergência, e deixo a cargo do colega ortopedista….mas na minha área de atuação que é urologia uma paciente com incontinência urinária por exemplo tem que necessariamente passar por uma avaliação médica inicial sendo avaliada e decidido pela melhor forma de trata-la, baseado nisso posso recomendar um tratamento de reabilitação para a e mesma e o profissional mais inidicado para isso é o fisioterapeuta sem dúvida nenhuma….como o ortopedista solicita o tratamento fisioterápico para seus pacientes…..o médico intesivista solicita fisioterapia respiratória para seus pacientes criticos e por ai as coisas andam…

    Em relação a acunpunturista….é simples, sabemos da importância que a mesma vem ganhando em nosso meio, reconheço sua importância no tratamento de dores de dificil tratamento porém o perigo encontra-se em alguns profissionais que querem extrapolar sua função indicando em demasia esse tratamento sem a devida investigação do paciente, muitas vezes causando sérios danos a saúde do paciente, diagnosticando mau e erroneamente.

    Antes de mais gostaria de dizer que assim como a OAB tem um exame para validação da atividade do advogado, sou a favor de um exame para validação da atividade médica, pois reconheço que muitas instituições de ensino ( muitas delas privadas que só visam o lucro) formam não só médicos mas diversos outros profissionais sejam eles da area de saúde ou não, que deixam muito a desejar em todos os sentidos.

    Pessoalmente tive o privilégio de ter me formado numa universidade pública (UFPE) apesar de minha origem (esstudei grande parte da vida em escola pública, sendo minha mãe professora de escola pública e meu pai pequeno comerciante), prestei além dos 06 anos de faculdade mais 02 anos de cirrugia geral e 03 anos de urologia, depois disso tudo ainda fiz prova de título de especialista da minha sociedade e digo sem receio que se fossem colocar todo o conhecimento geral médico eu não saberia nem 10%, por isso hoje existem diversas especialidades médicas…..agora que todo mundo admita se caso um filho tivesse um problema ortopédico você o levaria primeiro a um bom ortopedista ou a um bom fisioterapeuta…..um dor de coluna a um bom reumatologista ou ortopedista ou a um bom acunpunturista..um problema de um filho viciado ou com problemas comportamentais importantes a um bom psiquiatra ou a um bom psicologo…pessoal diagnóstico de enfermidade é um ato médico…..não que o médico seja um deus que saiba tudo mas ele reune conhecimentos básicos de diversas especialidades que o tornam o profissional mais capacitado para tal ato, ou que pelo menos dê encaminhamento ao paciente da melhor forma possível para uma especialidade ou subespecialidade acertada ou até mesmo a um outro profissional da área de saúde que seja mais indicado ( fisioterapeuta, psicologo, teraputa ocupacional….)

    Afirmo meu respeito e reconhecimentoa este profissionais que tanto fazem pelos pacientes.

    Considero positivo a regulamentação da minha assim como a de outros profissionais da area de saúde.

  • anderson disse:

    Video interessante sobre ato medico,
    Participação de Roberto d`Ávila (critica)
    Aprenda quem somos nessa luta contra o Ato medico!

    http://www.youtube.com/watch?v=VjSTNe9_Oz8

  • José disse:

    SIM AO ATO MÉDICO!
    SIM AO ATO MÉDICO!
    SIM AO ATO MÉDICO!

  • Neusa Galimberti Domingues disse:

    Parabéns Dr.Luís Henrique Freire de Carvalho pelo seu comentário. Concordo plenamente com suas palavras. O médico, antes de ser especialista em determinada área da medicina, ele é um clínico geral. Algumas colocações de fisioterapêutas, são ofensivas aos profissionais médicos, que, quando necessário, encaminham pacientes ao médico fisiátra e este aos fisioterapêutas, orientando o tratamento mais adequado. Para o fisioterapêuta, existe a especialidade do médico Fisiátra.

