Fisioterapia & Saúde

Sociedade Médica Indignada com Novela

836 2

O Colégio Médico de Acupuntura e Associação Médica Brasileira enviaram ao diretor da Globo  Jayme Bomjardim documento  demonstrando perplexidade diante o capítulo da novela “Viver a Vida”  em 23 de janeiro, eles descrevem ter ocorrido vários equívocos em relação a acupuntura .  A Sociedade médica relata: “A Personagem Luciana ser submetida a técnica, a tentativa de explicação da mesma, a profissional que a realizou  e os flagrantes equívocos  éticos, fizeram da cena algo lamentável”.  Pautados no reconhecimento do Conselho Federal de Medina em 1995, segundo o texto “ além dos aspectos científicos, ficou claro na ocasião que a técnica em sua várias instâncias, se configurava em um procedimento médico: necessidade de um diagnostico nosólogico,  execução de técnica invasiva, estabelecimento de um prognóstico e associação medicamentosa”. Dessa forma essas instituições demonstraram indignação pela atuação de uma  personagem fisioterapeuta está realizando acupuntura.  O que de fato nos chama atenção  é o autor da novela por coincidência ou não veio a público tocar na ferida hoje existente na sociedade pelos profissionais de saúde, acreditamos  no bom senso  e  nos  Órgãos  responsáveis , ao mesmo tempo buscamos  um olhar crítico sobre as polêmicas existentes na área de saúde, elas  estão relacionadas diretamente  a regulamentação dessas profissões, só temos uma certeza a sociedade está  mais uma vez no prejuízo, novela a parte, o bom mesmo seria  todos os representantes dessas instituições buscassem juntos  um desfecho  de forma ética e principalmente social. Não termos soberanos, mas também não termos insensatez, qual o papel de cada um? È possível trabalharem juntos sem submissão? Sou Fisioterapeuta há 15 anos, dedico-me integralmente a minha missão, tenho  uma grande rede de relacionamento com todos os profissionais de saúde e mesmo assim, sinto-me abarrotado de dúvidas e indignado por em nenhum momento ver ninguém tomando atitude em busca de resolver tais problemas, cada um olhando seu próprio umbigo.  Deixando claro  haver relação direta  com reserva de mercado?

2 Comentários

  • Ewertom disse:

    Transcrevo abaixo alguns trechos de e-mails enviados por mim a rede globo diante de tal fato.

    A saber sou Fisioterapeuta Acupunturista e Presidente da 1a Seccional da Associação dos Fisioterapeutas Acupunturistas – AFA Brasil.

    “A Acupuntura adentrou no Brasil na década de 50 através do Fisioterapeuta, natural de Luxemburgo, Friedrich Johann Spaeth. Sendo rejeitada pelo Conselho Federal de Medicina – CFM por duas vezes antes do seu reconhecimento como especialidade, o qual só ocorreu em 1995, dez anos após o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional o tê-lo feito (1985). Os profissionais de Medicina que praticavam a Acupuntura nas décadas de 70 e 80 foram inclusive perseguidos pelo CFM e taxados como charlatões”.

    “A Acupuntura é praticada há muitos anos por profissionais de saúde e reconhecida como especialidade de Fisioterapeutas, Biomédicos, Enfermeiros, Farmacêuticos, Médicos, dentre outros, não sendo portando exclusiva de Médicos. A população tem o direito de saber a verdade e de escolher com qual profissional deseja realizar tratamento e que não apenas os médicos são habilitados para tal”.

    “Não há necessidade de se realizar consultoria junto ao Conselho Federal de Medicina – CFM ou ao Colegiado Médico de Acupuntura – CMA para saber sobre todos os assuntos relacionados à saúde. Alias, fomos recentemente informados que a Dra. Cristina Kurthy vem realizando consultoria a despeito da logística do tratamento Fisioterapêutico recebido pela personagem Luciana na Novela Viver a Vida, aproveitando, portanto, a oportunidade para parabenizar a Rede Globo de Jornalismo, em especial a Direção Geral da Novela Viver a Vida pela excelente consultoria contratada, uma vez que a Telenovela vem transmitindo com louvor a beleza da profissão Fisioterapia e também a sua importância dentro de uma equipe Multidisciplinar, bem como a autonomia desta profissão. Não duvidamos também que exista um bom consultor de Medicina assessorado no que diz respeito às ações médicas. Entendemos que assim que deve ser e não que Médicos informem sobre outras profissões como aparentemente desejado pelo autor da carta”.

    “A Acupuntura, assim como todas as técnicas da Medicina Tradicional Chinesa possuem um sistema de avaliação e diagnóstico próprio, independente e totalmente distinta do realizado pela Medicina Ocidental, não sendo, portanto necessária a formação em Medicina Ocidental para a prática da Acupuntura, o que se faz necessário é a formação específica na Acupuntura. Ou seja, o profissional habilitado é aquele que possui sua formação (especialização) em Acupuntura e tem seu registro junto ao seu conselho de classe (atualmente 10 conselhos federais de saúde reconhecem a Acupuntura como Especialidade)”.

    “O Ministério da Saúde, através da Portaria 971 de 04 de maio de 2006 aprova a Política de Práticas Integrativas e Complementares – PNPIC, a qual aprova a prática Multiprofissional de Acupuntura no SUS. Sendo esta política baseada no documento “Estrategia de la OMS sobre Medicina Tradicional”. Ou seja, a Acupuntura no SUS pode ser praticada pelas profissões acima citadas, seguindo a orientação da portaria 971 e da OMS quanto à prática de Acupuntura. Desta portariam originaram-se muitas outras, as quais mantêm a possibilidade de prática multiprofissional da acupuntura no SUS”.

    “Também é válido salientar que o Ministério do Trabalho e Emprego reconhece a prática da Acupuntura por Especialistas e por Técnicos, com seus devidos códigos registrados”.

    “Revendo a parte da telenovela em que foi abordada a Acupuntura pude observar que este trecho da carta do referido médico nada mais que uma falácia, uma vez que em momento algum foi abordado as temáticas Chakras e energia vital”.

    “A abordagem realizada no quadro em questão foi de extrema felicidade, ao contrário do afirmado, uma vez que foi realizada uma abordagem com extrema fidelidade aos princípios da MTC, gerando informação de qualidade e muito válida a especialidade Acupuntura”.

    “Não entendemos qual o interesse do Médico Dirceu de Lavôr em trazer informações mentirosas e que tentam de forma leviana denegrir os profissionais e porque não a também a verdadeira Acupuntura, profissionais estes que possuem seu direito legal em praticar a Acupuntura. Parece-me uma atitude hipócrita deste profissional, uma vez que aprendeu acupuntura através de profissionais não médicos e ainda por criticar a sua prática diária, vide programação do evento, do qual foi presidente”.

    “Entendemos que não houve dolo algum a nenhum profissional de saúde especialista em Acupuntura pelo fato de haver sido realizado tratamento com Fisioterapeuta Acupunturista, sendo, portanto indevidas as afirmações em tom de acusação proferidas pelo profissional previamente citado”.

    “Sugerimos que consultem ainda o Ministério da Saúde, na pessoa da Dra. Carmem di Simone e demais conselhos de classe e entidade associativas”.

    Desculpem-me o excesso de informações!

  • Ewertom disse:

    Abaixo alguns trechos de e-mail que recebi de um Fisioterapeuta Acupunturista do Rio.

    “Pelo que entendi, nas minhas conversas com roteirista, diretor etc., a Dramaturgia da Rede Globo procura ser isenta e não tem interesse de ferir princípios éticos e morais de nenhuma categoria profissional”.

    “Eles precisavam dos subsídios legais, que foram enviados pelas diversas entidades representativas da Fisioterapia e da Acupuntura Multiprofissional, para terem certeza de que não estavam cometendo nenhum erro”.

    “Obrigado a todos que entenderam a gravidade da situação e se mobilizaram rapidamente para tão bem representar a Acupuntura Multiprofissional”.

    “Vamos continuar unidos e mobilizados nessa luta que está apenas começando”.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *