Fisioterapia & Saúde

Manifesto Minha Indignação

199 2

mahirates1Desde o início desse blog  não temos manifestado nossa opinião sobre os comentários aqui publicados, por uma única razão, fazer desse espaço um debate sem tomar ações que possam influenciar opiniões e atitudes, mesmo assim, não temos como não comentar ou mesmo expor nossa  opinião sobre o ATO MÉDICO, esse tema não só foi o de maior comentários no blog e sim aumentou o número de visitas de uma forma extraordinária, ou seja, é um tema que se deve ter   cuidado, delicadeza  ao ser explorado, dessa forma temos a convicção, é chegado a hora dos médicos regulamentarem seus direitos e deveres, por serem profissionais indispensáveis. Não temos a visão de alguns colegas da área de saúde ao se manifestarem através de afirmações quanto ao médico estar em  situação de prioridade, muito  pelo contrário, esses profissionais perderam sua credibilidade ao longo do tempo, graças a submissão  junto aos planos de saúde, a exploração do trabalho da  medicina de uma forma estressante,muitas vezes sem condições estruturais, devendo estar em vários postos de trabalhos para obter um padrão de vida adequado a suas famílias e ainda serem os responsáveis diretos quando acontece algum erro, o que nos deixa triste e ao mesmo tempo indignado é por existir nesse projeto que não deveria ser chamado de ato médico e sim de atitude da medicina,  pontos os quais  em nada  modificam a atual situação  dessa profissão  no Brasil e  que  promovem o cerceamento do pleno exercício profissional de todas as outras profissões de saúde. consciencia_moralTemos nossas dúvidas quanto à aprovação dessa medida, chegamos a acreditar ela  será aprovada, levando em consideração o número de deputados federais e  senadores médicos, é hora de pensarmos quando estivermos diante do voto, nossa maior arma  em uma democracia, é hora de dizer a todos, queremos assumir as nossas conquistas e responder pelos nossos atos. É preciso oferecer condições de trabalho e demonstrar eficiência, sairmos do discurso da construção de equipes multiprofissionais e exercermos de fato tal ação. Esperamos  dos nossos senadores  e  do  presidente da república,  coerência quanto a  saúde da população brasileira, caso contrário não há mais porque mantermos outras profissões e sim continuarmos falando em um país que vai pra frente, caminhando para trás.

desencontros_antonioramos_thiam