Blog do Jocélio Leal

Opinião – Museu da Fotografia: tribunal da web julga sem cerimônia ou parcimônia

1429 1

Fortaleza – O tribunal das redes sociais é implacável. Por esta razão, injusto. A suposta má conduta do Museu da Fotografia na apontada demissão de uma estagiária se transformou em mais uma sentença rápida. No ritmo da conexão da web.

No pleno da Internet não conta a presunção de inocência. Boa parte de quem propagou uma versão para o caso o fez sem nem sequer levar em conta o histórico da Casa.

Sílvio Frota, o fundador do Museu, já declarara na noite de sexta-feira, em nota, nada saber o que teria acontecido. Pediu um crédito até esta segunda, quando irá ouvir a moça reclamante e o funcionário que a demitiu.

Sílvio está triste pois o que o move naquele espaço é a antítese de tudo aquilo que andam falando por conta de uma acusação. Aliás, ainda que tudo fosse verdade, seria justo atribuir ao Museu e ao seu fundador? Naturalmente, não

Ele investe uma fortuna em manutenção e com extensão. Seu histórico afiança que jamais permitiria que fosse feita uma coisa dessas com quem quer que fosse. Tem hoje 15 profissionais só na parte educacional. Para um museu com um ano de existência não é pouco.

Só este ano atendem a 1.500 crianças em Fortaleza e em torno de 300 no Interior. Tudo pago pelo Museu. Ademais, levaram quase 6.000 pequenos para ver as exposições com ônibus pago e lanches. O público é variado. Pessoas com Síndrome de Down, autistas, cegos, surdos, pacientes com câncer, moradores de lares de idosos, orfanatos e outros.

Neste primeiro ano de vida, o Museu convidou gente do Brasil e do Exterior para dar palestras, expor e fazer diversos tipos de projetos.

Mas quem se importa? Um suposto erro de um funcionário cria juízes a bater martelos sem cerimônia ou parcimônia.

Seria bem mais simples para Sílvio não fazer nada disso e olhar fotografias em casa. Mas, decerto, quem começa um trabalho como aquele pensa na alegria das crianças. Seria preciso não ter sensibilidade alguma para dar de ombros.

Os olhos de Sharbat Gula, pela lente de Steve McCurry, estão vendo. Eles olham quem chega lá.

Recomendado para você

1 comentário

  • Antonio junior disse:

    Presunção de inocência deve valer sempre, seja para o Silvio Frota, seja para o Lula. A Constituição terá que ser cumprida sempre.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *