Leituras da Bel

Leia poema exclusivo da escritora Sara Síntique para o blog Leituras da Bel

Por Sara Síntique*

A cearense Sara Síntique escreve poemas quinzenalmente para o Leituras da Bel. Poeta, escritora, atriz, performer, mediadora de leituras e educadora, Sara mora em Fortaleza e publicou seu primeiro livro – Corpo Nulo – em 2015 pela Editora Substânsia.

Ilustração: Jéssica Gabrielle Lima

**

hoje: não.

as xícaras permaneçam quebradas. permaneçam.

o corpo deitado. trinta e três vezes a ler Bishop. nunca aprendeu. A Arte. trinta e três vezes.

reflete o espaço do útero. o quão o quanto
comprimir para novamente lidar com ele.

estranha a língua materna. tampouco outra serviria.

hoje: não.

inamovível. nem o formigamento típico das pontas dos dedos.

alguém insiste. prossiga. a técnica dos sons ao redor. mesmo o das xícaras.

você também diz: prossiga. um mundo. uma marcha. uma rua. um movimento mínimo. uma canção de amor. aqueles pássaros que certamente vão para o norte. mesmo o mar.

tudo: onomatopeias. ruídos.

tentar o mar.

hoje: não.

trinta e três vezes. nunca.

 

***

 

Sara Síntique

É poeta, atriz, performer, mediadora de leituras e educadora. Mestra em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), onde também se graduou em Letras Português – Francês. Nasceu em Iguatu (CE), em 1990, e reside em Fortaleza desde 2001. Autora do livro de poesia Corpo Nulo (Editora Substânsia, 2015). Escreve poemas quinzenalmente para o blog Leituras da Bel.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =