Plínio Bortolotti

Fifa proíbe propaganda religiosa em jogos e adverte Brasil

393 6

O blog de Maurício Stycer comenta duas notas publicadas na coluna “Painel” do jornal Folha de S. Paulo informando que a Fifa [Fédération Internationale de Football Association] proibiu mensagens religiosas em seus jogos.

A nota, que foi recebida pela CBF [Confederação Brasileira de Futebol] na sexta-feira [10/7], diz que a Fifa  “não irá mais permitir mensagens religiosas em comemorações de jogadores durante suas competições”.

A Fifa recebe o ofício duas semans após a partida em que o Brasil ganhou a Copa das Confederação, no jogo final contra os Estados Unidos. Ao fim da partida, houve uma espécie de celebração regiliosa no gramado, com todos os jogadores rezando em conjunto.

Além disso, o capitão Lúcio e o jogador Kaká vestiram camisas com frases religiosas. Lúcio: “I love Jesus”; Kaká: “I belong [pertenço] to Jesus”.

Fiz dois posts sobre o assunto:

Seleção de futebol é do Brasil ou de Jesus?

Dinamarca: jornal critica “atletas de Cristo”.

Recomendado para você

6 Comentários

  • André Feitosa disse:

    Da Folha de São Paulo, complementando o argumento (escrito pelo jornalista Eduardo Vieira da Costa):

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/colunas/regra10/ult3255u589976.shtml

    Só mais um último pitaco. Sobre a polêmica causada por a seleção brasileira ter transformado o estádio em uma verdadeira igreja na comemoração da conquista da Copa das Confederações, acho que houve, sim, exagero dos jogadores e comissão técnica […] Como disse Ricardo Acampora em seu blog na BBC Brasil, será que a tolerância de todos seria a mesma se um jogador mostrasse uma camiseta dizendo “Eu não acredito em Deus”?

  • Vanderlucio disse:

    Intelorerante a decisão da FIFA. Nesta cruzada contra Deus parece revelar que Ele está cada vez mais forte na história e no coração do homem, afinal, só se atira pedras em árvore que dar bons frutos. Ah! Nietzsche e simpatizantes, Deus não morreu.

  • carlos anselmo disse:

    caro plínio,

    se prepare, rapaz, para receber comentários irados, maleducados e preconceituosos desses aprendizes de profetas que, da mensagem que acreditam divina, não aprenderam o exercício da compaixão, quiçá da reflexão.

    a propósito, a medida tomada pela fifa, em nome do futebol mundial praticado por crentes e não crentes, veio em boa hora. portanto, parabéns. o futebol só tem a ganhar.

    abçs

  • Tobias Cortez disse:

    Oh meu caro Carlos..
    Um fia, voce vai falar de Kaka e de David Beckham para seus filhos, dirá que os dois foram bons jogadore, etc. Mas com certeza, se seu filho lhe perguntasse qual exemplo deveria seguir, sua resposta não seria: o Beckcham meu filho, pois sexo, drogas e rock´n roll é muito melhor do que esse fanatismo barato de um povov que fala com um ser que nem existe…
    Boa sorte na educação dos seus filhos nesse mundo que todos nós estamos ajudando a contruir…

  • meu caro o futebol é democrático,e todos os seus participantes, tentam passar uma mensagem daquilo que acreditam,se proibiram manifestação cristã, que proibão também a dança na comemoração, a superstição que é forte no mundo futebolistico, os palavrões, enfim tudo que possa de alguma forma influenciar, ou virar uma tendência, ha coisas muito mais importante para a fifa rever e se preocupar,como por exemplo a paradinha que é desleal com os goleiros,o racismo que cada vez é mais forte no futebol, vou mais além a violência que toma conta dos estádios, meus amigos tirar a manifestação cristã dos estádios é ferir um direito de expressão, de expor aquilo que acreditamos.

  • Alex Mesquita disse:

    antonio marcos pires,

    muito bem dito.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.