Fisioterapia & Saúde

Superação em Movimento

199 1

Por : MARIA LUIZA FONTENELE é Integrante da Crítica Radical e ex-prefeita de Fortaleza.

Superação em movimento

Em sua “cadeira voadora”, Cláudio Pereira espalhou pela Fortaleza, que cresceu e fez crescer, uma série de exemplos positivos, convidando a cidade a se experimentar de novas formas, superando limitações e obstáculos, desde os físicos aos ideológicos.

Ao redigir este depoimento recebi várias ligações, todas de pessoas querendo dizer da sua dor, ressaltando, outrossim, a figura extraordinária de Cláudio Pereira, pela amizade, pela sensibilidade e acima de tudo, pela sua tenacidade em superar limites.
Cláudio, na sua juventude, marcou a história do Ceará junto aqueles que, na década de 1960, buscavam “tomar os céus de assalto“. Ele era, sem dúvida, um contestador cheio de boemia, criatividade e irreverência. Dizem que, numa tentativa de invasão da Polícia ao Estoril (em busca de maconha) ele sugeriu: “Recebamos os policiais com palmas“ – ato que desarmou a caçada.
Ao sofrer acidente que lhe deixou tetraplégico, fez da limitação a marca da superação. Ao atrair apoios, extravasou o seu espírito solidário. Não discriminava, acolhia, ousava.
Com esta roupagem abraçou a proposta de Presidente da Fundação de Cultura e Turismo da Administração Popular. Agigantou-se na tarefa de fazer de cada canto da Cidade um espaço para a arte, para a cultura e no esforço de amealhar recursos no sentido de assegurar projetos inusitados no âmbito da diversidade, como o de combate à discriminação aos portadores do vírus HIV, com a distribuição de preservativos, num tempo de pavor a aids.
De igual forma mostra a sua tenacidade ao transformar o local que, no período da ditadura fora dependência de tortura, na sede da Fundação Cultural com shows, espalhando sons pelos jardins do Paço Municipal. Cláudio era essa pessoa incansável quando o assunto era quebrar preconceitos, romper barreiras e garantir para todo artista um lugar ao sol.
Podemos imaginar a dor de quem queria realizar tudo ao mesmo tempo, sempre aberto a novas aventuras e com tal inventividade, preso a uma cadeira de rodas e tendo que esperar por ajuda para seus deslocamentos. Por isso, vale cunhar: Cláudio. você é a superação em movimento!
Este homem generoso e por demais antenado queria abarcar o mundo com os braços e com o coração e alcançar cada ideia em benefício da humanidade – que o diga Martine, sua companheira de tantos amores e desafios. Com entusiasmo, apoiou a proposta da emancipação humana, que ficou inconclusa no seu ideário revolucionário, seja por conta de uma postura eclética de tudo abrigar ou quem sabe pela nossa parte de não termos aprofundado o debate em torno de uma ruptura que exigiria muito desse companheiro.
Mas com certeza fica conosco este exemplo dessa experiência de vida cheia de solidariedade e plena de coletividade, condições fundamentais para um projeto de superação – libertação da humanidade.

Fonte: Jornal O POVO

Dessa forma o blog Fisioterapia & Saúde presta  homenagem a esse grande cearense.