Fisioterapia & Saúde

Site Médico chama Método de Fisioterapia de “uma mentira perigosa”.

124 10

POR:  www.centromedicodacoluna.com.br.

Colocamos a publicação na íntegra  e reafirmamos nosso compromisso, esse espaço é democrático, dessa forma está aberto a todos.

Dizer que se vai reconstruir implica a existência de uma destruição presente. Numa destruição, as partes estão incorretamente montadas ou relacionadas. Dizer que se vai fazer uma reconstrução músculo-articular, significa dizer que existem músculos e articulações que estão destruídos e que serão remontados e corretamente acoplados.

Esta linguagem é comum na cirurgia ortopédica, quando fazemos, por exemplo, a troca de uma articulação do quadril (figura) por uma prótese. Isto sim é uma reconstrução!

Uma reconstrução só pode ser feita através de procedimentos cirúrgicos. Reconstruir uma articulação sem agir cirurgicamente é como mover pedras com a força do pensamento. É um total absurdo!

Mais absurdo ainda é a tentativa de “reconstruir” a anatomia da mais complexa estrutura anatômica do corpo humano: a coluna vertebral.

O fato é que o pomposo termo RECONSTRUÇÃO MÚSCULO-ARTICULAR DA COLUNA VERTEBRAL ( RMA da Coluna Vertebral) encerra uma mentira perigosa. Uma mentira com uma ideia descaradamente falaciosa para atrair pessoas desavisadas e assustadas por dores agudas e fortes.

O fato é que estas dores agudas e fortes, em sua maioria, são benignas e passariam mesmo sem nenhuma ação “terapêutica”. Nas situações em que as dores persistem ou são muito intensas, é claro que devemos agir, mas devemos agir dentro dos princípios do bom senso, da ética, e baseados em evidências científicas fortes, evitando as “invencionices” e falsos milagres. Para isto existem a fisioterapia séria, a medicina com seus remédios, a cirurgia com suas técnicas precisas. Só não precisamos de mais uma mentira com finalidades comerciais fantasiada de anjo.

A função da medicina é alertar para as boas práticas diagnósticas e terapêuticas, e aqui fica o alerta, diante de mais um risco para pacientes em desespero, e que aceitam qualquer coisa para obter alívio e as vezes nem percebem que a cura pode estar em não fazer nada, ou nada de “invencionice”.

Fonte: http://centromedicodacoluna.blogspot.com/