Fisioterapia & Saúde

Fisioterapeuta deve fazer parte da Saúde da Família

Por Agência Câmara
20/01/2010
 
Segundo o deputado Maurício Trindade, falta às equipes um profissional de fisioterapia, especialidade imprescindível para o bem-estar
 
A Câmara analisa o Projeto de Lei 6206/09, apresentado pelo deputado Maurício Trindade (PR-BA), que torna obrigatória a inserção de fisioterapeutas nas equipes da Estratégia Saúde da Família. Esse é o novo nome do Programa Saúde da Família, formado por equipes de profissionais que atuam na prevenção e na recuperação de doenças de uma comunidade previamente definida. O programa é financiado pelas esferas federal, estadual e municipal.
Atualmente, os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) podem ter fisioterapeutas, mas essa especialidade é opcional, e deve ser definida pelos gestores municipais entre 13 profissionais. As equipes da Saúde da Família são compostas, no mínimo, por um médico de família, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e seis agentes comunitários de saúde.
Para Maurício Trindade, a atenção preventiva à população tem se mostrado uma forma correta de administrar a saúde. Além disso, o deputado afirma que  Saúde da Família é um sucesso tanto do ponto de vista estatístico quanto em termos de satisfação do usuário. Ele considera, no entanto, que falta às equipes um profissional de fisioterapia, especialidade imprescindível para o bem-estar da população. “Em razão das patologias, pacientes senis ou pacientes acamados necessitam de fisioterapia para evitar doenças pulmonares e ferimentos de decúbito, que podem levá-los, inclusive, a óbito”, explica.
Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Esse Post  foi enviado Por:  Dr. Ewertom Cordeiro