Política

Sanduicheiras de R$ 2,4 mil geram polêmica na Prefeitura de Sobral

634 8
Portal da Transparência mostra os valores pagos pelos itens (Foto: Reprodução/TCM)

Portal da Transparência mostra os valores pagos pelos itens (Foto: Reprodução/TCM)

Uma compra de sanduicheiras para escolas da Prefeitura de Sobral, na Zona Norte, tem causado polêmica no Município. Tudo por conta da “bagatela” da gestão na compra do equipamento. Segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios, o Município pagou R$ 2.416,00 por cada sanduicheira, em valor pago por recursos do Fundef.

Segundo o TCM, dez “sanduicheiras tipo doméstica, com lâmpadas sinalizadoras, com capacidade para dois lanches” foram adquiridas entre abril e maio de 2014 – cada uma por R$ 2,4 mil. No comércio local, itens do tipo costumam sair por cerca de R$ 80.

Sanduicheiras industriais

Procurada pelo Blog, a Prefeitura de Sobral confirmou a compra dos equipamentos pelo preço indicado. A gestão afirma, no entanto, que os itens comprados na verdade foram sanduicheiras industriais, com capacidade para até 24 lanches, e não do tipo doméstico como o portal indica.

A Prefeitura afirma que já está fazendo levantamento do material e das notas fiscais para provar a aquisição dos equipamentos de produção em larga escala. Na página do TCM, a aquisição de outras sanduicheiras de nível industrial é indicada, mas elas saem por preço diferente, de R$ 2.627,00 por unidade.

Disputa acirrada

Apesar da justificativa oficial, publicações com links para o TCM já circulam em ampla escala em páginas de notícias locais e nas redes sociais, seguidos de críticas à gestão. Coisas de ano de eleição.

Com os deputados Ivo Gomes (PDT) e Moses Rodrigues (PMDB) no páreo, Sobral deve ter uma das eleições mais disputadas do interior do Ceará em 2016.

Recomendado para você