Fisioterapia & Saúde

Fisioterapia ciência vendida desrespeitosamente.

270 3

Vamos analisar juntos:
25,00 reais – Manicure e Pedicure
8,00 reais – Pastel com Caldo de Cana
4,97 reais – Tratamento Corporal para Modelar seu corpo (Cada atendimento)
Agora me diga, você tem coragem de comprar um serviço de saúde, com promessa de combater celulite e gordura localizada, além de tratamento estético corporal e facial, pagando 4,97 reais cada atendimento?
Pois então amigos, este é o barato que vemos atualmente nos sites de compra coletiva!
Onde é que vamos parar, hein!

Queremos lembrar que RPG e Pilates também fazem parte desses serviços vendidos por fisioterapeutas, principalmente nos estados RJ e SP, esperamos que esses CREFITOS acordem.  destacamos o trabalho do CREFITO 1, proibindo essa atitude no mínimo irresponsável nos estados sob sua jurisdição.

Foi assim que o fisioterapeuta cearense Meudo Filho conseguiu  um dos debates mais acirrados no facebook: http://www.facebook.com/home.php?ref=home#!/meudofilho  sobre a venda dos serviços de fisioterapia nos sites de vendas coletivas, muitos estudantes, profissionais e até representantes de conselhos, opinaram em relação a essa discussão, tivemos a oportunidade de também nos colocarmos em relação a mais esse degradevel momento em que nossa profissão tem vivido no mercado de tabalho. As entidades representantes de classe tem buscado na legislação meios para inibibir ou melhor proibir esse tipo de venda, alegando ferir o código de ética. Queriamos apenas saber qual a diferença entre os sites de vendas coletivas e os planos de saúde? Preço não é, isso garantimos, muitos colegas que se submetem a esse tipo de vendas chegam a cobrar ainda mais que os valores pagos pelos  planos  de saúde, a diferença  parece estar apenas por que através dos sites existe uma democratização favorecendo os vendedores,  enquanto os planos de saúde, esses mantém as portas fechadas para novos conveniados, o que torna os planos de saúde muito mais ofensivo do que os sites de vendas coletivas. Esperamos dos nossos representantes uma conduta concenssual, dessa forma se for criado recursos para proibir no vendas coletivas, da mesma forma deve ser feito aos planos de saúde. Estamos a  desessete anos no mercado de trabalho, não temos a menor dúvida, essa seria a grande estratégia para a permanência de nossas clínicas funcionando e certamente o resgate da dignidade dos nossos profissionais que estão submetidos seja a vender saúde a granel ou permanecer na hipocresia de fingir oferecer  serviços de saúde e na verdade estam enganando a sociedade.

3 Comentários

  • Wilson Maia disse:

    Prezado Jorge Brandão,
    essa discussão, por mais incrível que pareça, tende para o lado errado.
    No próprio Facebook, dentro de um grupo de discussões, um professor universitário defende a venda através dos sites de compras coletivas e ainda acha que o Crefito faz essa proibição para dificultar a vida dos fisioterapeutas.
    Os próprios profissionais se desvalorizam, pensam individualmente e ainda reclamam de desunião.

    O link do grupo. A postagem ocorreu no dia de agosto. http://migre.me/5v1eP

    As pessoas reclamam muito e fazem de menos. Se todos cobrassem o estipulado pelo Conselho Federal, ngm sairia perdendo. Abraços.

  • Dr. Wiron Lima Filho - PRESIDENTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE FISIOTERAPIA disse:

    Caros colegas do blog.
    Estamos diante de uma realidade extremamente deplorável. Será que não temos nenhum instrumento de combate efetivo a este comportamento dígno da prostituição profissional?
    Não estamos falando de quebrar apenas o código de ética e ofertar abertamente o serviço e seu valor. Estamos debatendo as consequências resolutivas deste tipo de divulgação.
    Imagine que aquelas clínicas com 300 pacientes /dia, com atendimento via convênio já não tinham resolutividade e propagavam um paradigma falido de Fisioterapia, agora têm como concorrente serviços que ofertam ttos fisioterapêuticos a pouco mais de 4,00 e que devem triplicar sua clientela, pois infelizmente o maioria do público engolir essa história.
    Gostaria de participar com o CREFITO e COFFITO de uma ação conjunta na caça a estes exemplos indígnos e tentar levar esse debate para IES e a todos os profissionais.

  • Dra. Viviane disse:

    Isso é uma vergonha para a classe profissional, espero que o COFFITO tome alguma providência urgente!!!! Em MG os serviços de pilates são os mais encontrados em sites de compra coletiva, mais essa semana tive o desprazer de ver tb sessões de fisioterapia e de ver desconto de 50% em sessões de fisio para associados da OAB. Já cobram preços irrisórios ainda dão desconto de 50% afff…….
    COFFITO JÁ!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *