Fisioterapia & Saúde

Fisioterapia ciência vendida desrespeitosamente.

184 3

Vamos analisar juntos:
25,00 reais – Manicure e Pedicure
8,00 reais – Pastel com Caldo de Cana
4,97 reais – Tratamento Corporal para Modelar seu corpo (Cada atendimento)
Agora me diga, você tem coragem de comprar um serviço de saúde, com promessa de combater celulite e gordura localizada, além de tratamento estético corporal e facial, pagando 4,97 reais cada atendimento?
Pois então amigos, este é o barato que vemos atualmente nos sites de compra coletiva!
Onde é que vamos parar, hein!

Queremos lembrar que RPG e Pilates também fazem parte desses serviços vendidos por fisioterapeutas, principalmente nos estados RJ e SP, esperamos que esses CREFITOS acordem.  destacamos o trabalho do CREFITO 1, proibindo essa atitude no mínimo irresponsável nos estados sob sua jurisdição.

Foi assim que o fisioterapeuta cearense Meudo Filho conseguiu  um dos debates mais acirrados no facebook: http://www.facebook.com/home.php?ref=home#!/meudofilho  sobre a venda dos serviços de fisioterapia nos sites de vendas coletivas, muitos estudantes, profissionais e até representantes de conselhos, opinaram em relação a essa discussão, tivemos a oportunidade de também nos colocarmos em relação a mais esse degradevel momento em que nossa profissão tem vivido no mercado de tabalho. As entidades representantes de classe tem buscado na legislação meios para inibibir ou melhor proibir esse tipo de venda, alegando ferir o código de ética. Queriamos apenas saber qual a diferença entre os sites de vendas coletivas e os planos de saúde? Preço não é, isso garantimos, muitos colegas que se submetem a esse tipo de vendas chegam a cobrar ainda mais que os valores pagos pelos  planos  de saúde, a diferença  parece estar apenas por que através dos sites existe uma democratização favorecendo os vendedores,  enquanto os planos de saúde, esses mantém as portas fechadas para novos conveniados, o que torna os planos de saúde muito mais ofensivo do que os sites de vendas coletivas. Esperamos dos nossos representantes uma conduta concenssual, dessa forma se for criado recursos para proibir no vendas coletivas, da mesma forma deve ser feito aos planos de saúde. Estamos a  desessete anos no mercado de trabalho, não temos a menor dúvida, essa seria a grande estratégia para a permanência de nossas clínicas funcionando e certamente o resgate da dignidade dos nossos profissionais que estão submetidos seja a vender saúde a granel ou permanecer na hipocresia de fingir oferecer  serviços de saúde e na verdade estam enganando a sociedade.