Fisioterapia & Saúde

Três Cadeiras para Fisioterapia em Fortaleza.

527 5

O Ceará é pioneiro em algo politicamente interessante no Brasil, somos o único estado em que temos fisioterapeutas deputadas, Betherose deputada estadual e Gorete Pereira deputada federal, mas a péssima notícia, não foram os fisioterapeutas responsáveis por essa ação que certamente seria uma grande estratégia para o crescimento da profissão, mesmo não assistindo nenhuma atitude de nossa deputada estadual em beneficio da fisioterapia e ao mesmo tempo contemplados  por nossa deputada federal Gorete Pereira,  medidas contra o ato médico e redução de impostos para as clínicas de fisioterapia.

Veja algo interessante, Deputada Gorete quando tinha em mãos a ABCR, instituição histórica em relação à reabilitação no Ceará, recebeu das urnas setenta e cinco mil votos, na penúltima eleição ao congresso nacional, após fechamento da ABCR, com severas críticas e muita rejeição dos colegas da área, recebeu noventa e oito mil votos, esse crescimento pode ser um fator de mensuração, para entendermos que nossa profissão não apita em nada quando se trata de política.

Nas eleições passadas a câmara de vereadores, tínhamos uma candidata fisioterapeuta,  Cristhina Brasil, recebeu ótima votação, mas não se elegeu, mesmo assim, balançou a rede  e dois vereadores que recebiam bastante votos da fisioterapia, quase ficaram de fora, isso pode ser uma demonstração que fisioterapeuta vota em fisioterapeuta, mas não é o suficiente, precisa regaçar  as mangas,  ir para o campo de trabalho e isso não foram mesmo. Dessa vez são três fisioterapeutas almejando cadeiras na câmara de vereadores, duas são esposas de atuais vereadores, Ruthmar Xavier que já foi presidente do CREFITO 6 por duas gestões, Regina Claudia Gomes, professora universitária e novamente nessa luta Cristhina  Brasil, que dedica seus dias em defesa da profissão em todo o Brasil.

Muitas vezes me acho  privilegiado em minha profissão, sou amigo das duas deputadas e das três candidatas, ou seja, cercado por pessoas humanas incríveis, sei da necessidade dessas mulheres mandado bem, é que por ironia do destino ou do estado, o Ceará perde a cada instante, espaços para oferecer reabilitação, dessa forma, a sociedade menos favorecida financeiramente, não tem nenhum tratamento. Outro ponto que já vai tarde demais é a inserção do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional na saúde primária, nos setores de promoção e prevenção de saúde. Por isso não tenho dúvidas  do quanto é importante lutarmos por  essas cadeiras na câmara de vereadores, ao mesmo tempo, não consigo ser corporativista ao ponto de achar que nossos candidatos tenham que defender qualquer que seja a profissão, precisamos sim de uma sociedade melhor, de uma Fortaleza por natureza já tão grandiosa, possa ser habitada de forma justa e socialmente desenvolvida.