Plínio Bortolotti

Será que Procon responde às consultas eletrônicas do consumidor?

380 12

Fiz uma consulta ao Procon/CE [Progama Estadual de Defesa do Consumidor] por meio desta ficha eletrônica, que cujo link “Fale com o Procon” está na página inicial do site da instituição.

Logo em seguida recebi resposta automática pelo e-mail do Ministério Público Estadual [procon@mp.ce.gov.br] com os seguintes dizeres:

«Sua dúvida foi registrada com sucesso! Aguarde, em breve você será atendido.»

Pois bem, a consulta foi feita em 29 de dezembro de 2009, às 11h12min. E, até agora – 5/1/2010, 15h23min -, não recebi resposta nenhuma.

De qualquer modo, também não preciso mais do esclarecimento, pois tive de resolver o problema sem a ajuda do Procon.

Mas, em um caso desses a quem devemos reclamar?  Seria adequado ir ao Procon da Assembléia Legislativa queixar-se dos seus colegas do Ministério Público?

Recomendado para você

12 Comentários

  • nelson c. b. eulálio filho disse:

    Caro Plínio,

    O dia 29 de dezembro foi uma terça feira. Você diz que postou às 11;12hs., portanto sobrou apenas meio expediente nesse dia. Quarta foi dia 30 (um dia útil, portanto). Quinta foi dia 31 (tudo funcionou em meio expediente, inclusive o jornal). O primeiro dia útil após sua postagem foi dia 04, e você diz que até o dia “05/01 as 15h23min” não havia recebido resposta. Somando tudo dá um total de 3,5 dias úteis. Você não está sendo muito exigente?

    Muitas vezes tentei publicar comentários aqui no jornal e recebi uma mensagem eletrônica, imediata, com os dizeres “seu comentário está sendo publicado”. Muitos destes, até hoje (1, 2, 3… 6 meses…) até hoje (dia 08.01, 21:27 hs.) não foram publicados. Vale registrar que esses comentários não continham palavrões, termos chulos, agressões gratuitas… e todos estavam devidamente identificados com nome completo e e-mail – corretos, verdadeiros.

    Outras tantas vezes me digiri à então ombudsman, sra. Rita Célia, que me respondia prontamente (ressalte-se isso) dizendo que havia encaminhado o assunto à editoria tal, à (o) jornalista tal, etc., que me dariam uma resposta direta. À exceção de uma vez que reclamei da jornalista Kamila Fernandes, que de fato, como me havia prometido a ombudsman, me respondeu, prontamente, por e-mail (a quem agredeci e agradeço novamente), os demais eu estou esperando até hoje.

  • Iara disse:

    gostaria de saber se para eu recuperar meu numero de telefone eu sou obrigada a adquirir alguma promoçaõ?

  • carlos anderson de carvalho pinheiro disse:

    comprei uma maquina de cortar cabelo no dia 31/01/2011 na casa e video,porem so a usei no dia 10/02/2011 e a mesma apresentou defeito fui troca-la na loja e o atendente me informou que nao poderia efetuar a troca pois o prazo p a mesma e de 3 dias, me passando um telefone para eu ligar liguei e a atendente me informou que eu tinha que ir na autorizada para ver qual era o defeito e eu falei para ela que nao queria consertar e sim uma maquina nova ou meu dinheiro de volta, pois um produto que apresenta defeito no primeiro uso provavelmente vai voltar bem pior do conserto. gostaria de saber qual o prezo de troca?

  • Por favor, gostaria de saber de se esta firma é ilicita, se tem protesto ou reclamações de clientes. preciso saber com urgencia .

  • JACKSON CANDIDO disse:

    NAO COMPRIMENTO DE CONTRATO BANCARIO, DEPOSITO EM OUTRA CONTA E NAO NA QUE FOI ESTABELICIDA NO CONTRATO..NO CONTRATO TA UMA CONTA..FOI DEPOSITADA EM OUTRA

  • marilene disse:

    Comprei uma sandália em dezembro para presentear minha sobrinha que reside em outra cidade, viajei, levei o calçado mas o mesmo não serviu, voltando para minha cidade em 3 de fevereiro, levei a sandália para trocar, não tinha mais da mesma, aceitei trocar por outro calçado. Acontece que a loja estava em promoção e o sapato de114,00 estava por 57,00, mas para fazer a troca o sapato entraria por 114,00, logo para fazer a troca eu teria que dar mais 60,00
    Portanto, eu teria que pagar 60,00 e devolver a sandália que me custou 54,00, totalizando os 114,00. Então eu estaria sendo obrigada a pagar um preço normal por um produto que estava pela metade do preço. Isto está correto?
    Aguardo resposta o mais breve possíve. Grata.

  • arlaine cordeiro disse:

    houvi em carro de propaganda uma promoção de tv tela plana de 32 polegada dividida em 12 vezes de 64.90, com a entrada pra 60 dias so que quando vou a loja nunca existe o produto. O que devo fazer? Se estão anunciando o produto na rua porque não tem na loja?

  • Haroldo Barreira De Alencastre disse:

    Eu gostaria de saber se tenho direito , baseado na legislação brasileira, sobre o juros abusivo do cheque especial, de 10%, e da conta excedente de 14% .Tenho respaldo jurídico sobre danos moraes ? Qual medida e procedimento que temos que tomar p ser ressarcido todo nosso prejuízo e se temos direito a indenização por parte da empresa , visto que a conta corrente é da empresa. Sobre os sócios da empresa , gostaríamos de saber se cabe uma ação de danos e perdas .

  • Maria Aparecida Maciel de Souza disse:

    Comprei um automovel, quais sao os documentos que a empresa tem que me fornecer.

  • Estou em negociação de um apartamento em um condomínio em construção,cnpj tudo ok, só menciona atrazo da obra, eles pedem 8.000,00 para a construtora para dar ínicio ao negócio o restante é financiado pela caixa, apartir de outubro de 2013.Se não tiver dinheiro em espécie pode ser 15 chegues no valor parcelado. oque faço???? Obrigada.

  • mariana disse:

    comprei uma sandalia para meu filho fui trocar pois o numero ficou grande demais ai a gerente nao tinha menor tinha que levar meu filho para uma festa no outro dia a gerente queria medar de outro modelo ou ir buscar em outra loja eu tinha quedar diferença mais tinha que com roupa para mais treis filho ai falou que nao de volvia dinheiro ppois tinha outros modelos de sandalia que era mais cara auguei pode me ajudar

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *