Política

Oposição planeja decreto e até ação judicial para barrar aumento da passagem

311 1
Bloco de opositores irá recorrer na Câmara e na Justiça contra aumento da passagem de ônibus (Foto: Julio Caesar/O POVO)

Bloco de opositores irá recorrer na Câmara e na Justiça contra aumento da passagem de ônibus (Foto: Julio Caesar/O POVO)

Bloco de vereadores de oposição do PR e PSDB fechou questão nesta terça-feira, 17, por ação para tentar barrar o aumento da passagem de ônibus de Fortaleza. Em reunião nesta terça, o grupo decidiu apresentar um projeto de decreto legislativo contra a medida, que desde sábado, 14, aumentou o preço da passagem de R$ 2,75 para R$ 3,20.

“Não é justo com o trabalhador, em um momento de crise como este que estamos vivendo, que ele tenha que pagar por uma tarifa tão cara”, diz o vereador Julierme Sena (PR), que critica maior aumento da passagem em 14 anos. Além dele, assinarão a ação Márcio Martins (PR), Soldado Noélio (PR) e Plácido Filho (PDT).

A ideia é apresentar a medida em fevereiro, logo que a Câmara volte de recesso. Diante da grande maioria do prefeito Roberto Cláudio (PDT) na Casa, o bloco já estuda uma ação para recorrer à Justiça caso o projeto seja rejeitado no Legislativo.

Outros estados

Em decreto assinado pelo prefeito, passagem sofreu reajuste desde sábado em até 16,36%. Os vereadores destacam que questão semelhante ocorreu em São Paulo, onde o Tribunal de Justiça concedeu liminar suspendendo um aumento determinado pelo governo estadual.

Recomendado para você

1 comentário

  • Francisco Jose disse:

    O aumento foi Excessivo e Inoportuno.
    Nesse.momento de tantos sacrifícios não cabe um aumento tão elevado de algo que afeta tantas pessoas (trabalhadores, estudantes, etc.).
    O Sr. prefeito deveria Dar Atenção é ao Combate aos Bandidos Pichadores, que dominam a Cidade sem Nenhum Combate.
    A Guarda Municipal precisa atuar de verdade, urgentemente, na segurança, inclusive no CCOMBATE AOS PICHADORES.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *