Blog do Jocélio Leal

Jericoacoara: uma carta para Luana Piovani

733 38

Luana gravou um vídeo de um minuto para denunciar suposta agressão a amigos em Jericoacoara (Repeodução da Internet)

Fortaleza – O corretor de imóveis cearense Arthur de Castro escreveu a seguinte carta e postou no Facebook. Foi a propósito do depoimento em vídeo gravado pela atriz Luana Piovani. No vídeo, Luana sugere cuidado com a segurança a quem for à Jericoacoara, no Ceará.

“Prezada Luana! Eu queria lhe pedir um favor. Tenho dois filhos que moram no Rio, cidade que o mundo inteiro adora, apesar da violência que se arrasta desde sempre.

No mês passado e inicio deste, meus filhos receberam uma orientação minha para não sairem do bairro em que residem.

Eu, que já tinha medo de transitar pela Linha Amarela, agora estou em pânico. Não precisei acessar o Google para saber que algumas dezenas de ingleses, alemães e turistas do mundo inteiro perderam suas câmeras fotográficas no calçadão da imortalizada Copacabana.

Não acessei a internet para saber que corro risco de vida se eu entrar por engano em uma comunidade pacificada.

Talvez você não saiba, mas uma vez na Lapa, ali pertinho da Lavradio, um sujeito me ofereceu droga…logo para mim, que nunca experimentei um lança perfume.

Então, querida, queria te pedir para gravar um vídeo…um vídeo de apelo ao governador Pezão, pedindo para ele acabar, até o dia 30 agora, com a violência no Rio. Faz isso pra mim?

Ah! Não preciso dizer que sou seu fã, né!?! Beijão e avisa quando a violência no Rio acabar para eu ligar pra agência e autorizar a emissão”.

Recomendado para você

38 Comentários

  • Pedro Wilson Tavares disse:

    Caro Josélio, bom dia.
    Li o seu comentário a respeito da Piovani; não vejo, não leio, não sigo, nem comento nada que venha da “bela, ainda”; tal qual do canastrão esquecido Alexandre Frota(para exemplificar); ambos, meu caro, figuras de mesmo valor, mesmo naipe.
    A situação de insegurança em nosso Estado, infelizmente, é patente, visível a cada esquina, não posso ver uma moto com garupeiro que não me assuste, você e todo cidadão de bem da mesma forma.
    Vou para o Rio em dezembro próximo, passar com a família o período natalino; vou seguro(?!), claro que não, a cidade maravilhosa, berço da “bela linguaruda”, está entregue à bandidagem institucionalizada capitaneada por seus políticos; isso ela não comenta!
    Quanto às comunidades pseudo pacificadas, linha amarela caminho do inferno, evitaremos certamente!
    Luana, vai te catar…
    a

    • Maria disse:

      pacificação aqui do de fachada
      infelizmente as comunidafes ja táo tudo tomado pela bandidagem novamente
      que logo torna a vida das pessoas que moram em comunidades como eu moro no medo de bala perdida qualquer hora, pois os confrontos acontecem sempre por a UPP ainda esta no moro mais não tem o comando
      o Rio não tem um lugar seguro
      o lugar mais ou menos seguro é por debaixo da terra de metrô.esse é onde sinto ainda um pouco de segurança!
      Amo Jeri
      sou do Ceará

      um abraço a todos os conterrâneos!

    • DEYVILA PEREIRA RODRIGUES disse:

      Kkkkkk… melhor eh os comentários

    • Marcelo disse:

      A forma dela se expressar foi desastrada porém as circunstâncias deveriam ser apuradas mesmo o Rio de Janeiro sendo mais violento.

  • Divanefreitas disse:

    Mensagem fabulosa.

  • Daniel Sanford Moreira disse:

    Tirando os dramas sobre as agressões aos turistas em Jeri, digo que a belíssima Jericoacara está sendo dizimada pelas drogas. Não sinta mais segurança em transitar pelas ruelas, com minha mulher, após às 21hs. Jeri virou um balcão de disputa imobiliária e num futuro próximo passará a ser maisena belo local de recordações, somente.

  • Rodrigo Maia disse:

    Comentário válido , mas que em nenhum momento desabona o apelo em relação a violência em Jeri .

  • Rose Gomes disse:

    Muito bem. Adorei seu relato. Piovani quer estar nas redes sociais.
    Jeri ainda é um lugar tranquilo, comparado ao Rio e o resto do Brasil.
    Estou de passagem tirada par a ir à Cidade Maravilhosa, mas confesso que vou bem apreensiva. Muito mais do que vivo aqui em Fortaleza, que sou relaxo quando escuto o barulho da chave do meu filho, entrando em casa!

  • Rosane disse:

    Muito ridícula essa pessoa, ela faz um vídeo de fama do a cidade e nem estava lá, só ouviu o lado dos amigos, e pasmem eles nem prestaram queixa.

    Apoiado… Ow jumenta, posta vídeo do Rio. #euvouprajerisim

  • Pedro Edson disse:

    Muito bom!

  • Marcos disse:

    Jocêlio, acredito que o Rio seja uma cidade com perigos vários, (digo acredito, porque nunca viajei até lá). Sou fortalezense com muito orgulho. Mas precisamos levar em conta, que Luana falou com a finalidade de acordar as autoridades em nosso estado tão massacrado pela violência, que diga-se de passagem, alcançou o ranking na morte de 9 adolescentes para cada 100.000 habitantes. Infelizmente é preciso que turistas com notoriedade façam vídeos alertando um problema nevrálgico que passamos em nosso cotidiano e tomara que a partir dessa ação da atriz, possamos diminuir em ao menos 0, 0001%deste carma que é a falta da política de segurança pública que aflige nosso povo.
    Abraços.

    • Cearence na defesa.
      Acha que aqui é um lugar muito seguro.
      Me engana que eu gosto!
      Espera teu filho sofrer um assalto como passei com a minha filha e vem conversar comigo. Se for a Jeri e algum nativo me tratar mal, garanto que farei um bom estrago.
      ODEIO VIOLÊNCIA!!!

  • Otávio Coutinho disse:

    Perfeito meu caro e nobre colega Arthur de Cadtro.

    Att. Otávio Coutinho.
    Corretor de imóveis.

  • Joana Melo disse:

    Eu só acho que ela tomou as dores de amigos, pois estive em Jeri no início do mês e a todo momento que andei pelas ruas vi o carro da polícia circulando, me fez até comentar sobre, só acho que antes de fazer certos vídeos veja direitinho o porque aconteceu o incidente, e que uma minoria de pessoas que se envolveram na confusão n significa que lá n tem segurança, parabéns Arthur pela Boa colocação do que está acontecendo no Rio.

    • Ana Veronica de Pontes disse:

      Estive em agosto desse ano e também vi o carro da Polícia sempre sempre circulando de dia e à noite… sinceramente muito exagero da parte dela…

  • Debora disse:

    É sempre o “corretor de imóveis” a ofender-se qdo se diz a verdade sobre uma região/local. Extremamente válida a colocação da Luana e desnecessária a deste “corretor”; que mais parece humor negro e que nada agrega. Parabéns, conseguiu humilhar sua classe!

  • manu disse:

    vocês querem comparar Jericoacoara com Rio de Janeiro?
    ao meu entender a maior reivindicação da Luana é o caso de agressão sofrido pelo seus amigos, TURISTAS.
    Jeri é uma cidade turística. a cidade é pequena, tem poucos habitantes, mas tem sim muita violência. as pessoas aqui agridem do nada os outros que estão querendo curtir uma festa, nesta pequena vila, que apesar de tudo é belíssima. Quem mora aqui sabe como é e não adianta tapar o sol com a peneira só pq aqui em fama de ser “tranquilo”. Não podemos deixar que alguns estraguem a beleza de Jericoacoara e sim, estes agressores devem ser PUNIDOS!!! o poder publico tem sim que tomar providencias para garantir o bem estar de todos e que possamos viver sem violência.

    • Guimarães disse:

      Bom dia.
      Você está corretíssima não podemos tolerar qualquer tipo de violência com quem quer que seja e as autoridades estão aí justamente para coibir estás ações, independente das diversas opiniões e bairrismo não nos podermos permitir que Jeri vire uma Fortaleza e sem esquecermos que o Rio cidade maravilha um dia já foi como Jeri e hoje está fora de controle.

  • Maurício Ferreira disse:

    Eu estive lá 2 vezes achei caríssimo , não me senti inseguro não mas eu acho que pelo preço que se cobra la , e parece que a prefeitura de la cobra diária pra vc permanecer deveria ter mais policiamento , eu fui 2 vezes como já disse e nunca vi uma viatura da Polícia por lá .

  • Adriana costa disse:

    Essa Luana estava onde até agora na Lua pra falar desse assunto deste modo? Estive em Jericoacoara e felizmente não passei e nem presenciei nenhuma cena de agressão, apesar de ficar sabendo do perigo que está a linda Fortaleza. Mas eu como uma Prevenida paulistana que sou, fiquei sempre alerta, e quem não fica em nosso país, em muitos lugares. Sabemos que o trabalho da polícia por melhor que seja a bandidagem está sempre um passo a frente. Mas afirmo aqui que não deixei de me divertir em momento algum e até fiz amigos em Jericoacoara!!!! Terra linda que amoooo e indico para todos aqueles que querem estar em um lugar lindo e longe da correria de cidade grande, a única correria que há lá é de Bugs e Pickups fazendo os passeios

  • Sergio Aguiar disse:

    Concordo com a Luana…

  • Francisco Alberto Cabral de Lima disse:

    Essa fulana de tal está esclerosada.

  • Francisco Alberto Cabral de Lima disse:

    Boçal.

  • Bentes Benedito Rabelo. disse:

    Comparar Rio de Janeiro com Jeri é brincadeira, mas Jeri realmente é violenta, tudo muito caro , povo grosseiro e com pouquíssimas opções inclusive de restaurantes que valha o preço cobrado. Moro em Fortaleza e não penso mais ir a Jeri pois só não fui agredido em Jeri porque percebi a trama e saí fora. Me hospedei no Hotel Mosquito Blue, na época o melhor hotel da vila, mas também longe de valer o preço cobrado. Como alguém já comentou, a Luana deu ênfase a agressão sofrida pelos seus amigos. Aliás, já fiz comentários com amigos de outros estado que pensavam em conhecer a vila. A bandalheira já começa em Jijoca quando somos obrigados a contratar um guia para poder chegar a vila, o comentário é qua não asfaltam o trecho Jijoca a Jeri para não deixar meia dúzia de pessoas desempregadas, como visão de turismo é um grande argumento, brincadeira!!!

  • Gostaria de lembrar que estes paulistas que foram parao Rio de janeiro não podem sair falando merda por ai ,O Bolsonaro, todo atravessado, é de Campinas e bonita Luana é de Jaboticabal,ambos do interior paulista.de ser carioca, eles só tem a vontade de ser.Inclusive falam com mais”xis”do que eu que o sou.

  • Iamara Barros disse:

    Ah gente, dá um tempo! Pô Luana comentou e fez esse apelo específico, pq seus amigos foram espancados em um lugar considerado, pacífico e tranquilo, coisa q não é mais! Por isso o apelo. Quem vem de férias pro Rio, já é alertado do q pode ou não fazer e onde, muito antes de chegar aqui. Vamos procurar o q fazer, Luana fala sobre tudo, fala e pede pelo Rio TB, por crianças q precisam de ajuda, vai se inscrever pra conhecer, antes de falar bobagem.

    • Ventura disse:

      Concordo. Em nenhum momento o objetivo da Luana foi comparar violências entre cidades ou prejudicar o turismo de Jeri.Vejo como um alerta para que se tenha cuidado com a famosa vila.

  • Cristina Lopes disse:

    Eu estive em Jeri algumas vezes, e confesso que da ultima vez em que estive fiquei horrorizada com a situação da vila. Uma fedentina desgracada. Parece que a droga lá rola solta e os usuários fazem suas necessidades fisiogicas nas ruas. Até uma simples vendedora de batatas tem aspectos de usuária. Infelizmente num lugar onde poucas pessoas ficam sóbrias é facil virar palco pra violência. Seria muito bom que o prefeito de Jijoca, olhasse com mais seriedade o que ocorre na vila. Adoro a lagoa do Paraiso e é tudo muito lindo. Não deixem de conhecer.

  • Maria elisa disse:

    Oi Luana Piovani já que vc quer colocar a boca no Trombini abri ai a boca pros seus amigos globais que está fazendo campanha pela nudez e denúncia essa safadeza com nossas crianças.

  • JUNIOR ROCHA disse:

    Piada ela falar isso, como se fosse um exemplo de pessoa… kkkk… E as maconha Luana? Ainda fumando muito? Pelo menos vc mesmo afirmou que fuma né..

    https://extra.globo.com/famosos/luana-piovani-revela-em-entrevista-que-pagou-15-mil-policia-para-nao-ser-presa-com-maconha-18027254.html

  • Ana disse:

    Eu li o conteúdo dessa carta , porém estou com uma certa dúvida..Luana falou de jeri e obteve uma resposta falando mal do rio…o que distorceu completamente o assunto central é certo que o Brasil passa por uma onda de violência, mas uma não justifica a outra,têm que Cuidar da nossa casa primeiro para que não fique um rio de janeiro futuramente. Vamos à prática?

  • Eunice disse:

    Violencia tem que ser combatida sim.lndependente de cidade A ou B ser insegura , quantos fatos ocorridos em jeri e sem solucao,prestem mas atencao nos noticiarios ,nao pensem apenas no dinheiro srs. CORRETORES

    como ficou bem claro.Tiro meu chapeu para seu comentario ,mesmo nao sendo sua fa.

  • Taty disse:

    Ela quer mídia!!! Vcs não entenderam?

  • Gente Jeri sempre foi um lugar lindo e pacato de gente simples e acolhedora,drogas?sim sempre nos ceatenses ouvimos falar que rolava muita por la mas nunca nada que causasse violencia ou necessitasse de policia…mas com o apelo por dinheiro o turismo para la cresceu desordenado causando irreverssiveis danos ao meio ambiente e so agora resolveram cobrar taxa como em F. Noronha mas falta concientizacao dos buggeiros e donos de 4×4 para nao jogarem lixo nos locais de visita.A violencia quem leva sao os turistas e nao os nativos que assistem tudo perplexos.Wuem vai atras de drogas e anda a noite em licais deserto sofrem agressoes de bandidos que tambem chegam la.E quanto a falta de estrada e interesse dos moradores que continue assim e as ruas de terra tambem e quem nao gostar nao precisa ir la.Jeri nao necesdita do turismo o turismo e quem necessita de Jeri para lucrar.

  • Roberto Algarve disse:

    Jeri era uma maravilha nos anos 1980, quando a gente se hospedava nas casas dos pescadores. Hoje, o lugar virou jet-set internacional com tudo de ruim que isso pode trazer. Drogas de todos os tipos são fáceis de conseguir. Assaltos e afins não são coisas incomuns. Quando estive lá em 2002, uma turista alemã foi violentada na área da Pedra Furada e um grupo de turistas que estava hospedado no sitio, ao lado da duna do por do sol, foi roubado. Há um “acordo de cavalheiros” entre os comerciantes locais e se você se instalar por lá e quiser vender cerveja mais barata que nos outros lugares, sofrerá “retaliações”. O mal se democratizou e já cravou seus dentes em Jeri, infelizmente.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *