Política

RC defende indicações políticas para cargos da Prefeitura

482 5
Sabatina com o candidato Roberto Cláudio (Foto: Fabio Lima/O POVO)

Sabatina com o candidato Roberto Cláudio (Foto: Fabio Lima/O POVO)

O prefeito de Fortaleza e candidato à reeleição Roberto Cláudio (PDT) defendeu nesta sexta-feira, 23, em entrevista à Rádio O POVO CBN, indicações políticas feitas no seu governo para cargos da Prefeitura. “Nós fizemos composição com pessoas com experiência política, experiência política não é defeito”, afirmou.

A entrevista foi a última da série de sabatinas com os candidatos. Assista à entrevista completa aqui.

“A gente quando governa, governa em aliança, eu governei numa aliança ampla e compus com partidos políticos (…). A gente governa em aliança para ter governabilidade”, respondeu, sobre parentes de aliados e suplentes de vereador indicados para cargos. “Poucos secretariados na história de Fortaleza têm isenção tão grande de indicação política quanto o meu”, ponderou.

O prefeito ainda afirmou que não acha que “a experiência política é um defeito, o bons gestores devem conciliar duas habilidades, sempre que possível, o conhecimento técnico da área e a habilidade política”.

O candidato também foi questionado sobre sua aliança com Moroni, se, a despeito das diferenças entre ele e o candidato a vice, seria “eleitoreira”. Em resposta, ele disse que eles têm “caminhado juntos ao longo de alguns anos que antecedem essas eleições”.

Feira da José Avelino

O prefeito também foi perguntado sobre o porquê da situação da Feira da rua José Avelino, no Centro da Cidade, não ter sido resolvida. “Para ser honesto, esse é um assunto que me causa muita frustração; a gente avança em muitas áreas, em outras mais ou menos e em outras não consegue tantos avanços e resultados”, disse.

Ele afirmou que tentou negociar mais de uma vez com os feirantes, mas que é uma situação “única”, e também falou do projeto da construção de um “corredor da moda” também no Centro da Cidade, para não afastar os comerciantes daquele espaço. “Quero no segundo mandato dar uma solução imediata”, prometeu.

Recomendado para você

5 Comentários

  • LUIS FILHO disse:

    É MUITA CARA DE PAU DESSE PRÉ-FEITO! A PREFEITURA ABARROTADA DE GENTE SEM QUALIFICAÇÃO NENHUMA ENQUANTO, ENQUANTO NO DIA A DIA DA PREFEITURA NESSES ÚLTIMOS MESES ANTES DA ELEIÇÃO FALTA ATÉ COPO PARA CAFÉ, PAPEL HIGIÊNICO E DIVERSOS OUTROS MATERIAIS DE EXPEDIENTE. SERÁ PORQUÊ HEIM?

    • Juvenil ia Alexandrino disse:

      Sem querer defender o prefeito, nas lembro que passamos por momentos difíceis em todos os lugares, estado, prefeitura, na minha casa e certamente na tua também.

  • Vieira disse:

    Quero que ele responda a pergunta do Ítalo Coriolano, do Povo que ele acabou fugindo da pergunta: “O seu vice é um golpista?” Já que o senhor diz que o processo que levou à cassação da “presidenta” foi um, que na verdade golpe foi o que o partido dela PT fez com o Brasil, roubaram.
    Caso a sua resposta seja sim o senhor não tem medo que ele lhe dê um golpe?

  • daniel disse:

    Essas atitudes estão cansando a sociedade fortalezense tem tempo, tanto que o prefeito levantou a bandeira da “meritocracia” em 2012.
    O que aconteceu?
    A começar pela seleção estranha para os gestores dos postos em que não houve divulgação da pontuação e classifacao.

  • Deval Freire Martins disse:

    Eu gostaria que o Excelentíssimo Prefeito RC, explicasse essa situação de ter mais agentes de trânsito nas ruas de Fortaleza multando, do que materiais de bens e consumo nos órgãos públicos (hospitais, posto de saúde, centro de ensino e etc.). – Aviso: eu não sou seu oponente, pode ter meu voto.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *