Blog do Jocélio Leal

Fiec: tentativas de acordo até a véspera

Alexandre Pereira posou entre o governador Camilo Santana (PT) e o prefeito Roberto Cláudio (PDT) na noite de ontem, durante evento no Consulado francês, em São Paulo. Foi na condição de secretário do Turismo de Fortaleza. Postou no Facebook por volta de 4 da manhã 

Fortaleza – A decisão do presidente da Fiec, Beto Studart, de propor a redução do mandato de cinco para três anos marcou o fim da possibilidade de entendimento com o vice-presidente Alexandre Pereira. Até o Palácio da Abolição se mobilizou induzindo o diálogo. Como seria?

A redução foi aprovada. Mas antes vários formatos foram postos à mesa por cada lado. Um deles era deixar Ricardo Cavalcante (diretor administrativo e candidato de Beto) concluir os dois anos que restam da atual gestão.

Junto com os dois anos de Ricardo, um acerto para que Alexandre fosse candidato de consenso em 2019.

Beto achou muito pouco para Ricardo. Uma pedra foi posta em cima.

Até a noite de terça-feira havia a proposta de quatro anos para Ricardo e depois quatro anos para Alexandre. Nada feito.

O impasse já virou guerra. E a gloriosa Federação revive os dias tensos de eleições passadas, antes de Roberto Macêdo (2006/2014) ter sido eleito como nome pacificador.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *