Blog do Jocélio Leal

Fortaleza – Porque falta o básico, não é simples investir

Projeção do projeto de nova Beira Mar ao qual o Blog teve acesso

Fortaleza – A informação postada pelo Blog da Coluna sobre a intenção da Prefeitura de Fortaleza de fazer intervenções na avenida Desembargador Moreira causou um imenso confronto das ideias. Houve quem vibrasse com a proposta de retirar duas faixas de tráfego de veículos para criar um calçadão e uma ciclofaixa. Houve quem atirasse blocos de cimento no prefeito Roberto Cláudio, por uma alegada “atenção concentrada na zona nobre” (embora haja nobreza no subúrbio). 

As pessoas que reclamam têm suas razões. Uma cidade do tamanho de Fortaleza são várias ao mesmo tempo. Quem acorda cedo para pegar a condução na periferia não tem o mesmo aparato de segurança de quem levanta cedo para correr na Beira Mar. A Capital não vai apenas da Raimundo Girão até a Pontes Vieira. As demandas são imensas e básicas.

De envergonhar quem aqui mora a falta de saneamento, de zeladoria nas vias públicas, as limitações na saúde e por aí vai. Contudo, quem governa não pode ignorar toda a cidade, mesmo a mais bem resolvida. A questão é provar que os investimentos se justificam. Quando falta o básico, isto fica mais difícil.