Fisioterapia & Saúde

Régis Sá será empossado nesta quarta, 20, Superintendente da Rede de Unidades

570 2

Ficamos extremamente felizes por termos o Dr. Régis Sá Vieira na Superintendência de Apoio à Gestão da Rede de Unidades de Saúde da Sesa,  por meritocracia e esse deve ser o caminho que o gestores públicos   devem seguir, dessa forma todos saem ganhando os estado e a sociedade.

 

 

O médico Régis Sá Vieira, que desde 2007 foi aprovado em seleção pública e atua na gestão da Secretaria da Saúde do Estado, tomará posse nesta quarta-feira, 20, na Superintendência de Apoio à Gestão da Rede de Unidades de Saúde da Sesa. Ele será empossado pelo secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos, às 16 horas, no auditório Waldir Arcoverde, Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema. A nomeação de Régis Sá foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira, 19. A SRU foi criada por decreto do governador Cid Gomes, com publicação no DO no último dia 8.    

Régis Sá traz no currículo experiências em gestão. Formado em medicina pela Universidade Federal do Ceará em 1999, o primeiro superintendente da SRU, que  exercia até agora, em nível de assessoria técnica do gabinete, a função de acompanhamento dos hospitais e unidades, tem especialização em oftalmologia pela clínica de olhos da Santa Casa de Belo Horizonte/MG, MBA em gestão estratégica em Organizações Sociais pela FGV/SP. De 2004 a 2007 assumiu a diretoria de medicina preventiva  do HapVida Saúde e a superintendência da rede própria Camed Saúde.    

Atuação da SRU

Como parte da estrutura organizacional da Secretaria da Saúde, a Superintendência de Apoio à Gestão da Rede de Unidades de Saúde tem dois eixos básicos de atuação: apoio às diretorias e monitoramento, controle e avaliação da gerência de todas as unidades da Sesa, independente do modelo adotado de administração. Entre os fatores que impulsionaram a implantação da nova superintendência, se destaca a expansão da rede de unidades na capital e no interior e implantação de novos modelos de gestão.

Expansão da rede

Na capital, o número de hospitais e unidades ambulatoriais, além de ampliados e reformados, aumentou. O Hospital Geral da Polícia Militar José Martiniano de Alencar saiu da Secretaria de Segurança e foi incorporado à rede de unidades da Sesa. Será construído o Hospital Metropolitano, no eixo do estádio Castelão. No interior, está sendo estruturada pelo governo do Estado uma das maiores redes de assistência à saúde do país, com 22 policlínicas (três inauguradas), 18 Centros de Especialidades Odontológicas regionais (oito inaugurados) , além do Hospital Regional do Cariri, já em funcionamento, o Hospital Regional Norte, em conclusão, o Hospital Regional do Sertão, que será construído em Quixeramobim. O governador também já anunciou a construção do Hospital Regional do Maciço.   
      
O crescimento do número de hospitais e unidades, planejado para facilitar e ampliar o acesso aos serviços de saúde à população, veio acompanhado da diversificação de modelos de gestão. Além da administração direta, os   modelos de gerência dos consórcios públicos estão em plena aplicação nas novas policlínicas e CEOs regionais. O modelo de Organizações Social foi adotado no Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte.

Fonte:

2 Comentários

  • Armando disse:

    Acompanho de perto, muito embora em outraa áreas, a atuação do médico Régis Sá Vieira no âmbito público e passei a ter a convicção de que um gestor público trabalha sim. E muito! Parabéns e boa sorte nessa nova etapa.

  • Maria Randerly e Caubi Feitosa Santos disse:

    Grande Ser humano, Excelente Médico.
    Dr. Regis Sá Viera Deus te abençoe
    Seus Pacientes
    Caubi e Maria Randerly

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *