Blog do Jocélio Leal

BNDES: pregão para água e saneamento no Ceará adiado

O BNDES começou os pregões eletrônicos para contratação dos estudos técnicos para estruturação de projetos de participação privada. Na lista, concessões, subconcessões e PPPs. O alvo é a universalização dos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitário em quatro estados. O pregão para o Ceará foi adiado. Estava agendado para o dia 24 passado, mas acabou remarcado para 9 de maio. O BNDES alegou ter de fazer ajustes nas especificações do edital de licitação.

Além do Ceará, Acre, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. O pregão para a Paraíba, agendado para o dia 25, foi revogado porque o Estado decidiu sair do programa. Quem venceu três pregões esta semana foram:Saneamento Brasil (Fialho Canabrava Andrade Salles Advogados, Avaliar – Avaliações e Assessoria Ltda e Esse Engenharia e Consultoria Ltda) para o Acre.

Aqua (BF Capital Assessoria em Operações Financeiras Ltda, AECON do Brasil Ltda e Azevedo Sette Advogados Associados) para o Rio Grande do Norte; e APP Saneamento (Hidroconsult Consultoria, Estudos e Projetos Ltda, Almeida e Silva, Gouvêa Vieira Advogados Associados e Brasilpar Serviços Financeiros Ltda) para Santa Catarina.

Esta é a segunda rodada de pregões. A primeira aconteceu em março para Alagoas, Amapá, Maranhão, Pará, Pernambuco e Sergipe. Este primeiro grupo também inclui o Estado de Rondônia, que licitou os estudos diretamente, mas terá apoio do BNDES na estruturação dos projetos.

Os pregões eletrônicos são realizados pelo portal de compras do Governo Federal (www.comprasgovernamentais.gov.br). Ganha quem oferece o menor preço para o serviço. 


Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *