Plínio Bortolotti

Nos braços do Centrão

0 1

Reprodução do artigo publicado na editoria de Opinião, O POVO, edição de 7/5/2020.

Nos braços do Centrão

O depoimento de Sergio Moro à Polícia Federal é uma versão estendida da entrevista coletiva com a qual ele se despediu do Ministério da Justiça. Não há (aparentemente) nenhuma bomba, capaz de explodir (ou implodir já que Moro era associado ao bolsonarismo) irremediavelmente o governo. Mas há muita coisa ali capaz de complicar o presidente Jair Bolsonaro, que fica devendo, no mínimo, justificativas pela sua obsessão em trocar o superintendente da Polícia Federal no estado do Rio de Janeiro.

A frase atribuída pelo ex-ministro a Bolsonaro: “Moro, você tem 27 Superintendências (da Polícia Federal), eu quero apenas uma, a do Rio de Janeiro”, demonstra apenas a pequenez da figura humana que habita o Palácio do Planalto. Um sujeito sem a mínima noção de institucionalidade, pois trata os organismos de Estado como se fossem uma fazenda particular, cujos lotes ele pode dividir com seus parceiros no poder.

Claro que a fixação do presidente pela superintendência da PF no Rio nada tem a ver com as belezas naturais da Cidade Maravilhosa. Mas, para constituir crime, serão necessárias mais provas, além das apresentadas até agora. Porém, é mentira afirmar que a Polícia Federal não investiga ninguém da família do presidente, como vem apregoando Bolsonaro.

Há processos em curso que podem implicá-lo e à sua família, como é o caso da “rachadinha” (Flávio), e o processo das “fake news” (Carlos e Eduardo), aberto pelo Supremo Tribunal Federal. Além do inquérito para investigar os patrocinadores dos atos postulando o fechamento da Corte Suprema e do Congresso Nacional, com a consequente instalação de uma ditadura no Brasil (que podem implicar o próprio presidente).

O depoimento de Moro, mesmo sem o poder de uma carga fatal, deu uma boa chacoalhada no governo. Bolsonaro, desesperado, corre agora para os braços do famigerado Centrão, na tentativa de espantar o fantasma do impeachment, que assombra o seu cercadinho.

Recomendado para você