Blog do Jocélio Leal

Santander abre linha para bicicletas elétricas

2621 17

Bicicleta Elétrica Sense Breeze 2018 Aro 26 (Foto: Divulgação)

Fortaleza – O Santander Brasil lançou uma linha de crédito específica para a compra de bicicletas elétricas, o CDC Mobilidade. O banco vai financiar até 100% em até 48 meses, com taxas a partir de 1,69% ao mês.  Começou como ação para os funcionários.

Para acessar a linha de crédito, o cliente deve levar o orçamento das bicicletas elétricas que deseja comprar ao gerente na agência. Caso seja aprovado, o valor solicitado via CDC Mobilidade, o cliente gera o boleto/nota fiscal e fecha o negócio. O boleto é pago à vista pelo Santander ao fornecedor da bicicleta. E o pagamento das parcelas pode ser feito mensalmente como débito automático na conta. Clique aqui

Recomendado para você

17 Comentários

  • Sérgio Luiz disse:

    Ótima iniciativa, espero q se estenda para veículos elétricos automotivos, com menos juros.

  • Bom eu quero Mas sou de miranda ms queria para montar para faser passeios para turistas umas 6 bisicleta eu começaria meu necosio obrigado por enquanto vc sabia que isto pode virar sonho tudo comesse pela pessoa responsável que ler isto se levar adiante

  • Adriano Gonçalves disse:

    Bom dia
    Ótima iniciativa
    Reduz poluição
    E ainda eu que tenho produção de energia em minha residência
    Parabéns pela oportunidade

  • João Henrique disse:

    Você paga 1,5 bicicleta com essa taxa de juros abusiva. Enquanto para carros as taxas são bem menores. Isso é Brasil.

  • JOVAREZ GONCALVES DE MORAES disse:

    Otimo. Pois deveria ser uma opção a mais de transporte nas cidades, pois o trânsito cheio de carros fica complicado e estressante.

  • Francisco de Itaitinga disse:

    Muito boa essa ideia. Se tivessem pensado antes, quantos constrangimentos e engarrafamentos se teriam evitado. Espero que a ideia vingue e que outros bancos copiem essa excelente ideia que acima de tudo contribuirá para o meio ambiente

  • Toni Roberto Rodrigues disse:

    Por alguns anos trabalhei cobrando clientes do banco santander.
    Contratado por uma empresa de cobrança. ..meu envolvimento foi único e exclusivo com papéis Santander.
    A empresa faliu..seu proprietário fugiu…não localizado. A cobrança de meus direitos trabalhistas foi direcionado para o banco santander. .que condenado sempre recorre ..usando as brechas da lei.
    Em cada audiência mandava duplas diferentes de advogados. .o processo se arrasta por anos. ..imagino oito anos…sinto que meu final de vida está chegando. .por isso deixo meu grito de tristeza e indignação.
    Com recursos de credito para os mais variados fins …difícil entender como numa causa trabalhista onde os cálculos ajuizados chegam à R$35.000,00 o banco santander em audiência conciliatória oferece R$5.000,00 donde tiro 30% para a advogada e fico com quase nada.Só me resta as redes sociais para apresentar meu inconformismo. ..pois sou eu quem tem vivido privações de toda espécie. ..hoje vivo com um salário de R$1.000,00 isso mesmo…um mil reais.
    Obrigado à quem leu…palavras o vento leva….e esta escrita também!

  • Sergio Paraizo disse:

    Ótima iniciativa, parabéns!

  • Silvio disse:

    Santander deveria construir escolas ou universidades
    .com lucros absurdos .
    Vamos ter um ex Santander no banco central …e só acompanhar
    ..

  • Maria Soraya disse:

    Do que adianta bicicleta elétrica num país desigual desse?que além de não termos ciclovia, se enfrentarmos o trânsito, ainda corremos o risco de ser assaltados e voltar(se voltar)para casa a pé…

  • Luis Antonio da Conceição dos Santos Antonio disse:

    Boa tarde *gostaria de saber valor,é sobre entrega?

  • João Borges Cano disse:

    Excelente!!

  • Odair Reginaldo disse:

    PARABENS PELA INICIATIVA

  • Muito bom sou do Paraná como faço para comprar

  • Alexandre disse:

    Acho que não é por aí não, prematuro vamos reduzir está imposto de bike que é mais caro que der moto, e derrota vamos dar incentivos fiscais pata a compra, pois é um produto que visa o bem-estar ambiental todo assim como ocorre com o ipva do carro elétrico.
    vamos começar fazendo as coisas do jeito certo e não deste jeito locando cidadão em uma dívida para pagar a bike.

  • Roseli Oliveira disse:

    Eu tenho uma moto elétrica no valor de 4.800 costaria de dar ela como entrada em outra moto eletrica mais potente.vcs fãs disse tipo de negócio.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *