Blog do Jocélio Leal

Reforma paulistana parecida com a cearense, mas com reações diferentes

Fortaleza – O projeto de lei da Reforma da Previdência da Prefeitura de São Paulo é bem parecido com a reforma já feita no Governo do Ceará. Ao contrário de João Dória (PSDB), Camilo Santana (PT) não ouviu choros e nem dentes rangidos. 

São Paulo pretende, entre outros pontos, aumentar a alíquota básica de 11% para 14%. É exatamente o aumento aprovado no Ceará em dezembro de 2016.

No Ceará, foi sem choro e nem vela. Galerias tranquilas. Um passeio na Assembleia Legislativa. No máximo, o PSOL. A Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais Ceará (Apeoc) repudiou por meio de uma carta. Super light.

Em São Paulo, aquelas cenas de confronto entre invasores do plenário da Câmara e agentes de segurança, o pessoal da PM e da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

A propósito, afora eventuais excessos a serem apurados, policiais no duro exercício de proteger o patrimônio público.

Uma tarefa árdua, na qual a força é necessária frente a quem invade um plenário e, usando máscaras, até atira objetos.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *