Homem etc

Conheça a barbeira cearense que faz literalmente a cabeça dos homens de Fortaleza

Comemorado dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher é uma celebração pela luta histórica feminina na igualdade de gênero. Graças a essa revolução, a mulher pode estudar, votar, ser eleita, ou simplesmente ficar em casa.

O direito da própria escolha foi uma grande libertação, de decidir ser ou trabalhar no que ela quiser e ganhar o mesmo ou mais que os homens, ser ou não mãe, sem que a sociedade a repreenda, tudo para a mulher é um desafio constante dentro do sistema. Mas existem personagens que sempre desafiam a rotina vivendo com as suas próprias escolhas com atitude para enfrentar tudo. E que o normal seja apenas uma justiça natural entre os gêneros, nos mais diferentes campos.

Aqui em Fortaleza temos uma barbeira que se destaca em sua posição, e de forma cotidiana nos faz lembrar que a luta por espaço e respeito em meios normalmente masculinos é plenamente possível. Conheça a cearense Jéssica Aquino, 29 anos, profissional do Sr. Barbeiro que é boa de papo, bonita e estilosa. Mas como a própria se define, é melhor ainda nas tesouras e máquinas, nos penteados e cortes que fazem – literalmente – a cabeça dos clientes da barbearia que é referência na Capital cearense.

E sua escolha foi algo que surgiu tão repentinamente, quanto cristalino. “Eu trabalhava em lojas de shopping center, vendia muito bem, mas não era algo que exatamente me elevava. Um dia um colega, que fez o mesmo percurso que eu – era vendedor e passou a ser barbeiro – me mostrou um curso de barbeiro, e eu nem pensei duas vezes, fiz no ato minha matrícula”, relembra.

Isso não faz muito tempo, foi em meados de 2018, mas já fez uma grande diferença para a vida de Jéssica. “Do curso de barbeiro básico eu já comecei a cortar imediatamente e querer mais e mais conhecimento. Em seguida fiz cursos de aperfeiçoamento, e alguns workshops específicos de habilidades, aprendendo novas técnicas para cortes em tesoura, técnicas de fade ou degradê, e selagem, mas muita coisa aprendi também trocando experiências, pelo meu próprio interesse. E deu certo”, explica.

A barbeira costuma dizer que gosta de cortar o preconceito com seu talento, e agradece também pela oportunidade na casa que a acolheu. “Sou muito grata por fazer parte da equipe do Sr, Barbeiro, é aqui que a gente muda todo dia um pouquinho a percepção das pessoas e mostra serviço com muita dedicação” finaliza Jéssica

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *