Política

“Não existe possibilidade de privatização da Cagece”, diz governo

381 3
Líder do governo descartou privatização da Cagece (Foto: Divulgação/AL-CE)

Líder do governo descartou privatização da Cagece (Foto: Divulgação/AL-CE)

O líder do governo na Assembleia, Evandro Leitão (PDT), afirmou nesta quinta-feira, 9, que “não existe possibilidade” de privatização da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Polêmica em torno da estatal cearense começou na última terça-feira, 7, após o governo Michel Temer (PMDB) incluir a empresa em lista de ativos que podem ser vendidos.

“O governador Camilo Santana já havia dito que não existia essa possibilidade. Agora conversei com ele de novo, e ele deixou claro: Não existe possibilidade de privatização da Cagece”, disse Evandro Leitão.

A fala do líder do governo ocorreu em resposta a pronunciamento de Ely Aguiar (PSDB), que cobrou posicionamento claro do governo Camilo sobre a questão. “Ele disse aí que não vai ter privatização. Gravem bem, para depois não virem dizer o contrário”, disse.

Polêmica

Uma possível privatização da Cagece motivou grande bate-boca entre deputados na Assembleia. Ferreira Aragão (PDT) criticou a medida, e destacou prejuízos trazidos pela privatização da Companhia de Energia Elétrica do Ceará (Coelce). “Isso não melhorou nossa vida em nada. Melhorou a de espanhóis, italianos, que monopolizaram tudo”, disse.

“Quando se fala em privatizar a distribuição de água nós temos que ter cuidado. Nós temos que advertir o povo do Ceará que, ao entregar a distribuição pública da água à iniciativa privada, o Governo do Estado está dando o atestado de incompetência porque diz que a empresa Cagece está dando prejuízo”, criticou Heitor Férrer (PSB).

Privatizações

Na terça-feira, o governo federal incluiu a empresa – entre outras estatais de água e esgosto estaduais – em pacote de estudos para privatização. Segundo a União, a Cagece estará em edital lançado pelo BNDES para a contratação de serviços técnicos para participação privada em serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitário.

Por meio de nota, a Cagece afirma que estuda a viabilidade de projetos em parceria com a iniciativa privada (PPPs). “Tais estudos estão em fase inicial e não há nada definido sobre a viabilidade dos mesmos”, complementa.

A análise das propostas do melhor modelo de concessão será avaliada em conjunto pelo BNDES e por cada Estado, sendo apresentada aos municípios abrangidos pelo projeto. No Rio de Janeiro, projeto de privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) tem provocado diversos protestos no Estado.

Recomendado para você

3 Comentários

  • Tatiana maria farias pinto disse:

    Assim esperamos ….visto que ah uma baixa credibilidade do que se fala e se faz, visto que qndo o concurso da cagece foi lançado em 2013 o nosso excelentíssimo governador fez a seguinte declaraçao no jornal: o concurso é para o preenchimento de 315 vagas de imediato, mas há uma necessidade da empresa de pelo menos 600 funcionários e assim o concurso teve a formação do cadastro reserva e estamos em 2017 e ate agora nada ….será que a necessidade da empresa diminuiu ou os terceirizados assumiram!!!

  • João Paulo disse:

    Privatiza tudo

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezessete =