Fisioterapia & Saúde

Resiliência um Novo Sentido da Vida.

fisioterapiaesaudeFonte: http://umabolhadeatitudes.blogspot.com.br
Quando ouço de alguém , sobre seu livro de cabeceira, fico atormentado, por não conseguir tal façanha, assim, prefiro dizer minha estante de cabeceira. São tantos lidos, bem como, tantos por ler. O que me deixa feliz, são as releituras em meu imaginário mental. Dessa vez, realizei um sonho, li e já em seguida li novamente o mesmo livro. Trata-se de “Crescer através do Sofrimento” , de uma querida amiga, Zilma Gurgel Cavalcante. A autora, fez estudos avançados em Gerontologia Social na França e na Bélgica. Seu Doutorado na mesma área pela Universidade de Lumiére em Lyon na França. Criadora do sólido programa de Educação Contínua na Maturidade – Universidade sem Fronteiras, em Fortaleza.
Nunca tinha parado para refletir sobre “Resiliência”  , assunto chave desta obra. A autora diz: “Paralelamente a esse culto a pressa e a velocidade, existe uma enorme população idosa, cujo tempo e ritmo são outros.” Por falar em tempo, algo de preciosidade em dias atuais , mas também inegociável, por todos nós termos a mesma quantidade, 24Hs . Em tempos presentes, vividos ou perdidos, prefiro refletir na autora, “ Na sociedade contemporânea , as mudanças são velozes, profundas, o que exige das pessoas constante esforço de conhecimento, compreensão  e adaptação.
A busca interminável por bens materiais, apegos e desejos consumistas, causam dor. Pessoas incrédulas, jogos pessimistas e falta de olhar ao próximo, fontes acima de crenças, o que nos faz revelar , evidencias concretas. Vivemos em uma sociedade confusa e cheia de sofrimento. Concretizando comportamentos sem a mais profunda visão do outro. Mesmo sem imaginar, rapidamente, envelhecemos. “ Por mais que o ser humano procure controlar racionalmente o tempo, este continua inexorável e fora do alcance de sua vontade.” Segundo a autora.
Foi lendo este primor de livro,  descobri algo fascinante em minha vida. A busca de sentido, o que faz peso, em minhas condutas diárias, a cada passo a cada novo chão que piso. Os cabelos caem  e  outros, ficam grisalhos. Zilma Cavalcante me fez encantar a medida em que estive vivenciando Viktor Franki em uma de suas obras extraordinárias, “Em busca de sentido”.  “ Repentinamente silêncio, e um violino chorava um tango de tristeza infinita, raramente tocado e ainda não gasto de tanto ouvir… Chorava o violino – dentro de mim algo chorava junto.” Viktor E. Frankl.

Não posso ir mais longe, nesse texto. Em novos tempos , fica cansativo, desinteressante. No mar de conhecimento e palmo de profundidade, em meio a tantas informações negativas. Precisamos entender de forma concreta nossas virtudes e capacidades de superar dificuldades no caminho de adquirirmos resiliência .  Dessa forma, devemos concordar com a autora. Os Mestres espirituais ensinam: “ Se uma pessoa é criada com amor incondicional e disciplina, jamais terá medo das tormentas da vida ou da ansiedade – os únicos inimigos do homem.”