  • Fernando disse:

    Parem de ter medo do ATO MÉDICO, ele só existe porque tem muito gente fazendo coisas grosseiras e erradas porque não conseguem espaço na sua profissão. É dentista tratando de fratura de órbita (traumas de face) pode?! Se você quebra a cara num acidente você quer ser atendido por quem?! quem estudou 6 anos em tempo integral manhã tarde e noite e viu e fez isso varias vezes e depois ainda fez residencia por no minimo mais 3 anos (9 anos)?!. Ou por que ficou tratando de dente 4 anos e depois fez 2 anos de “especialização parcial”?! JA cansei de ver gente cega, com infecção gravissimas e morrer por causa de dentista tratando de ossos da face problemas de infecções profundas do pescoço, fisturas liquoricas e outras patologias que deveriam ser tratadas por médicos.É por isso que existe o ATO MÉDICO!!! ou vc prefere que você ou seu filho sejam atendidos da forma que citei acima. E veja bem, isso foi só um único exemplo! Pensem o que quizerem…

  • ESTUDANTE disse:

    Vocês já perceberam que os médicos se preocupam muito menos com o ato médico do que vocês? Será porque vocês, que dizem que os médicos estão perdendo espaço, estão querendo tomar a força esse espaço?
    Ainda teve um bonitão que disse:
    “Eu tenho quase certeza que a crise ta atingindo essa galerinha do estetoscópio no pescoço hehe”
    Será?
    Um PSF perto da minha cidade paga menos de 1 mila para fisioterapêuta trabalhar de segunda a quinta e paga 6 vezes mais para o médico que fica lá da segunda à quarta!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Quer fazer medicina?
    Vai estudar!
    Grande abraço!

  • Enfermagem disse:

    Cada um no seu quadrado!!

    Essa frase explica tudo e por isso

    FORA AO ATO MÉDICO

  • João disse:

    O ATO MÉDICO ele já foi aprovado.
    Não sei pq reclamam o ato medico levou anos para ser feito foram reuniçoes com varios proficionais de profissões distintas.
    Mas que serviu para colocar cada uma no seu lugar. Muitas pessoas nem sabem o que é o ato médico e ficam protestando contra.
    E os que são contra tem medo de perder espaço para medicina achando que ela vai tomar o lugar deles, sendo que sempre foi da medcina ela que sedeu.
    E vcs acham que o médico se acha, ele levou uma vida para se formar, e dizem que depois ele não sabe nada.
    Vão tomar vergonha na cara,
    e se quiser estudem medecina para fazer o que os médicos fazem.

  • roque disse:

    Corrigo-me….habilidades e expressando

  • Estudante disse:

    Resposta ao estudante sobre o PSF. O deveria trabalhar 40 semanais(5 dias por semana) segundo a norma que regulamenta o funcionamento do PSF, mas não fazem isso? Porquê? Onde está a ética profissional, a tao Moralização discutido nas Universidades?. Fisioterapeuta não inserido ainda no PSF, ainda em tramitação! Abraço! Luta em favor da Honestidade no senário de trabalho da saúde!

  • Paula disse:

    O ato médico é um desrespeito as outras profissões da área da saúde, nossa formação nos dá a mesma autonomia do que a de um médico. A formação do médico é abragente, estuda o ser humano como um todo, enquanto nós fisioterapeutas, TOs, enfermeiros e fonoaudiólogos, estudamos todas as especifidades de nossas áreas, sendo assim, se fomos comparar o conhecimento de um médico e o nosso chegaríamos a conclusão de que eles que deveriam estar subordinados a nós!

  • Fisioterapeuta disse:

    Médicos(as)
    Gostaria de saber se vcs em conhecimento de traçar um tto para uma paciente usando a eletroterapia? Bem.. acho que não!
    Vcs sabem tto os pacientes de dermato-funcional?
    então… pq cada um fica na sua area trabalhando e deixe as outras especialidades da saúde em paz…
    Já dependemos de vcs para solicitar exames, o paciente sentiu qualquer coisa já corre p/ vcs
    Bem como já aprovaram o ato Médico… Medicos ortopeditas e etc… quando operarem um paciente e colorem uma protese fala pra eles que a reabilitação vai se com vc tb! o que vcs acham disso o numero de pacientens que vcs vão diminuir logo a produtividadde ($) tb vai diminuir tb!
    Um grande abrço e quem ama a Fisioterapia e que um dia vc que vao depender de nós (todos os profissionais da saúde)!

  • Rodrigo disse:

    um desrespeito total a nossa profissão pois nem formaçaõ pra isso eles tem e querem ser mais do que todo mundo ………….. Ato medico uma vergonha pra nós profisionais da area da saude

  • médico disse:

    como diz uma colega minha!!! ohhhh santa ignorância! pelo amor de Deus profissionais da saúde,,,leiam o que diz o ATO MÉDICO, e depois comentem,,, só pra começar: prescrição de tratamento de fisioterapia não existe!!! prescrição = medicamento. O que nada tem a ver com fisioterapia! portanto vcs estao errados desde o inicio do tópico. Médico não prescreve tratamento de fisioterapia e sim encaminha a vcs, pra que vcs estabeleçam um programa… niguém quer roupar lugar de vcs, pelo contrario, só na queremos responder por atos nao nossos e para isso precisamos estabelecer o que é conduta de um e de outros… abraço! e por favorrrrr leiam o ato pra depois comentar

  • Cris disse:

    Por favor!!!! o médico encaminhar para os atendimentos???? mal conseguem atender a demanda relacionadas a problemas de saúde física, com filas enormes nos pronto atendimentos, ainda querem monopolizar tendo que passar pelo aprovação do médico para ir a um fisioterapeuta, psicólogo, ou qualquer outro atendimento da saúde. Porque essa briga por poder, isso é medo? onde está a multidisciplinariedade que é tanto discutida? Estabelecer o que é conduta… isso cabe somente ao médico? o profissional que não souber sobre sua conduta na profissão com certeza existe os conselhos para demonstrar como agir, conselhos de suas próprias profissões, claros e punitivos para quem não agir conforme se deve em conduta ética. Porque os médicos tem que decidir sozinhos sobre as profissões que não são específicas de sua àrea de conhecimento? Decidir sobre as profissões que não a do médico!!

  • Médico disse:

    Vocês deveriam ler mais antes de falar coisas que sequer sabem…

  • Fran disse:

    O ato médico vai deixar os atendimentos a população mais lentos…
    Vai deixar a saúde mais cara….

    O Ato médico não promove nenhum bem maior, apenas promovo a medicina ( no meu entender parece que querem empregar mais médicos, mas sabemos que é desnecessário em alguns pontos).
    Cada um escolhe a profissão e sabe qual é a sua área de atuação, sabe sua habilitação, mas o ato médico vai impedir a livre atuação de todos.
    São os médicos contra todos os outros profissionais da área da saúde… Imaginem se parássemos de trabalhar e deixássemos que os médicos se responsabilizassem por tudo….

    Será que iriam ter conhecimento suficiente? Iriam virar a noite para administrar medicação e cuidar dos pacientes como fazem os enfermeiros? Reabilitariam como os fisioterapeutas? Ensinariam pessoas a reconhecerem seus problemas de fala como fonodiólogos?

    Para isso teriam que estudar mais de 50 anos……

    E por isso que a saúde precisa de uma EQUIPE MULTIDICIPLINAR…. Para que cada área de atuação seja realizada com responsabilidade dentro de suas competências…

  • MARCOS disse:

    É UMA VERGONHA, UMA FALTA DE RESPEITO COM OS PROFISSIONAIS DAS OUTRAS AREAS DA SAÚDE. ASSIM COMO EM TODAS AS AREAS DA SOCIEDADE EXISTEM OS BONS E OS MAUS É PRECISO SEPARAR O JOIO DO TRIGO. SERA QUE NAO SERIA UMA QUESTAO IMPORTANTE A SE LEVANTAR COMO VEMOS HOJE O QUESTIONAMENTO DO EXAME DE ORDEM PARA ADVOGADOS TRABALHAREM ESTES EXAMES DE ORDEM NAO SEREM APLICADOS NOS MEDICOS? . MUITOS MEDICOS COMETEM ERROS GRAVES E SE ESSA LEI FOR APROVADA IMAGINEM O QUE POSSA VIR A ACONTECER. POBRE DE QUEM PRECISAR. BRASIL, UM PAÍS DE TODOS!!!!!!

