Leituras da Bel

[a poesia ainda]: leia poema de Sara Síntique para Nina Rizzi

Por Sara Síntique*

A cearense Sara Síntique escreve poemas quinzenalmente para o Leituras da Bel. Nesta terça-feira, 16 de outubro, ela escreve [a poesia ainda] para Nina Rizzi. Poeta, escritora, atriz, performer, mediadora de leituras e educadora, Sara mora em Fortaleza e publicou seu primeiro livro – Corpo Nulo – em 2015 pela Editora Substânsia.

Nina Rizzi, escritora. (Foto: Bruna Sombra)

 

***

[a poesia ainda]

para Nina Rizzi

pétrea. fecho os olhos. você vem
e leva tudo. o sono. a fé.

e eu tentara. cinco sambas de amor. um deus. uma lágrima.

não.

amanhece em mim só a cã-de-rosa. na tradução de Nina. e na voz dela. (há quantos anos?)

aquela cã depois duma noite inteira. sem dormir ou levantar.

um soco arrebentando
as pernas.

a voz de Nina. os mendigos no canal. nuazinha. nuazinha.

cã. cadela.

a poesia ainda arde. arde ladra morde.

(então eu chorei)

tive de me mexer.

 

***

Sara Síntique

É poeta, atriz, performer, mediadora de leituras e educadora. Mestra em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), onde também se graduou em Letras Português – Francês. Nasceu em Iguatu (CE), em 1990, e reside em Fortaleza desde 2001. Autora do livro de poesia Corpo Nulo (Editora Substânsia, 2015). Escreve poemas para o blog Leituras da Bel.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =