Política

Deputado quer criar Frente Parlamentar em defesa da vaquejada

597 22
Deputado apresentou requerimento propondo a criação do grupo (Foto: Divulgação/AL-CE)

Deputado apresentou requerimento propondo a criação do grupo (Foto: Divulgação/AL-CE)

Requerimento em tramitação na Assembleia do Ceará quer criar uma Frente Parlamentar em defesa da vaquejada no Estado. Segundo o autor da proposta, deputado Danniel Oliveira (PMDB), a ação busca protestar contra decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, no início de outubro, declarou inconstitucional a lei estadual da vaquejada.

Para o deputado, a decisão do STF foi “preconceituosa e equivocada”, prejudicando mais de 720 mil brasileiros que trabalham, segundo o deputado, com o esporte. “A vaquejada faz parte da cultura nordestina, influenciando na roupa que vestimos no dia a dia, nas gírias que usamos. É uma fonte de renda para milhares de brasileiros, principalmente os nordestinos”.

Danniel Oliveira, que divulgou ainda manifestação marcada para 25 de outubro contra a decisão, afirma que técnicas utilizadas no esporte estão “muito mais avançadas”. Hoje a vaquejada é um esporte seguro para todos, completamente ligado às famílias, com um ambiente saudável, e asseguro que não há mais maus-tratos aos animais”, diz.

Esporte polêmico

O pedido ganhou adesão imediata de alguns deputados, como Carlos Felipe (PCdoB) e Manoel Duca (PDT). Considerada manifestação cultural tradicional pela lei vetada pelo STF, a vaquejada é uma atividade competitiva onde dois vaqueiros montados a cavalo têm de derrubar um boi, puxando-o pelo rabo, entre duas faixas de cal.

Os ministros do STF julgaram inconstitucional a lei, que promoveria “crueldade intrínseca” contra os animais envolvidos. No processo, foram anexados laudos técnicos demonstrando consequências nocivas da prática aos animais, como fraturas nas patas e rabo, ruptura de ligamentos e vasos sanguíneos, e comprometimento da medula óssea.

Recomendado para você

22 Comentários

  • Katharine Magalhães disse:

    Vergonha!! Só quem nunca passou perto de uma vaquejada ou está MUITO comprometido com os empresários que lucram com essa desgraça pode afirmar que não há maus tratos a animais nessa manifestação de selvageria.

    • Paulo Campelo disse:

      Realmente você nunca andou nem perto de uma!!!
      Vocês defensores dos animais falam tanta asneiras mais tanta porque não vão tomar conta dos jumentos soltos nas BRs que vem vitimando aos anos famílias e mais famílias…. HIPOCRISIA moça muita mesmo.
      Porque que se dizem defensores do animais não fiscaliza o transporte de boi aos matadores que vejo muito bois morto por pisoteio de outros bois…. HIPOCRISIA é que se ver muito nesse país

      • Flávio disse:

        Gostei da sua resposta,sou gaioleiro muitos bois deita na gaiola e os que ficam em pé pisoteia os outros.
        Falando nos jumento solto nas BR causando acidente e tirando a vida dos motoristas e passageiro.

  • Marcelo disse:

    Deputado, se fantasia de boi e vai lá pra vaquejada pros vaqueiros te puxarem pelo rabo.
    Tenha vergonha na cara deputado.

  • Marcelo disse:

    Hipocrisia é falar uma coisa que não tem nada a ver com outra.
    Que vaquejada é maus tratos com animais, é.
    Quem tiver achando ruim, se junte a esse deputado, vista uma fantasia de boi e vá ser puxado pelo rabo numa vaquejada pra plateia ficar rindo da cara de vocês.

  • Jorge Alves disse:

    A grande maioria desses politiqueiros querem apenas uma oportunidade pra fazer jogo de cena. Talvez desses ditos 720 mil trabalhadores vinculados direta ou indiretamente a esse “esporte”, ele consiga escorar sua campanha para reeleição ou outro pleito.

  • Zilce Lins disse:

    Este Deputado deveria era estar preocupado com algo mais importante que em restabelecer maus tratos aos bois. Que tal Sr. Deputado uma Frente Parlamentar para combater a Sêca em nosso Estado? Outra para Combater a Violência, a Fome e Miséria que assola nosso povo. Uma Frente Parlamentar para combater a Corrupção. Pelo que vemos não faltam temas importantes para o nosso povo.

  • Francisco disse:

    Se não tem maus tratos deputados, pois então fique na pista pros vaqueiros te puxarem. Inacreditável um deputado ter a coragem de defender publicamente tal selvageria.

  • Pedro Wilson disse:

    Quando se mexe com altas quantias de dinheiro aparecem defensores de qualquer coisa. Daqui a pouco vai vir um dizendo que a Polícia Federal errou por ter investigado as bandas de forró que sonegam milhões, uma vez que elas geram emprego, e para defender esses empregos, eles deveriam sonegar sem serem incomodados. Aliás, quando os milionários se veem ameaçados, a primeira coisa que falam é em preservar os empregos. Se for assim, o tráfico de drogas também “emprega” muita gente. Por uma questão de coerência deveriam defender sua legalidade também.

  • Valter disse:

    Vcs deveriam ver a forma que matam os bois e ver realmente o que é crueldade ir em uma briga de galo em que menos de um minuto eles são mortos com esporas de aço

  • Francisco disse:

    A vaquejada é uma prática criminosa prevista na Lei de Crimes Ambientais – 9.695/98, que no seu artigo 32, reza o seguinte: “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestre, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa”
    Com várias agravantes, dentre elas, a que resulta em morte do animal. Portanto, trata-se de um assunto muito delicado.

  • Marli Moraes disse:

    Geração de empregos não é argumento pra manter essa porcaria de vaquejada, também geram empregos o tráfico de drogas, o tráfico humano, o tráfico de animais, o tráfico de armas e a prostituição

  • Ana Paula disse:

    Vergonha chamar essa insanidade de esporte.
    Esporte é uma prática que todos os envolvidos estão de pleno acordo, é uma prática saudável, não usa vidas inocentes para isso.

  • Alice disse:

    Tá na hora do povo fazer uma frente popular contra esse deputado. Definitivamente não representa os cearenses. Será que ele não entende que as pessoas e os tempos avançaram e ninguém admite mais maus tratos a animais?! Ademais vaquejada é inscontitucional pelo Supremo Tribunal Federal.

  • Fábio disse:

    Valeu paulo campelo, voce disse tudo, e porque essa gente vive na sombra, so pega sol quando vai a praia.

  • Lindineide disse:

    Vaquejada é um esporte nordestino quem não sabe oq é vaqueijada é vaqueiro sem destino… Crime é pega uma boi e leva para um matadouro e fazer um bife. Esso é crime,não uma profissão digna e onrada

  • Tiago disse:

    Eu apoio vaquejada!!
    Parabéns a todos que apóiao..

  • SIMONE DA SILVA OLIVEIRA disse:

    Apoio ao STF.
    E quanto aos atropelamentos dos jumentos, também é lamentável.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *