Blog do Jocélio Leal

Ceará: colapso na rede estadual de saúde

1312 2

Fortaleza – A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) teve um dia tenso ontem. Hoje persiste. Médicos denunciavam em redes sociais a falta de insumos básicos e até medicamentos essenciais. O Blog confirmou o cenário pavoroso.

Faltava nifidepina, sulfato de magnésio e misoprostol, medicações de urgência para gestantes de alto risco.

Entidades como o Sindicato dos Médicos devem procurar hoje o Ministério Público Estadual. Vão pressionar o secretário titular Henrique Javi.

Ante o colapso, o assunto foi parar no Palácio da Abolição. Uma solução deve sair ao longo do dia. Os medicamentos são baratos.

Circulou a informação de que a UTI Neonatal do Hospital Regional do Cariri operou sem médico. Nem tanto. O hospital na verdade nunca teve UTI Neo, apenas o de Sobral (Hospital Regional Norte).

 

Recomendado para você

2 Comentários

  • JOSÉ FLAVIO BRUNO disse:

    MAS QUE NOVIDADE, O PROBLEMA ESTÁ ACONTECENDO NO GOVERNO PETISTA?

  • Pindoba disse:

    No Hospital de Messejana faltam dopamina , noradrenalina, fios de sutura , catereres- balão para angioplastia e varios outros materiais básicos . Existe fila de meses para cirurgia cardíaca. A população não conhece seus direitos. Não existe política de saúde pública nos níveis federal , estadual e municipal.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *