Fisioterapia & Saúde

Em recuperação no Timão, Adriano faz pilates e trabalho na piscina

 

Atacante já pode fazer treinos com maior carga depois de ter retirado a proteção no tendão do pé esquerdo

Por Carlos Augusto Ferrari São Paulo

Não são apenas os jogadores à disposição de Tite que sofreram nesta terça-feira com intensos trabalhos físicos pela manhã, no CT Joaquim Grava, em São Paulo. Depois de passar o fim de semana com a família, no Rio de Janeiro, o atacante Adriano intensificou as atividades de recuperação pela cirurgia no tendão do pé esquerdo, realizada em 20 de abril.

O jogador retirou a bota imobilizadora no dia 3 de junho e passou a uma nova fase do tratamento. Sem a proteção, o atleta foi liberado para exercícios de pilates, utilizando um elástico em uma prancha móvel, e outro na piscina do centro de treinamentos alvinegro. Ele foi acompanhado pelo fisioterapeuta Caio Mello.

Neste período, a fisioterapia é mesclada com trabalhos para a perda de peso, principalmente o “transport”, aparelho que ajuda a evitar um grande impacto no local operado. Nas contas do departamento físico, o Imperador precisa perder cerca de 10kg para ter condições de atuar.

Ainda não há previsão para que Adriano faça treinos no gramado. Ele só será liberado depois que a musculatura estiver adequada para suportar os movimentos, evitando assim possíveis novas lesões.

Em uma avaliação do médico Joaquim Grava, responsável pela intervenção cirúrgica, o centroavante só poderá jogar a partir do mês de setembro. A diretoria de futebol chegou a cogitar a antecipação para agosto, mas o corpo clínico do clube descartou essa possibilidade.

Fonte: Globo.com