Leituras da Bel

Escritora Kami Girão lança nova edição do livro Fisheye

O livro Fisheye, escrito pela cearense Kami Girão, ganha novos contornos após ser contemplado pela Lei Aldir Blanc. Unidades da obra, aprovada pelo edital de Aquisição de Acervo Bibliográfico de Produção Cearense, lançado pela Secult em 2020, serão destinadas a 423 bibliotecas municipais do Ceará inscritas no projeto. Fisheye retrata a trajetória da adolescente Ravena Sombra, que se descobre com a doença retinose pigmentar à medida em que assimila lições de maturidade e crescimento.

Clique aqui para comprar.

Kami Girão

Fisheye é o nome de uma lente criada para ajudar meteorologistas a fotografarem o céu e a formação de nuvens. Porém, a distorção que a lente fazia da imagem foi agradando os amantes da fotografia, que logo a adotaram para fazerem fotos mais artísticas. Por causa da particularidade dessa lente, a história de Ravena foi batizada com o seu nome.

Fisheye – nova capa por Valdir Muniz

A história, embalada por uma playlist marcante com músicas da década de 1960, já havia conquistado um público cativo há mais tempo. Isso porque a obra, para ser impressa em sua primeira edição, passou por uma campanha no site de crowdfunding Catarse (https://www.catarse.me/livrofisheye) em 2017 e contou com o apoio de 86 colaboradores de diversos estados brasileiros para que chegasse à sua fase final. O financiamento coletivo chegou a ultrapassar a meta, atingindo a marca de 136% do valor pedido inicialmente.

Com 320 páginas em narrativa em primeira pessoa, conhecemos o universo interior da jovem. A garota de dezesseis anos tem seu mundo virado pelo avesso: após um acidente numa festa, ela é diagnosticada com retinose pigmentar, uma doença sem cura que degenerará a sua visão gradativamente. Abalada, ela inicia sua jornada em busca do amadurecimento, em uma narrativa intimista à procura de se entender e de se descobrir.

Ao longo do caminho, contará com a ajuda do melhor amigo de infância, da sua implicante e carismática irmã, de uma velha Polaroid com nome de música dos Beatles e de um violinista imperfeito, cuja pele é marcada por cicatrizes e que parece entendê-la melhor do que ninguém.

Kami Girão
Por adorar linguagem e comunicação, Kami Girão enveredou tanto para área do design quanto para a da literatura. Natural do Ceará, descobriu que gostava de contar histórias ainda criança e se considera uma barda perdida no multiverso errado. Mais detalhes em sua página.

Serviço
Fisheye
Preço: R$ 32
ISBN: 978-65-00-11006-7
Edição: 2ª edição, 2020
Número de páginas: 320
Onde comprar: link da loja

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *