Fisioterapia & Saúde

Coffito participa do XXVI Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

Evento acontece de 25 a 28 de maio, no Centro de Convenções Expo-Gramado, no Rio Grande do Sul

O Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) é um evento anual que reúne secretários municipais de Saúde, gestores, trabalhadores e usuários dos serviços públicos de saúde de todo o Brasil. O encontro promove cursos, palestras, seminários, painéis, mesas redondas, dentre várias outras atividades. O Congresso visa discutir e trocar experiências para propor melhorias na política de saúde pública, com o objetivo de aperfeiçoar o Sistema Único de Saúde (SUS). Confira a programação e mais informações no site do Congresso http://www.conasems.org.br. As inscrições também podem ser feitas na página da internet.  O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) participa do XXVI Conasems com estande de exposições, na Feira Aqui tem SUS, para informar aos participantes com relação à atuação dos profissionais de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional na saúde pública. Além do estande institucional, o Coffito participa do espaço “Trilegal Saúde”, cedido em parceria com o Conasems, para atendimentos à população. O objetivo é proporcionar a promoção, prevenção, educação e assistência em saúde aos participantes, por meio de atividades de Fisioterapia (Acupuntura, Quiropraxia, Osteopatia, Exercícios e Orientações Posturais, Testes Respiratórios) e de Terapia Ocupacional (Teste de Estresse, Teste de Memória, oficinas de processos psicodinâmicos de atividades, apresentações de alguns processos de prescrição e confecção de órteses para o bom desempenho ocupacional). Segundo a fisioterapeuta e conselheira do Coffito, Perla Teles, o Conasems é a oportunidade de entrar em contato com as secretarias de Saúde, gestores, trabalhadores e usuários dos serviços de saúde pública de todo país, para informar sobre a atuação e a necessidade de inserção da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional nos programas de Saúde e na melhoria da qualidade de vida da população. “No âmbito do Sistema único de Saúde (SUS), uma parcela pequena da população brasileira tem acesso amplo ao atendimento dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais”, afirma. Perla afirma, também,  que a centralização dos serviços em capitais, a priorização de ações curativas, a dificuldade de acesso e a pequena inserção efetiva desses profissionais nos programas do SUS são os principais problemas do modelo real de assistência em saúde no Brasil. Essa situação afeta diretamente  a qualidade de vida da população. A fisioterapeuta ressalta que, atualmente, os profissionais existentes na assistência ambulatorial e hospitalar são insuficientes para atender as demandas de pacientes com problemas de saúde decorrentes de acidentes de trabalho e automobilísticos, AVCs (derrames), doenças respiratórias, deficiências físicas e mentais, dentre várias outras que lotam os hospitais e as listas de espera dos serviços da rede pública. Segundo a Terapeuta Ocupacional e Conselheira do Coffito,Carlene Borges, a atuação dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais na assistência básica precisa ser tratada como forma integral de promoção, educação e prevenção à Saúde. Essa mudança se faz necessária para diminuir os índices de morbidade e mortalidade, fortalecendo o princípio da saúde como qualidade de vida. “O Conasems é uma oportunidade para demonstrar novas possibilidades de atuação da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional nas políticas públicas para a consolidação das diretrizes do SUS”, afirma Perla. O presidente do Coffito, Roberto Cepda, ressalta que a realização destas atividades pelo COFFITO somente são possíveis com o apoio, parceria e colaboração dos CREFITOS, Associações  e profissionais voluntários.