Fisioterapia & Saúde

QUE MARAVILHA, GYROTONIC!

QUE MARAVILHA, GYROTONIC!

 Livre-se do estresse mental, lesões e conquiste um corpo sarado com o método que está fazendo a cabeça de famosos como Madonna

 Texto: Renata Aymoré

 Era uma vez um húngaro, criado na Romênia, chamado Juliu Horvath. Na infância, foi ginasta, nadador e remador e, completando sua segunda década de vida, era um dos principais dançarinos de dança clássica do The Romanian State Opera. Após ter desertado e recebido asilo político nos Estados Unidos, tornando-se um renomado bailarino em Nova Iorque, Juliu sofreu um golpe duro: rompeu o tendão de Aquiles, suspendendo subitamente sua carreira.

 Esta história poderia ser triste se não tivesse um final tão proveitoso: sua luta pessoal contra lesões e dores, além do sonho de criar um aparelho que auxiliasse bailarinos a realizarem uma pirueta perfeita, trouxe a inspiração necessária para a invenção do método Gyrotonic. O sistema visa não somente moldar o corpo, mas também melhora a postura, alongamento, dores decorrentes de lesões e o sistema imunológico, o que contribui para combater o estresse. Porém, há quem pense que apenas bailarinos ou atletas de alta performance possam se beneficiar desta maravilha. Engano. O fisioterapeuta José Meudo Filho é o pioneiro e único treinador certificado no método, no Ceará, e garante que o Gyrotonic é para muitos: “Homens e mulheres de todas as idades, inclusive crianças, podem praticar. De fato, fisioterapeutas e médicos indicam o método para reabilitação de lesões e para alívio de condições crônicas que não obtiveram sucesso com outros tipos de tratamento”.

 O novo Pilates?

 Mas, espera aí: um método criado a partir de complicadas experiências de saúde de seus inventores, que acabou virando febre no mundo inteiro? Semelhanças, sim. Contudo, isso é o suficiente para afirmar, então, que o Gyrotonic pode ser considerado o novo Pilates? “Observamos como semelhanças o foco na força do núcleo abdominal, o fato de ambos aumentarem a flexibilidade, coordenação e equilíbrio, além da possibilidade de serem ensinados com ou sem equipamento”, explica José Meudo. “Mas, há também diferenças consideráveis: o Pilates é uma técnica de movimento com predomínio de exercícios em dimensão linear que isola os grupos musculares, trabalhando-os de forma independente, enquanto o Gyrotonic é predominantemente uma técnica de exercícios em três dimensões e trabalha o corpo todo em todos os momentos. Além disso, os equipamentos de Pilates utilizam um sistema de molas onde o individuo está trabalhando constantemente contra uma direção, enquanto os do Gyrotonic utilizam pesos e um sistema de roldanas que dá ao corpo tanto apoio e resistência em toda uma série de exercícios”, esclarece.  O que sabemos é que, a exemplo do Pilates, esta nova técnica, está colecionando fãs mundo afora, inclusive celebridades. A novidade é boa, eficiente e puro sucesso; Madonna também acha. Longa vida ao Gyrotonic!

 Fazem e adoram!

Uma breve lista das celebridades adeptas dos Gyrotonic

 Madonna (cantora)

Teri Hatcher (atriz)

Gwyneth Paltrow (atriz)

Juliana Paes (atriz)

Kim Cattrall (atriz)

Entre outras: Diogo Vilela, Zezé Polessa, Marília Pêra.

 Benefícios gerais:

Aumento do balanceamento e fluidez

Melhora da circulação

Revigoração do sistema vascular

Aumento da vitalidade e bem estar

Liberação dos bloqueios e estimulação do sistema nervoso

Fortalecimento dos músculos, articulando as juntas

Flexibilidade

Coordenação

Fonte: http://upwomen.com.br/