  • MARCOS disse:

    AO INVES DE ATO MEDICO, REGULAMENTAR PROFISSIONAIS DEVERIAM SIM FISCALIZAR OS QUE JA ESTAO AI E OS QUE ESTAO QUERENDO ENTRAR. POUCA VERGONHA ESSA BAGUNÇA. MEDICOS NAO SABEM TUDO E DEVEM EXISTIR MUITOS OUTROS PROFISSIONAIS HONRADOS E CAPACITADOS DENTRO DE SEU PERFIL DA SAUDE MELHORES QUALIFICADOS DO QUE ESTES QUE ESTÃO QUERENDO SUBCLASSIFICAR. RIDICULO ESSA LEI.

  • Carlos W. de Oliveira disse:

    Acho engraçado o seguinte: quando a acupuntura e a homeopatia não eram consideradas especialidades médicas, os médicos criticavam estas 2 formas de tratamento. Agora as defendem e só eles podem usá-las como tratamento.

  • Tattoo disse:

    ….VOU CONTAR UMA HISTORINHA……
    ….ERA UMA VEZ UM PAÍS ONDE OS TATUADORES NUNCA FORAM RECONHECIDOS COMO PROFISSIONAIS, SIMPLESMENTE PORQUE ASSIM OS NOSSOS ILUSTRES POLITICOS O FIZERAM….AFINAL ELES NÃO USAM TATTOO…..EM COMPENSAÇÃO, NADA CONTRA, A PROSTITUIÇÃO SERÁ CONSIDERADA PROFISSÃO….NO MÍNIMO CONTRADITÓRIO PARA UMA SOCIEDADE CALCADA EM IDEIAIS CRISTÃOS………
    BOM, CONTINUANDO, ESSES TATUADORES LUTARAM POR DÉCADAS PARA CONSEGUIREM UMA LEGISLAÇÃO MAIS APROPRIADA PARA SUAS ATIVIDADES, PASSARAM, APESAR DE NAÕ RECONHECIDOS POR ESSES ILUSTRES POLITICOS, A TER CNAE E OUTROS CÓDIGOS PARA PAGAMENTO DE IMPOSTOS, FISCALIZAÇÃO DE LONGE MAIS PESADA DO QUE DE QUALQUER HOSPITAL PUBLICO (BASTA VER A SITUAÇÃO DOS MESMOS)…OU SEJA, PASSARM, MESMO SEM O RECONHECIMENTO DE PROFISSÃO, A CONTRIBUIREM COM SUA PROFISSÃO DENTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA….ESTRANHO, MAS ESTAMOS NO BRASIL!…..
    RESUMINDO…AGORA DEPOIS DE TODAS AS CONQUISTAS DA SOCIEDADE BRASILEIRA COM RELAÇÃO A TATTOO E SEUS PROFISSIONAIS (QUE AINDA NÃO SÃO RECONHECIDOS) QUEREM SIMPLESMENTE ACABAR DE VEZ COM O OBJETIVO DESSES, OU SEJA, AGORA REALEMNTE SABEMOS COM CERTEZA QUE UM TATUADOR PROFISSIONAL JAMAIS TERÁ SUA CARTEIRA DE TRABALHO, OU PELO MENOS SERÁ RECONHECIDO PELO QUE É……DIZEM ATÉ QUE OS TATUADORES SERÃO PROCESSADOS POR “EXERCÍCIO ILEGAL DE PROFISSÃO”….MEU DEUS, MAS QUE PROFISSÃO É ESSA….A MEDICINA?….OS UNICOS PROFISSIONAIS DA TATUAGEM SÃO OS TATUADORES…..AÍ UM AMIGO ME DEU UMA DICA……O COMÉRCIO DAS RECEITAS MÉDICAS….HAAAA! COMO QUE EU NÃO PENSEI NISSO ANTES, É CLARO….OSMÉDICOS VÃO DEITAR E ROLAR GANHANDO EM CIMA DOS TATUDORES E DE SEUS CLIENTES………ISSO É BRASIL, E ESSES SÃO OS MÉDICOS BRASILEIROS……É SÓ PAGAR E PRONTO!….AGORA CONSIGO ENTENDER O PORQUE DO NOVO ATO MÉDICO E SUA ABSURDAS IDÉIAS………..NÃO SÃO TÃO ABSURDAS NO PONTO DE VISTA DE QUEM VAI LUCRAR COM O COMÉRCIO……
    ….MAS UM OUTRO AMIGO ME FEZ RIR, E RIR MUITO……MEU NERVOSO E REVOLTA ATÉ DIMINUIU……ENTÃO VAI A PERGUNTA QUE ELE ME FEZ:
    “VOCÊ, COMO TATUADOR, PAGARIA UM MÉDICO PARA LIBERAR SUAS TATTOOS OU SIMPLEMENTE VOLTARIA AO PASSADO, DEIXANDO DE LADO TODA A PATIFARIA BUROCRATICA DA SUA LOJA DE TATTOO E FICANDO NOVAMENTE CLANDESTINO, SEM FISCALIZAÇÃO E PODENDO FAZER SUAS TATTOOS DO MESMO JEITO QUE SEMPRE FEZ?

    PENSANDO BEM OS DOIS TEM RAZÃO….E ACREDITO PIAMENTE QUE ESSA LEI FOI UM TIRO NO PÉ DOS NOSSOS DEPUTADOS E MÉDICOS…..AFINAL SE OS STUDIOS VOLTAREM A SER CLANDESTINOS, COMO É BEM PROVAVEL, NEM IMPOSTOS, NEM FISCALIZAÇÃO E MUITO MENOS PRESCRIÇÃO MÉDICA VÃO EXISTIR NA TATTOO……AÍ TALVEZ PERCEBAM O QUANTO DEVEMOS RESPEITAR A PROFISSÃO DO PRÓXIMO….MESMO QUE AINDA NÃO TENHAM RECONHECIDO COMO TAL……

  • TATTOO disse:

    …..CHEGUEM MAIS CEDO PARA ATENDIMENTO EM HOSPITAIS PUBLICOS, AFINAL UMA LEVA DE FUTUROS TATUADOS SÃO OBRIGADOS A PASSAR PELO CLINICO PARA CONSEGUIR A PRESCRIÇÃO…….

  • Julio disse:

    Só uma colocação. Homeopatia é uma especialidade médica desde 1980.

    E acupuntura é Medicina Chinesa. Deveria ser uma cadeira dentro da faculdade de Medicina, assim como a Homeopatia. A prática é neurociências pura e se mal aplicada, pode trazer complicações sérias. É que ninguém processa um fisioterapeuta a toda hora, já um médico…
    A alegria das pessoas é falar mal de médico…
    O que eu acho é que, se for aprovado, os fisioterapeutas que já tem o título emitido por uma universidade devem continuar aptos a realizar o procedimento, pois não dá para dizer para a pessoa simplesmente não fazer mais o que fez a vida toda e o que dá o seu sustento.
    Até aquela data, valeriam os títulos.

  • nancy disse:

    medicos estão deixando de exercer medicina para exercer ESTETICA. Que pena, não teremos mais médicos para curar nossas doenças ou fazer nossas cirurgias neste pais. TUDO POR CAUSA DA GANÂNCIA.

  • CRISTIANO TATTOO disse:

    FORA, FORA ATO MEDICO.
    ELES NÃO LUTAM PELA VIDA , SÃO IGUAL OS NOSSOS POLÍTICOS, QUEREM TER PODER E MUITO MAIS DINHEIRO.
    UMA AMIGA LEVOU A FILHA GEMENDO DE DOR NO PLANTÃO , E NADA DE ATENDEREM, ATÉ QUE ELA QUIS SABER O PQ DA DEMORA, E O PORTEIRO DISSE QUE O MEDICO NÃO ATENDE QUANDO TEM MENOS DE 6 PACIENTE EM ESPERA, E SE NÃO APARECE NINGUÉM ATÉ AMANHECER?SACANAGEM ESSE BRASIL.CADÊ O JURAMENTO QUE FAZM PELA VIDA?E AGORA QUEREM TER PODER SOBRE AS PROFISSÃO DOS OUTROS?VAI DAR BAGUNÇA ISSO AI.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *